Mapeamento de produções brasileiras sobre o uso da Modelagem Matemática no ensino de Cálculo Diferencial e Integral

  • Jefferson Dantas de Oliveira Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA, Brasil.
  • Zulma Elizabete de Freitas Madruga Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-1674-0479
Palavras-chave: Ensino Superior. Modelagem Matemática. Cálculo Diferencial e Integral.

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa cujo objetivo foi investigar como a Modelagem Matemática (MM) se apresenta nas pesquisas acadêmicas que a utilizam para o ensino e a aprendizagem do Cálculo Diferencial e Integral (CDI). Como abordagem metodológica, utilizaram-se os procedimentos do Mapeamento na Pesquisa Educacional. Os dados foram constituídos a partir da seleção de dez pesquisas publicadas em três bancos de dados. Para a análise, estabeleceram-se inicialmente cinco categorias: a) referenciais teóricos da pesquisa; b) problemas investigados/interesses de pesquisa; c) metodologias utilizadas; d) principais resultados; e) perspectivas de continuidade do estudo. O estudo permitiu identificar a relevância da utilização de métodos como a MM no ensino e na aprendizagem da disciplina CDI. Verificou-se ainda que a utilização dessa metodologia permite que os estudantes sintam-se mais interessados na aprendizagem dos conteúdos abordados na disciplina.

Biografia do Autor

Jefferson Dantas de Oliveira, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA, Brasil.

Mestre em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Licenciado
em Matemática pela UESC.

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA, Brasil.

Doutora em Educação em Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação Matemática da UESC.

Referências

ALVES-MAZZOTTI, Alda J. O método nas Ciências Sociais. In: GEWANDSNAJDER, F. O método nas Ciências Sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 1998. cap. 4. p. 145-152.

BASSANEZI, Rodney C. Ensino-aprendizagem com Modelagem Matemática. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2010.

BIEMBENGUT, Maria Salett. Modelagem Matemática & Implicações no Ensino e Aprendizagem de Matemática. 3. ed. Blumenau: Edifurb, 2007.

BIEMBENGUT, Maria Salett. Mapeamento na Pesquisa Educacional. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2008.

BLUM, Werner; NISS, Mogens. Applied mathematical problem solving, modelling, applications, and links to other subjects – state, trends and issues in mathematics instruction. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v. 22, n. 1, p. 37-68, 1991.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 1994. p. 15-80.

BORBA, Marcelo de C.; BIZELLI, Maria Helena S. S. O conhecimento matemático e o uso de softwares gráficos. Educação Matemática em Revista, n. 7, ano 6, p. 45, 1999.

BRITO, Arlete de J.; CARDOSO, V. C. Uma abordagem histórico-pedagógica dos fundamentos do Cálculo Diferencial: reflexões metodológicas. Zetetiké, v. 5, n. 1, p. 129-144, 1997.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sergio. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2009. 240 p.

GOMES, Eloiza. Ensino e aprendizagem de cálculo na engenharia: um mapeamento das publicações nos COBENGE. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE ESTUDANTES DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 16., 2012, Canoas. Anais... Canoas: ULBRA, 2012.

GUEDIN, Juliana. Cálculo diferencial e integral: o ensino como uma abordagem histórica e suas contextualizações. 2004. Monografia (Especialização em Educação Matemática) – Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2004.

MADRUGA, Zulma E. F; BIEMBENGUT, Maria S. Modelagem e Aleg(o)rias: um enredo entre cultura e educação. Curitiba: Editora Appris, 2016.

REZENDE, Wanderley M. O ensino de Cálculo: dificuldades de natureza epistemológica. In: MACHADO, Nilson; CUNHA, Marisa (Org.). Linguagem, Conhecimento, Ação – ensaios de epistemologia e didática. São Paulo: Escrituras, 2003.

PONTE, João P. da. Concepções dos professores de Matemática e processos de formação. In: BROWN, M. et al. (Ed.). Educação e Matemática: Temas de investigação. Lisboa: IIE e Secção de Educação e Matemática da SPCE, 1992. p. 186-239.

SANTOS, Sílvia P. dos; MATOS, Marcia G. O. O ensino de Cálculo I no curso de Licenciatura em Matemática: obstáculos na aprendizagem. Revista Eventos Pedagógicos, v. 3, n. 3, p. 458-473, ago./dez. 2012.

WROBEL, Julia S. et al. O mapa do ensino de Cálculo nos últimos 10 anos do COBENGE. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA, 41., 2013, Gramado. Anais... Gramado, Rio Grande do Sul: UFRGS, 2013.
Publicado
2018-12-10
Como Citar
OLIVEIRA, J. D. DE; MADRUGA, Z. E. DE F. Mapeamento de produções brasileiras sobre o uso da Modelagem Matemática no ensino de Cálculo Diferencial e Integral. Revista Docência do Ensino Superior, v. 8, n. 2, p. 211-227, 10 dez. 2018.
Seção
Artigos