Entre muros, a cidadela: o cinema como expressão dos countries argentinos

  • Suelen Caldas de Sousa Simião UNICAMP

Resumo

Los decentes (2016), de Lukas Valenta Rinner, ambienta-se em um condomínio de luxo no subúrbio de Buenos Aires. Nele, uma empregada-doméstica, descobre que ao lado da sua rotina entediante de trabalho no condomínio, existe uma comunidade naturista. Aos poucos Belén, a empregada, transpassa o muro do country e se envolve com a comunidade que, ao final, invade o condomínio e assassina seus residentes. Enquanto o discurso técnico propagandeia e vende um modo de vida nos countries ­– bairros e condomínios fechados –, alguns filmes argentinos contemporâneos, do qual “Los decentes” é um exemplo, procuram descortinar o universo da aparente perfeição das chamadas “bolhas urbanas”. Nesse sentido, o presente trabalho se propõe a pensar e problematizar a expansão e crescimento dos countries argentinos, que se tornam empreendimentos cada vez mais comuns no país, e o tipo de cidade forjado por uma classe média e alta cuja aspiração comunitária projetada intramuros se dá a partir da diferenciação em relação aos outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-31