Histórias de vida e formação

influências e motivações para a docência do ensino superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2021.34584

Palavras-chave:

Histórias de vida, Formação, Docência superior, Saberes docentes

Resumo

O presente artigo é parte de um estudo que teve como um dos seus objetivos investigar as histórias de vida e formação dos docentes, enfatizando as influências e motivações dos professores para a docência do ensino superior. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa que investigou seis professores atuantes nos cursos de Pedagogia de uma universidade pública da Bahia. A entrevista semiestruturada foi o instrumento de coleta de dados utilizado e, para o tratamento dos dados, recorreu-se à análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa evidenciaram que a história de vida e formação, as experiências de escolarização, as influências familiares, as relações estabelecidas com os pares, bem como o contexto social no qual os professores estão inseridos são fatores que fazem parte da dimensão temporal dos saberes docentes e repercutem na escolha e no posterior exercício no ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edmila Silva de Oliveira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Amargosa, BA, Brasil.

Mestra em Educação. Professora substituta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Integrante do Grupo de Pesquisa Estudos em Linguagem, Formação de Professores e Práticas Educativas (GELFORPE).

Denise Aparecida Brito Barreto, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Vitória da Conquista, BA, Brasil.

Doutora em Educação. Professora plena da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Líder do Grupo de Pesquisa Estudos em Linguagem, Formação de Professores e Práticas Educativas (GELFORPE).

Referências

ABREU, Elzenita Falcão de; ALENCAR, Heloisa Moulin de; COUTO, Leandra Lúcia Moraes. Formação acadêmica e influência dos professores nos projetos profissionais de universitários. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 15, n. 31, p. 430-451, 2019. DOI: https://doi.org/10.22481/praxis.v15i31.4681. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4681/3684. Acesso em: 18 jan. 2021.

AMADO, João. Manual de investigação qualitativa em Educação. 3. ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017.

AMADO, João; COSTA, André Pedro; CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro. Procedimentos de análise de dados. In: AMADO, João. Manual de investigação qualitativa em Educação. 3. ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017. p. 301-354.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARRETO, Denise Aparecida Brito; SOUZA, Ester Maria Figueiredo. Em torno da noção da formação continuada de docentes: a terminalidade do curso e a profissão como balizadoras. In: LIMA, Adenaide Amorim; BARRETO, Denise Aparecida Brito; SANTOS, Tamires Dias (org.). Educação e Formação Docente: reflexões filosóficas, estéticas, políticas e étnico-raciais. Curitiba: CRV, 2016. 152 p.

CAMPOS, Casemiro de Medeiros. Saberes docentes e autonomia dos professores. Petrópolis: Vozes, 2013.

CUNHA, Maria Isabel da. O bom professor e a sua prática. 12. ed. Campinas: Papirus, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GAUTHIER, Clermont. Por uma teoria da Pedagogia. Pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2013.

GUEDES, Neide Cavalcanti. O espaço/lugar da atividade docente e as tramas que envolvem o cotidiano da sala de aula. Revista Exitus, Santarém, PA, v. 9, n. 1, p. 34-62, 2019. DOI: https://doi.org/10.24065/2237-9460.2019v9n1ID715. Disponível em: http://ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/715. Acesso em: 29 fev. 2021.

LESSARD, Claude; TARDIF, Maurice. La profession enseignante au Québec (1945- 1990). Histoire, système et structures. Montreal: Presses de l’Université de Montréal, 1996.

MASETTO, Marcos Tarciso (org.). Docência na universidade. São Paulo: Papirus, 1998.

MASETTO, Marcos Tarciso. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio da pesquisa social. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2016. Cap. 1, p. 9-28.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

RECH, Rose Aparecida Colognese; COSTA, Fatima Terezinha Lopes da; GOMES, Marcia Cristina Gouvea. Trajetórias docentes: caminhos que se completam. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 9, e014678, p. 1-15, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/14678/12979. Acesso em: 28 fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.35699/2237-5864.2019.14678.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários. Quebec: CRIPFE, 1999.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

TARDIF, Maurice; RAYMOND, Danielle. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Revista Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 21, n. 73, p. 209-244, dez. 2000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/Ks666mx7qLpbLThJQmXL7CB/?lang=pt. Acesso em: 14 mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302000000400013.

Downloads

Publicado

22-12-2021

Como Citar

OLIVEIRA, E. S. de; BARRETO, D. A. B. Histórias de vida e formação: influências e motivações para a docência do ensino superior. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 11, p. 1–18, 2021. DOI: 10.35699/2237-5864.2021.34584. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/34584. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos