Os egressos do curso de Pedagogia a distância da UFMG e a atuação profissional na educação infantil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2017.2198

Palavras-chave:

Curso de Pedagogia, EaD, Prática profissional, Educação infantil

Resumo

O artigo apresenta alguns aspectos da pesquisa sobre o perfil dos egressos da primeira turma do curso de Pedagogia a distância da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), iniciada em 2008 e concluída em 2011. A partir da análise do perfil desses egressos, identificamos aqueles que já atuavam profissionalmente na educação infantil antes de ingressar no curso de Pedagogia e aqueles que passaram a atuar após a entrada no curso, discutindo possíveis efeitos da formação recebida na prática profissional e nas opções didático-pedagógicas desses egressos. A metodologia utilizada incluiu revisão da literatura, aplicação de questionários e realização de entrevistas semiestruturadas. Os resultados indicam uma avaliação bastante positiva do curso, por parte dos egressos, e alguns questionamentos que sugerem aperfeiçoamento do curso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ademilson de Sousa Soares, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), graduado em Filosofia pela PUC MINAS. Professor adjunto da Faculdade de Educação da UFMG e professor do Programa de Pós-Graduação na mesma instituição. Atua nas áreas de infância, criança, educação infantil, filosofia, filosofia política, ética, políticas educacionais e formação de professores (pedagogia e licenciaturas).

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

SOARES, A. de S. Os egressos do curso de Pedagogia a distância da UFMG e a atuação profissional na educação infantil. Revista Docência do Ensino Superior, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 142-164, 2017. DOI: 10.35699/2237-5864.2017.2198. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2198. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos