Relato de experiência no Projeto Gestão de Políticas Públicas Informadas por Evidências

desafios na pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.24728

Palavras-chave:

Política informada por evidências, Sistema Único de Saúde, Competência profissional, Educação em Saúde

Resumo

Este trabalho tem como objetivo relatar a vivência docente no Projeto Gestão de Políticas Públicas Informadas por Evidências no contexto da pandemia de COVID-19. A proposta metodológica para atuação docente na formação de profissionais de um currículo com abordagem construtivista e estratégias educacionais ativas, correlacionando teoria com a prática profissional, foi ajustada no atual contexto de saúde do país. Com a mudança espaço-temporal, o uso de tecnologias educacionais no formato on-line foi fundamental para que as ferramentas e os fundamentos do pensamento estratégico-situacional subsidiassem a gestão, monitoramento e avaliação dos Planos de Ação. A introdução de tecnologias digitais de informação e comunicação permitiu a continuidade da formação em diferentes espaços, tempos e situações e proporcionou, ao grupo de alunos, docentes/facilitadores e coordenação, compreender a importância da articulação dos conhecimentos, habilidades e atitudes para a implantação dos Planos de Ação, integrando de forma crítica a tecnologia para o fazer pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sueli Fatima Sampaio, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, Brasil.

Graduação em Enfermagem (1986), mestrado em Educação (1995) pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, doutorado em Enfermagem (2000) e pós-doutorado (2014) pela Universidade de São Paulo (2000). Professora associada/sênior da Universidade Federal de São Carlos no Programa de Pós-Graduação Gestão da Clínica. Facilitadora de ensino/aprendizagem em Projeto de Apoio ao SUS pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa.

Regina Elizabeth Lourenço Cabral Souza, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês (IEP/HSL), São Paulo, SP, Brasil.

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Metodista de São Paulo (2006), mestrado (2011) e doutorado (2016) em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo. Professora de graduação/pós-graduação, atuando com metodologias ativas de ensino-aprendizagem, aprendizagem baseada em problemas, educação permanente e ambiente virtual.  Facilitadora de ensino/aprendizagem em Projeto de Apoio ao SUS pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa.

Ana Maria Valle Rabello, Fundação Dom Cabral, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Psicóloga com formação em Psicanálise, especialista em Gestão Estratégica de Recursos Humanos, mestre em Psicologia (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais), doutora em Psicologia (Universidade Federal Fluminense), servidora aposentada da Fundação Hemominas Professora do curso de Medicina do Centro Universitário UNI-BH e da Fundação Dom Cabral. Facilitadora de Aprendizagem do Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês.

Renata Lemos Petta, Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês (IEP/HSL), São Paulo, SP, Brasil.

Graduação em Psicologia pela Universidade Cruzeiro do Sul (2012), especialista em Processos Educacionais na Saúde pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa (2016) e mestrado em Ciências pela Universidade de São Paulo (2016). Facilitadora de ensino/aprendizagem em Projeto de Apoio ao SUS pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa.

Silvio Fernandes da Silva, Hospital Sírio Libanês, São Paulo, SP, Brasil.

Médico com especializações em Cirurgia Pediátrica (residência médica) e Saúde Pública e doutorado em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Atualmente, é especialista em projeto do Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, coordenador do projeto Gestão de Políticas de Saúde Informadas por Evidências do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde.

André Vinicius Batista de Assis, Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, MS, Brasil.

Graduação em Comunicação Social-Jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2003), mestrado em Saúde Coletiva (2016) pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL) com especializações em Saúde Pública pela Fiocruz e em Processos Educacionais na Saúde pelo IEP/HSL. Facilitador de ensino/aprendizagem em Projeto de Apoio ao Sistema Único de Saúde no IEP/HSL. Diretor da Escola de Saúde Pública Dr. Jorge David Nasser na Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul.

Referências

ABREU-TARDELLI. Aportes para compreender o trabalho do professor iniciante em EaD. 2006. 213 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/bitstream/handle/13799/1/Tese%20Lilia%20Santos%20Abreu-Tardelli.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Desafios e possibilidades da atuação docente on-line. Revista PUC Viva, São Paulo, n. 24, jul./set. 2005.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Transformação no trabalho e na formação docente na educação a distância on-line. Em aberto, Brasília, v. 23, n. 84, p. 67-77, nov. 2010. Disponível em: https://ceduc.unifei.edu.br/wp-content/uploads/2020/05/transformacoes_no_trabalho_e_formacao_docente_ead.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020.

ARENDT, Hannah. A condição humana: Hannah Arendt. Tradução de Roberto Raposo. 10. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

AUSUBEL, David Paul; NOVAK, Joseph Donald; HANESIAN, Helen. Psicologia educacional. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

BARROWS, Howard S. Problem-Based Learning Applied to Medical Education. Springfield: Southern Illinois University School of Medicine, 2000.

