Multimídia

um complemento ao ensino tradicional da Semiologia Pediátrica

Autores

  • Manuel Schütze Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-1947-9675
  • Mariana de Caux Bueno Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.
  • Cristiane de Freitas Cunha Grillo Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-2216-7904
  • Maria Aparecida Martins Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2011.2016

Palavras-chave:

Ensino, Educação médica, Multimídia, Semiologia, Pediatria

Resumo

O termo semiologia refere-se ao “estudo e descrição de sinais e sintomas de uma doença”. Na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, a Semiologia Pediátrica é ministrada no 3º ano do curso de graduação em Medicina. Como seu ensino ocorre junto a pacientes frequentemente em estado crônico e debilitado, ele geralmente é dado de forma parcial, em respeito ao cansaço e/ou à privacidade da criança ou do adolescente. Para tentar solucionar esse impasse, foi proposto o desenvolvimento de um material multimídia que pudesse complementar o ensino da Semiologia Pediátrica. Após revisão bibliográfica e extenso planejamento, foram feitas filmagens e fotografias do exame físico normal da criança e do adolescente dentro dos princípios éticos, elaboração dos textos pertinentes e desenvolvimento de um programa contendo todo o conteúdo produzido. O programa foi denominado “Semiologia Pediátrica Virtual” e possibilitará uma abordagem mais ética do paciente, otimizando o ensino de Pediatria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manuel Schütze, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (2011), tendo participado de iniciação científica, iniciação à docência e atividades de extensão durante o curso. Possui mestrado e doutorado em Medicina Molecular pela Universidade Federal de Minas Gerais (2013 e 2015).

Mariana de Caux Bueno, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (2011). Pediatra pelo Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (2018). Atua principalmente nos seguintes temas: semiologia, pediatria, ensino e multimídia.

Cristiane de Freitas Cunha Grillo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (1989), Mestrado (1996) e Doutorado (2002) em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal de Minas Gerais, e Pós-Doutorado pelo Hospital Clínic da Universidade de Barcelona (2004). Professora Titular do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG desde 1997. 

Downloads

Publicado

2011-10-15

Como Citar

SCHÜTZE, M.; BUENO, M. de C.; GRILLO, C. de F. C.; MARTINS, M. A. Multimídia: um complemento ao ensino tradicional da Semiologia Pediátrica. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 1, p. 16–23, 2011. DOI: 10.35699/2237-5864.2011.2016. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2016. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos