Religiosidade e espiritualidade relacionadas às variáveis sociodemográficas, econômicas e de saúde entre idosos

Autores

  • Ana Teresa de Melo e Silva Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde, Uberaba MG , Brasil, Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde – PPGAS. Uberaba, MG – Brasil. http://orcid.org/0000-0002-2029-9420
  • Darlene Mara dos Santos Tavares Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde, Uberaba MG , Brasil, Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde – PPGAS. Uberaba, MG – Brasil. http://orcid.org/0000-0001-9565-0476
  • Nayara Paula Fernandes Martins Molina Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde, Uberaba MG , Brasil, Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde – PPGAS. Uberaba, MG – Brasil. http://orcid.org/0000-0001-8771-9242
  • Luiza Maria de Assunção Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde, Uberaba MG , Brasil, Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde – PPGAS. Uberaba, MG – Brasil. http://orcid.org/0000-0001-6106-1200
  • Leiner Resende Rodrigues Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde, Uberaba MG , Brasil, Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Programa de Pós-Graduação em Atenção à Saúde – PPGAS. Uberaba, MG – Brasil. http://orcid.org/0000-0002-1176-8643

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2019.49756

Palavras-chave:

Idoso, Saúde do Idoso, Envelhecimento Saudável, Fatores Socioeconômicos, Indicadores Econômicos, Indicadores Básicos de Saúde, Religião, Espiritualidade

Resumo

Introdução: o Brasil vivencia acelerado processo de envelhecimento populacional. Mediante as angústias advindas do envelhecimento, religiosidade/espiritualidade (R/E) ocupam lugar de destaque na vida de pessoas idosas. Objetivo: verificar a associação das variáveis sociodemográficas, econômicas e de saúde com as dimensões de religiosidade e espiritualidade. Metodologia: estudo transversal realizado por inquérito domiciliar com 643 idosos comunitários. Os instrumentos utilizados foram: miniexame do estado mental; caracterização dos dados sociodemográficos, econômicos e de saúde; medida multidimensional breve de religiosidade e espiritualidade. Foram realizadas análise descritiva e regressão linear múltipla com sete preditores: sexo, idade, escolaridade, estado conjugal, renda, número de doenças e percepção de saúde. Resultados: predominaram sexo feminino, 60├69 anos, estado conjugal casados, 1├4 anos de estudo e renda mensal de um salário mínimo. Relativamente à percepção de saúde, 39,8% informaram regular, 81,5% relataram duas ou mais doenças. Em todas as dimensões de religiosidade/espiritualidade (experiências espirituais diárias; valores/crenças; perdão; práticas religiosas particulares; superação religiosa; suporte religioso; religiosidade organizacional; autoavaliação global), o preditor sexo foi estatisticamente significativo. Em nenhuma das dimensões a renda foi estatisticamente significativa. Em quatro dimensões esteve presente o estado conjugal. Em duas dimensões a idade influenciou. Em três dimensões a escolaridade esteve associada de forma inversa. Em apenas uma dimensão o número de doenças impactou e em duas dimensões a percepção de saúde influenciou. Conclusão: foi possível perceber que todas as dimensões de religiosidade/ espiritualidade foram influenciadas pelo sexo. Além disso, todos os preditores, exceto renda, estão associados a pelo menos uma dimensão de religiosidade/espiritualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2010. Rio de Janeiro: IBGE; 2010[citado em 2018 set. 22]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/0000000144.pdf

Chaves LJ, Gil CA. Concepções de idosos sobre espiritualidade relacionada ao envelhecimento e qualidade de vida. Ciênc Saúde Colet. 2015[citado em 2018 out. 26];20(12):3641-52. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v20n12/1413-8123-csc-20-12-3641.pdf

Zenevicz L, Moriguchi Y, Madureira VSF. A religiosidade no processo de viver envelhecendo. Rev Esc Enferm USP. 2013[citado em 2018 out. 28];47(2):433-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v47n2/23.pdf

Koenig HG, King DE, Carson VB. Handbook of religion and health. 2th ed. New York: Oxford University Press; 2012.

Garces SBB, Figueiró MF, Hansen D, Rosa CB, Brunelli AV, Bianchi PDA, et al. Resiliência entre mulheres idosas e sua associação com o bem-estar espiritual e o apoio social. Estud Interdiscip Envelhec. 2017[citado em 2018 out. 28];22(1):9-30. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/43412

Abdala GA, Kimura M, Duarte YAO, Lebrão ML, Santos B. Religiosidade e qualidade de vida relacionada à saúde do idoso. Rev Saúde Pública. 2015[citado em 2018 out. 28];49:55. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v49/pt_0034-8910-rsp-S0034-89102015049005416.pdf

Amorim DNP, Silveira CML, Alves VP, Faleiros VP, Vilaça KHC. Associação da religiosidade com a capacidade funcional em idosos: uma revisão sistemática. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2017[citado em 2019 mar. 03];20(5):727-35. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v49/pt_0034-8910-rsp-S0034-89102015049005416.pdf

Bertolucci PHF, Brucki SMD, Campacci SR, Juliano Y. O mini exame do estado mental em uma população geral: impacto da escolaridade. Arq Neuropsiquiatr. 1994[citado em 2018 out. 28];52(1):1-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/anp/v52n1/01.pdf

