Tecendo estratégias didáticas por meio do estágio supervisionado em terapia ocupacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2023.40760

Palavras-chave:

população em situação de rua, estratégias didáticas, estágio supervisionado, terapia ocupacional

Resumo

O objetivo do artigo foi descrever os caminhos didático-pedagógicos para a construção do estágio supervisionado em terapia ocupacional no campo social. A terapia ocupacional social é um campo de saberes e práticas que, por meio de ações que articulam o macro e o microssocial, se direciona a populações em fragilidade ou rupturas das redes sociais de suporte e que vivenciam dificuldades na participação social. Adota-se como metodologia o relato de experiência que toma como dados os registros do estágio supervisionado. Apesar dos impasses relacionadas às ações desenvolvidas no estágio, foi possível constituir o raciocínio profissional a partir do aporte teórico-metodológico que a terapia ocupacional social propõe. Entende-se os desafios contextuais para a elaboração de uma estratégia didática que possibilite a construção do raciocínio profissional, tendo como lócus central as práticas desenvolvidas no estágio supervisionado, porém ressalta-se a potência que este espaço possui ao alinhavar a realidade do campo com as discussões teóricas construídas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Késia Maria Maximiano de Melo, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus Santa Maria, RS, Brasil.

Professora do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Doutora em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista. Terapeuta ocupacional pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas – UNCISAL.

Amara Lucia Holanda Tavares Battistel, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus Santa Maria, RS, Brasil.

Professora do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Terapeuta ocupacional pela Universidade Federal de Pernambuco – UFPE.

Tânia Fernandes Silva, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus Santa Maria, RS, Brasil.

Professora do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. Doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Mestre em Comunicação social pelo Centro Universitário Antônio Carlos – UNIPAC-JF.

Referências

ALMEIDA, Marta Carvalho de; SOARES, Carla Regina Silva; MALFITANO, Ana Paula Serrata; LOPES, Roseli Esquerdo; OLIVER, Fátima Correa; SOUTO, Ana Cristina Fagundes. Terapia Ocupacional nos serviços de proteção social básica do SUAS. In: CHAGAS, José Naum de Mesquita; BARROS, Denise Dias; ALMEIDA, Marta Carvalho de; COSTA, Samira Lima da. Terapia Ocupacional na Assistência Social. Rio de Janeiro: CREFITO 2, 2015. p. 13-26.

BARROS, Denise Dias; GHIRARDI, Maria Isabel Garcez; LOPES, Roseli Esquerdo. Terapia ocupacional e sociedade. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 10, n. 2/3, p. 71-76, 1999.

BARROS, Denise Dias; GHIRARDI, Maria Isabel Garcez; LOPES, Roseli Esquerdo. Terapia ocupacional social. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 95-103, 2002. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v13i3p95-103. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rto/article/view/13903. Acesso em: 30 dez. 2023.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Política Nacional de Assistência Social (PNAS/2004). Brasília: DF, 2005. Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Normativas/PNAS2004.pdf. Acesso em: 08 ago. 2022.

BRASIL. Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento. Decreto nº 7.053/2009, de 23 de dezembro de 2009. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 24 dez. 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d7053.htm. Acesso em: 08 ago. 2022.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Tipificação dos Serviços Socioassistenciais. Brasília: DF, 2013. Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Normativas/tipificacao.pdf. Acesso em: 08 ago. 2022.

BURIOLLA, Marta A. Feiten. Estágio Supervisionado. São Paulo: Cortez, 1995.

CARDOSO, Nathalia Tomas. Experiências de estágio profissionalizante em uma casa de passagem de Santos/SP: percursos reflexivos e possibilidades de trabalho em terapia ocupacional social. Monografia (Graduação em Terapia Ocupacional) – Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2022.

CASTEL, Robert. Da indigência à exclusão, a desfiliação: precariedade do trabalho e vulnerabilidade relacional. In: LANCETTI, Antonio (org.). Saúde loucura. São Paulo: Hucitec, 1994. p. 21-48.

GALHEIGO, Sandra Maria. Repensando o lugar do social: a constituição de um campo de conhecimento em terapia ocupacional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE TERAPIA OCUPACIONAL, 6., 1991. Águas de Lindóia. Anais [...] Águas de Lindóia, 1991.

GALHEIGO, Sandra Maria. Terapia Ocupacional Social: uma síntese histórica acerca da constituição de um campo de saber e prática. In: LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula Serrata (org.). Terapia Ocupacional Social: desenhos teóricos e contornos práticos. São Carlos: EdUFSCar, 2016. p. 49-68.

LOPES, Roseli Esquerdo. A direção que construímos: algumas reflexões sobre a formação do terapeuta ocupacional. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 4/7, p. 27-35, 1993.

