A COR E O PROFESSOR DE ARTE

O ENSINO DA COR NA EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILERA

Autores

  • MILENA QUATTRER Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), Brasil http://orcid.org/0000-0001-6941-8008
  • ANNA PAULA SILVA GOUVEIA Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Palavras-chave:

Cor, Professor de Arte, Livro didático

Resumo

O presente artigo se propõe a apresentar os apontamentos e reflexões gerados a partir das análises do questionário semiaberto respondido por professores de Arte atuantes nas redes pública e particular de educação básica brasileira, acerca do ensino e estudo da cor nas aulas de Arte. As análises permitem afirmar que faltam aos professores de Arte conhecimentos teóricos básicos, materiais e estrutura física adequada que os possibilitem desenvolver procedimentos de ensino-aprendizagem sobre cor em consonância com as circunstâncias e necessidades da sociedade contemporânea.

Biografia do Autor

MILENA QUATTRER, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), Brasil

Docente e pesquisadora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ - Campus Belford Roxo). Aluna regular do curso de Doutorado em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) com o projeto intitulado A cor no livro didático de Arte. Mestre em Artes Visuais (2013), pela mesma instituição, com o projeto intitulado Cor e infográfico - O Design da Informação na imprensa e no livro didático. Graduada em Educação Artística - Artes Plásticas nas modalidades Licenciatura (2008) e Bacharelado (2010) pela UNICAMP. Atua nos grupos de pesquisa Mantis - cor, cariz e sintaxe visual (UNICAMP) e Sustentabilidade e Economia Criativa: estudo do setor têxtil-confeccionista e de moda (IFRJ). Pesquisa os seguintes temas: Cor e educação estética; Cor e design da informação; Artesanato e Moda no contexto da Sustentabilidade e da Economia Criativa; Construção de acervo, registro, catalogação, sistematização de Indumentária e de Moda. Foi Professora de Arte da Rede Municipal de Campinas, supervisora bolsista do subprojeto de Artes Visuais (UNICAMP) do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), da CAPES e Professora Visitante do Curso de Especialização em Design Gráfico da UNICAMP. Expôs na Quadrienal de Praga (2007) os projetos coletivos de cenografia Aruana Heto e Nelson Rodrigues mostra a vida como ela é. Com este último projeto participou da Riocenacontemporânea 2007 e da Exposição Brasileira de Cenografia e Figurinos: o universo e a obra dramática de Nelson Rodrigues (2007).

ANNA PAULA SILVA GOUVEIA, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Brasil

Arquiteta (1986) e Doutora (1998) em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo - FAU USP. Professora e pesquisadora da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP nos cursos de graduação em Artes Visuais e Arquitetura e Urbanismo. Diretora Associada do Instituto de Artes da UNICAMP (gestão 2011-2015). Coordenadora dos Programas de Pós-graduação em Artes (gestão 2009-2015) e Artes Visuais (gestão 2010-2011) do Instituto de Artes da UNICAMP. Experiência em Arquitetura, Artes Visuais e Desenho Industrial, com ênfase em Design Gráfico e Comunicação Visual. Pesquisa os seguintes temas: Metodologia de projeto e ensino; Cor e tipografia aplicada à paisagem urbana; Arte-joalheria. Membro da diretoria da SBDI - Sociedade Brasileira de Design da Informação - gestões 2007/2008 e 2009/2010. Membro do Conselho Editorial da Revista Infodesign e da Revista Visuais do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da Unicamp. Membro do Comitê Científico da Revista Educação Gráfica- UNESP Bauru, Revista Pitágoras 500 - Unicamp e Revista Oculum Ensaios. Assessor AdHoc FAPESP, CNPQ, MACKPesquisa e SAE/PIBIC UNICAMP.

Referências

BARBOSA, A. M. A imagem no ensino da arte: anos 1980 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2012.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte: Ensino de primeira à quarta série. Brasília: MEC/SEF, 1997.

GAGE, J. Color in art. Londres: Thames & Hudson, 2006.

SILVA, J. M. K. Sala de arte: a importância do espaço. In: PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. O professor PDE e os desafios da escola pública paranaense: produção didático-pedagógica, 2008.Curitiba: SEED/PR., 2011. v.2. (Cadernos PDE). Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1657-8.pdf>. Acesso em: 6 jul. 2017.

QUATTRER, M.; GOUVEIA, A. P. S. O ensino da cor nos livros didáticos de Arte. In: Simpósio sobre Materiais e Recursos Didáticos, 4., 2015, Rio de Janeiro. Anais do V Simpósio sobre o Livro Didático de Língua Materna e Língua Estrangeira & do IV Simpósio sobre Materiais e Recursos Didáticos, São Paulo: Blucher Design

Proceedings, 2016. São Paulo: Blucher, 2016. p. 40-52. Disponível em: <http://www.proceedings.blucher.com.br/article-details/22570> Acesso em: 29 mai. 2017.

Downloads

Publicado

2017-11-22

Como Citar

QUATTRER, M.; GOUVEIA, A. P. S. A COR E O PROFESSOR DE ARTE: O ENSINO DA COR NA EDUCAÇÃO BÁSICA BRASILERA. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], p. 165–193, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/15503. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Seção temática