Fetzer Institute, National Institute on Aging Working Group. Multidimensional measurement of religiousness, spirituality for use in health research. Kalamazoo: Fetzer Institute; 2003[citado em 2018 ago. 30]. Disponível em: http://fetzer.org/sites/default/files/images/resources/attachment/%5Bcurrent-date%3Atiny%5D/Multidimensional_Measurement_of_Religousness_Spirituality.pdf

Lebrão ML, Duarte YAO, organizadores. O Projeto Sabe no município de São Paulo: uma abordagem inicial. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, Ministério da Saúde; 2003[citado em 2018 out. 28]. Disponível em: http://www.fsp.usp.br/sabe/livrosabe/Livro_SABE.pdf

Curcio CSS. Validação da versão em português da “Brief Multidimensional Measure of Religiousness/Spirituality” ou “Medida Multidimensional Breve de Religiosidade/Espiritualidade” (BMMRS-P). Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora; 2013[citado em 2018 out. 05]. Disponível em: http://www.ufjf.br/nupes/files/2013/12/Disserta%C3%A7%C3%A3o-Valida%C3%A7%C3%A3o-BMMRS-Cristiane-S-S-Curcio.pdf

Batistoni SST, Prestesa SM, Cachionia M, Falcão DVS, Lopes A, Yassuda MS. et al. Categorização e identificação etária em uma amostra de idosos brasileiros residentes na comunidade. Psicol Reflex Crít. 2015[citado em 2018 out. 30];28(3):511-21. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/prc/v28n3/0102-7972-prc-28-03-00511.pdf

Pereira LV, Vasconcelos PP, Souza LAF, Pereira GA, Nakatani AYK, Bachion MM. Prevalência, intensidade de dor crônica e autopercepção de saúde entre idosos: estudo de base populacional. Rev Latino-Am Enferm. 2014[citado em 2018 ago. 30];22(4):662-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v22n4/pt_0104-1169-rlae-22-04-00662.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira 2013. Rio de Janeiro: IBGE; 2013[citado em 2018 nov. 22]. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv66777.pdf

Lenardt MH, Carneiro NHK. Associação entre as características sociodemográficas e a capacidade funcional de idosos longevos da comunidade. Cogitare Enferm. 2013[citado em 2018 ago. 30];18(1):13-20. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/31299/20008

Silva EF, Paniz VMV, Laste G, Torres ILS. Prevalência de morbidades e sintomas em idosos: um estudo comparativo entre zonas rural e urbana. Ciênc Saúde Colet. 2013[citado em 2018 out. 01];18(4):1029-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n4/16.pdf

Garbaccio JL, Silva AG, Barbosa MM. Avaliação do índice de estresse em idosos residentes em domicílio. Rev Rene. 2014[citado em 2018 out. 01];15(2):308-15. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/3240/324031263016.pdf

Silva CMJS. Espiritualidade e religiosidade das pessoas idosas: consequências para a saúde e bem-estar [tese]. Lisboa: Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Católica Portuguesa; 2012. 254 p. [citado em 2018 ago. 06]. Disponível em: https://repositorio.ucp.pt/handle/10400.14/10886

Curcio CSS, Lucchetti G, Almeida AM. Validation of the Portuguese version of the Brief Multidimensional Measure of Religiousness/Spirituality (BMMRS-P) in clinical and non-clinical samples. J Relig Health. 2013[citado em 2018 ago. 06];54(2):435-48. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24318672

Zuckerman P. Are men more likely to be secular than women? In: Hemant M. Friendly Atheist. 2014[citado em 2019 mar. 06]. Disponível em: https://friendlyatheist.patheos.com/2014/09/17/are-men-more-likely-to-be-secular-than-women/

Farinasso ALC, Labate RC. Luto, religiosidade e espiritualidade: um estudo clínico-qualitativo com viúvas idosas. Rev Eletrônica Enferm. 2012[citado em 2018 out. 04];14(3):588-95. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v14/n3/pdf/v14n3a15.pdf

Ellison CG. Religious involvement and subjective well-being. J Health Soc Behav. 1991[citado em 2018 out. 06];32(1):80-99. Disponível em: https://psycnet.apa.org/record/1992-27021-001

Lima LCV, Vilella WV, Bittar CML. Percepção sobre qualidade de vida entre idosos residentes em municípios de pequeno porte e sua relação com a religiosidade/espiritualidade. Rev Bras Ciênc Envelhecimento Hum. 2014[citado em 2018 out. 06];11(3):231-44. Disponível em: http://seer.upf.br/index.php/rbceh/article/view/4221/pdf

Saleem R, Khan AS. Impact of Spirituality on Well-Being among Old Age People. Int J Indian Psychol. 2015[citado em 2018 out. 07];2(3):172-81. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/a551/c97431f85b3442630df8f6b09095c15bb41b.pdf

Publicado

20-12-2019

Como Citar

1.
Silva AT de M e, Tavares DM dos S, Molina NPFM, Assunção LM de, Rodrigues LR. Religiosidade e espiritualidade relacionadas às variáveis sociodemográficas, econômicas e de saúde entre idosos. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 20º de dezembro de 2019 [citado 23º de maio de 2024];23(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49756

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)