LOPES, Roseli Esquerdo; ADORNO, Rubens de Camargo Ferreira; MALFITANO, Ana Paula Serrata; TAKEITI, Beatriz Akemi; SILVA, Carla Regina; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira. Juventude pobre, violência e cidadania. Saúde & Sociedade, v. 17, n. 3, p. 63-76, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-12902008000300008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sausoc/a/xDfVHWyfDB4cFsfSJnQ46Np/. Acesso em: 30 dez. 2023.

LOPES, Roseli Esquerdo; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira; CAPPELARO, Mayra. Acompanhamento individual e articulação de recursos em Terapia Ocupacional Social: compartilhando uma experiência. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), São Paulo, v. 35, p. 233-238, 2011.

LOPES, Roseli Esquerdo; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira; TRAJBER, Natalia Keller de Almeida; SILVA, Carla Regina; CUEL, Brena Talita. Oficinas de atividades com jovens da escola pública: tecnologias sociais entre educação e terapia ocupacional. Interface (Botucatu. Impresso), Botucatu, v. 15, p. 277-288, 2011.

LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula Serrata; SILVA, Carla Regina; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira. Recursos e tecnologias em Terapia Ocupacional Social: ações com jovens pobres na cidade. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar, São Carlos, v. 22, p. 591-602, 2014.

LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula Serrata. Traçados técnico-práticos e cenários contemporâneos: a experiência do METUIA/UFSCar em terapia ocupacional social. In: LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula Serrata (org.). Terapia Ocupacional Social: Desenhos Teóricos e Contornos Práticos. São Carlos: EdUFSCar, 2016. p. 297-305.

LOPES, Roseli Esquerdo. Cidadania, Direitos e Terapia Ocupacional Social. In: LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula Serrata (org.). Terapia Ocupacional Social: desenhos teóricos e contornos práticos. São Carlos: EdUFSCar, 2016. p. 29-48.

MALFITANO, Ana Paula Serrata; ADORNO, Rubens de Camargo Ferreira; LOPES, Roseli Esquerdo. Políticas e ações sociais com a juventude em situação de rua. In: JUBRA – SIMPÓSIO INTERNACIONAL SOBRE JUVENTUDE BRASILEIRA, Juventudes Contemporâneas: um mosaico de possibilidades, 4., 2010. Belo Horizonte. Anais [...] Belo Horizonte: PUC Minas, 2010, v. 1, p. 1648-1658.

MARRAN, Ana Lúcia; LIMA, Paulo Gomes. Supervised curricular internship in Brazilian higher education: Some reflections. Revista e-curriculum, São Paulo, v. 7, n. 2, 2011.

MELO, Késia Maria Maximiano de; MALFITANO, Ana Paula; LOPES, Roseli Esquerdo. Os marcadores sociais da diferença: contribuições para a terapia ocupacional social. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, São Carlos, v. 28, n. 3, p. 1061-1071, 2020. DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoARF1877. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cadbto/a/PyVQWfBrjPMqSS9xWWNTKfK/?lang=en. Acesso em: 30 dez. 2023.

NASCIMENTO, Beatriz. Loucura, trabalho e ordem: o uso do trabalho e da ocupação em instituições psiquiátricas. 1991. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1991.

WERNECK, Marcos Azeredo Furquim; SENNA, Maria Inês Barreiros; DRUMOND, Marisa Maia; LUCAS, Simone Dutra. Nem tudo é estágio: contribuições para o debate. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 221-231, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000100027. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/yLcj3JycM3sWFVjSkDWBPLK/abstract/?lang=pt. Acesso em: 30 dez. 2023.

PAN, Lívia Celegati; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira; LOPES, Roseli Esquerdo. Recursos e metodologias para o trabalho de terapeutas ocupacionais na e em relação com a escola pública. In: LOPES, Roseli Esquerdo; BORBA, Patrícia Leme de Oliveira (org.). Terapia Ocupacional, Educação e Juventudes: Conhecendo Práticas e Reconhecendo Saberes. São Carlos: EdUFSCar, 2022. p. 97-126.

SILVA, Marina Jorge da; MALFITANO, Ana Paula Serrata. Oficinas de atividades, dinâmicas e projetos em Terapia Ocupacional Social como estratégia para a promoção de espaços públicos. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 25, e200055, 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/interface.200055. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/gtczzSqV3DqgrcSyscCwsVp/?lang=pt. Acesso em: 30 dez. 2023.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. Pró-Reitoria de Graduação. Projeto Pedagógico do Curso de Terapia Ocupacional. Santa Maria, 2018.

Downloads

Publicado

30-12-2023

Como Citar

MELO, K. M. M. de; BATTISTEL, A. L. H. T.; SILVA, T. F. Tecendo estratégias didáticas por meio do estágio supervisionado em terapia ocupacional. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 13, p. 1–17, 2023. DOI: 10.35699/2237-5864.2023.40760. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/40760. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos