Representações de gênero em ocorrências policiais de violência contra mulheres na construção de Brasília

  • José Gomes do Nascimento

Resumo

Este texto tem como objetivo analisar ocorrências policiais registradas em livros-ata na Divisão de Segurança da NOVACAP, setor a qual se vinculavam policiais da extinta Guarda Especial de Brasília- GEB. As ocorrências relatam situações de violência contra mulheres no espaço público da construção de Brasília e foram produzidas no período de 1958 a 1961. Se referem a crimes ocorridos em várias localidades relacionadas aos canteiros de obras: na Cidade Livre (atual Núcleo Bandeirante), nos acampamentos, nas vilas (como Amaury ou Bananal), na chamada Zona do Baixo Meretrício – ZBM, em estradas que interligavam esses locais, entre outros espaços. Os elementos da pesquisa demonstram que a associação entre gênero e violência contra mulheres, na forma de suas representações, possuem significados que evidenciam muitas permanências. Deste modo, o artigo procura trabalhar questões que contribuam com a visibilidade do cotidiano de mulheres e a problematização das representações de gênero contidas nas narrativas construídas pelos guardas da GEB que registravam aquelas ocorrências, no contexto da construção de Brasília.

Publicado
2019-05-31