Considerações sobre ferrovia e paisagem: O caso de Presidente Prudente e Rincão – SP

  • Luciana Inoue IFSP -SP
  • Elisabeth Mie Arakaki

Resumo

A questão do abandono do sistema ferroviário em algumas das cidades brasileiras, possui motivo de interesse particular, diante do sentimento de perplexidade causada pelo seu estado atual. A questão da ferrovia envolve uma antiga rede de conexões e mobilidade entre cidades, que se materializa em um eixo palmado, no qual se estruturavam os núcleos centrais urbanos. Dentro dessa lógica, estavam dispostos importantes elementos arquitetônicos e urbanísticos que caracterizavam essa paisagem e geravam legibilidade a esses lugares. Isto pode ser visto em várias cidades, por onde passou as diferentes companhias ferroviárias paulistas O presente trabalho, resultado de duas teses de doutoramento, apresenta como objetivo comparar as companhias ferroviárias: EFS – Estrada de Ferro Sorocabana e CP – Companhia Paulista de Estradas de Ferro, tendo em vista a implicação que tiveram no processo de desenvolvimento das cidades de Presidente Prudente e de Rincão, respectivamente.  A análise parte das semelhanças e diferenças no modo como a ferrovia estruturou a paisagem, conceito este que pode vir a contribuir na preservação deste patrimônio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-31