BARUS-MICHEL, Jacqueline; GIUST-DESPRAIRIES, Florence; RIDEL, Luc. Crises: aproache psychosociale clinique. Paris: Desclée de Brouwer, 1996.

BRASIL. Decreto Legislativo nº 6 de 20 de março de 2020. Reconhece, para os fins do art. 65 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública, nos termos da solicitação do Presidente da República encaminhada por meio da Mensagem nº 93, de 18 de março de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 mar. 2020a.

BRASIL. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. Portaria nº 345, de 19 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das disciplinas presenciais, em andamento, por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação, por instituição de educação superior integrante do sistema federal de ensino. Diário Oficial da União, seção 1, Brasília, DF, p. 1, 19 mar. 2020b.

CONTANDRIOPOULOS, André-Pierre; CHAMPAGNE, François; DENIS, Jean-Louis; PINEAULT, Raynald. A avaliação na área de saúde: conceitos e métodos. In: HARTZ, Zulmira Maria Araújo (org.). Avaliação em Saúde: dos Modelos conceituais à Prática na Análise da Implantação de Programas. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 1997. p. 29-47.

DEJOURS, Christophe. Subjetividade, trabalho e ação. Revista Produção, São Paulo, v. 14, n. 3, p. 27-34, set./dez. 2004. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/prod/v14n3/v14n3a03.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65132004000300004.

KHUN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.

LAVIS, John N.; OXMAN, Andrew D.; LEWIN, Simon; FRETHEIM, Atle. Support Tools for Evidence-Informed Health Policymaking (STP). Health Research Policy Systems, v. 7, n. 1, p. 1-7, dez. 2009. Disponível em: https://health-policy-systems.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/1478-4505-7-S1-I1.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.1186/1478-4505-7-S1-I1.

LIMA, Valéria Vernaschi et al. Aprendizagem baseada em equipes: diretrizes, etapas e recomendações. São Paulo: Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa, 2016. (Nota Técnica, 4).

MATUS, Carlos. Adeus, senhor presidente: governantes governados. 3. ed. São Paulo: Fundação do Desenvolvimento Administrativo, 1996.

NUNES, Lucyene Lopes da Silva Todesco; ROSA, Luziana Quadros da; SOUZA, Márcio Vieira de; SPANHOL, Fernando José. Educação em rede: tendências tecnológicas e pedagógicas na sociedade em rede. EmRede – Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 3, n. 2, p. 197-212, nov. 2016. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/116. Acesso em: 10 dez. 2020.

SACRISTÁN, José Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 1998.

SCHMIDT, Henk G. Foundations of Problem-Based Learning: some explanatory notes. Medical Education, v. 27, n. 5, p. 422-32, 1993. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1365-2923.1993.tb00296.x. Acesso em: 10 dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1365-2923.1993.tb00296.x.

SCORSOLINI-COMIN, Fabio. Psicologia da educação e as tecnologias digitais de informação e comunicação. Psicologia Escolar e Educacional, Maringá, v. 18, n. 3, p. 447-455, set./dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572014000300447&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 20 nov. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-3539/2014/0183766.

SILVA, Sílvio Fernandes; GOMES, Romeu; BARRETO, Jorge Otávio Maia. Gestão de políticas de saúde informadas por evidências 2018–2020. São Paulo: Hospital Sírio-Libanês; Brasília: Ministério da Saúde, 2018. (Projetos de Apoio ao SUS, 47).

SILVA, Sílvio Fernandes; SOUZA, Nathan Mendes; BARRETO, Jorge Otávio Maia. Fronteiras da autonomia da gestão local de saúde: inovação, criatividade e tomada de decisão informada por evidências. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 11, p. 4427-4438, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v19n11/1413-8123-csc-19-11-4427.pdf. Acesso em: 10 dez. 2020. DOI: https://DOI.ORG/10.1590/1413-812320141911.16612013.

Relato de experiência no Projeto Gestão de Políticas Públicas Informadas por Evidências: desafios na pandemia

Publicado

2020-12-29

Como Citar

SAMPAIO, S. F.; LOURENÇO CABRAL SOUZA, R. E.; RABELLO, A. M. V. .; PETTA, R. L.; SILVA, S. F. da; ASSIS, A. V. B. de. Relato de experiência no Projeto Gestão de Políticas Públicas Informadas por Evidências: desafios na pandemia. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 10, p. 1–19, 2020. DOI: 10.35699/2237-5864.2020.24728. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/24728. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Seção especial: docência no ensino superior em tempos de pandemia