O Grupo Miguilim e a narração oral de literatura

a palavra filmada e as fronteiras da arte convivial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2021.20693

Palavras-chave:

Narração oral, Grupo Miguilim, Convívio, Palavra filmada

Resumo

Para Jorge Dubatti (2007), paralelamente ao teatro, a narração oral é uma arte convivial, que prima pelo convívio poético presencial estabelecido entre narrador oral e espectador. Por outro lado, a literatura oral in vivo admite a intermediação tecnológica (tecnovívio). O Museu Casa Guimarães Rosa em Cordisburgo, MG, abriga há 24 anos o Grupo Miguilim, jovens narradores que narram trechos de Guimarães Rosa compartilhando poíesis em convívio presencial. A partir dos filmes de Anita Leandro das narrações dos “miguilins”, desde 2006, o artigo reflete sobre as fronteiras da narração oral de literatura como arte convivial que ao mesmo tempo pode se prestar para a gravação de áudio-livros e para um cinema documentário singular que preserva a narração em planos únicos.

Referências

BOVO, A. M. Narrar, oficio trémulo: conversaciones con Jorge Dubatti. Buenos Aires: Atuel, 2002.

BUSATTO, C. A arte de contar histórias no sáculo XXI: tradição e ciberespaço. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2006.

DUBATTI, J. Filosofia del Teatro I: Convívio, Experiência y Subjetividad. Buenos Aires: Atuel, 2007.

DUBATTI, J. Filosofia del Teatro II: Cuerpo Poético y Función Ontologica. Buenos Aires: Atuel, 2010.

DUBATTI, J. Teatro-Matriz, Teatro Liminal: Estudios de Filosofía del teatro y Poética Comparada. Buenos Aires: Atuel, 2016.

DUBATTI, J. Teatro-Matriz, Teatro Liminal: Estudios de Filosofía del teatro y Poética Comparada. Buenos Aires: Atuel, 2016.

LEANDRO, A. Filmar o texto: vestígios da memória e palavra viva em narrações da obra de

Guimarães Rosa (no prelo).

MARTINS, N. S. O léxico de Guimarães Rosa. São Paulo: Fapesp/Edusp, 2001.

PERPÉTUA, D. P.; LEANDRO, A. Miguilim vai ao cinema. In: Caletroscópio, Revista do Programa de Pós Graduação em Letras: Estudos da Linguagem, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, ano 2, nº2, Jan./Jun.2014. p. 9-21.

ROSA, J. G. Tutaméia: terceiras estórias. 5. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1979.

SPERRY, D. A palavra conta [Publicado pelo movimentoBlit]. 15 out. 2011. (28 min). Disponível em: <https://youtu.be/TlOwKhIma5s>. Acesso em: 2 maio 2020.

Downloads

Publicado

2021-01-29

Como Citar

PEREIRA DE ALMEIDA, M. E. O Grupo Miguilim e a narração oral de literatura: a palavra filmada e as fronteiras da arte convivial. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 11, n. 21, p. 154–167, 2021. DOI: 10.35699/2237-5864.2021.20693. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/20693. Acesso em: 21 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos - Seção temática