Docência superior e ensino remoto

relatos de experiências numa instituição de ensino superior privada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.24717

Palavras-chave:

Ensino remoto, Plataformas de ensino, Vivências docentes na pandemia

Resumo

O presente artigo relata a experiência de três professores: um de exatas, outro de humanas e o terceiro, em ambas as áreas, os quais passaram pela transição do ensino presencial para o remoto, devido à pandemia, em uma instituição de ensino superior privada. O objetivo foi relatar a vivência mediada pelas tecnologias digitais de informação e comunicação e descrever em que medida a mudança provocada pela oferta do ensino remoto impactou a prática pedagógica, as comunicações e as relações entre os pares durante esse processo. Sob um viés teórico, foram abordadas temáticas como cibercultura, formação do docente do ensino superior e pesquisa narrativa. Consideramos que a pandemia proporcionou alterações de forma singular e que a apropriação de certas tecnologias digitais se tornaram vitais para o ensino remoto, corroborando com a realidade contemporânea da cultura digital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Judilma Aline de Oliveira Silva, Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), São João Del Rei, MG, Brasil e Faculdade Machado Sobrinho (FMS), Juiz de Fora, MG, Brasil.

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Viçosa (1997), mestre (2000) e doutora (2019) em Educação Brasileira, Gestão e Práticas Pedagógicas pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Atualmente é pesquisadora da Universidade Federal de Juiz de Fora, professora substituta da Universidade Federal de São João Del Rei, professora titular da Faculdade Machado Sobrinho, avaliadora do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e tutora a distância do Curso de Pedagogia, pela Universidade Aberta do Brasil, da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Daniele Antunes Rangel, Faculdade Machado Sobrinho (FMS), Juiz de Fora, MG, Brasil.

Mestre em Psicologia (2011) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Professora e Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade Machado Sobrinho. Psicóloga responsável pelo Instituto Vida – Serviço de Psicologia Aplicada, da Faculdade Machado Sobrinho. Especialista em Ciência da Religião (2005) pela UFJF; Psicanalista (2005) pela Sociedade de Estudos Psicanalíticos de Juiz de Fora; Pós-Graduada em Psicologia Médica e Psicossomática (2000) pela Estácio; Graduada em Psicologia (1999) pela UFJF.

Itamar Antônio de Souza, Faculdade Machado Sobrinho (FMS), Juiz de Fora, MG, Brasil.

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2005). MBA em Executivo em Gestão Empresarial pelo Instituto Nacional de Pós-graduações (2011). Mestre em Gestão de Sistemas de Engenharia pela Universidade Católica de Petrópolis (2020). Atualmente é professor universitário da Faculdade Machado Sobrinho e Instrutor de Formação Profissional C – SENAI, Departamento Regional de Minas Gerais.

Referências

ARROYO, Miguel G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. 5. ed. Petropólis, RJ:Vozes, 2000.

BACICH, Lilian; TANZI NETO, Adolfo; DE MELLO TREVISANI, Fernando. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Penso Editora, 2015.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BRUNO, Adriana R. et al. Coaprendizagem em rede na formação docente: plasticidade, colaboração e rizomas. In: Okada, A. (ed.). 2012. Open Educational Resources and Social Networks: Co-Learning and Professional Development. London: Scholio Educational Research & Publishing. Disponível em: http://oer.kmi.open.ac.uk/wp-content/uploads/cap14_grupar.pdf. Acesso em: out. 2018.

BRUNO, Adriana R. A linguagem emocional em ambientes telemáticos: tecendo a razão e a emoção na formação de educadores. 2002. Dissertação (Mestrado em Educação: Currículo) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2002.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY, F. Michael. Narrative Inquiry: experience and story in qualitative research. Translation: Narrative inquiry group and teacher education ILEEI/UFU. Uberlândia: EDUFU, 2011.

GATTI, Bernadete A. Formação de professores: condições e problemas atuais. Revista Internacional de Formação de Professores (RIFP), Itapetininga, v. 1, n. 2, p. 161-171, 2016. Disponível em: https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/347. Acesso em: 11 ago. 2020.

HUG, Theo; LINDNER, Martin; BRUCK, Peter A. Microlearning: Emerging concepts, practices and technologies after e-learning. Proceedings of Microlearning, v. 5, n. 3, 2005.

LÉVY, Pierre. The Semantic Sphere 1. Computation, cognition and information economy. Canadá. Wiley Iste, 2011.

NOVOA, António. Os professores na virada do milênio: do excesso dos discursos à pobreza das práticas. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 11-20, jun. 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97021999000100002&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 11 ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-97021999000100002.

ROZENFELD, Henrique; AMARAL, Daniel Capaldo. Gestão de projetos em desenvolvimento de produtos. São Paulo: Saraiva, 2006.

SANTOS, Edméa. Notícias: EAD, palavra proibida. Educação online, pouca gente sabe o que é. Ensino remoto, o que temos para hoje. Mas qual é mesmo a diferença? #livesdejunho. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1119. Acesso em: 10 ago. 2020.

SERRES, Michel. Polegarzinha. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

TUBINO, Dálvio. Jogos Educacionais LSSP. 2008. Disponível em: http://lssp.deps.ufsc.br//index_arquivos/LSSP_PCP.htm. Acesso em: 13 ago. 2020.

VALENTE, Carlos; MATTAR, João. Second Life e Web 2.0 na educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias. São Paulo: Novate, 2007.

Docência superior e ensino remoto: relatos de experiências numa instituição de ensino superior privada

Downloads

Publicado

2020-11-28

Como Citar

SILVA, J. A. de O.; RANGEL, D. A. .; SOUZA, I. A. de . Docência superior e ensino remoto: relatos de experiências numa instituição de ensino superior privada. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–19, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.24717. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/24717. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Seção especial: docência no ensino superior em tempos de pandemia