Agência ritual africana e a africanização do catolicismo no reino do Congo pós-restauração. 1769-1795

  • Thiago Clemêncio Sapede
Palavras-chave: Reino do Congo, Catolicismo, Século XVIII

Resumo

Este artigo pretende explorar a atuação de especialistas em rituais católicos de origem conguesa nas práticas do catolicismo “africanizado” no reino do Congo no período pósrestauração (especificamente a segunda metade do século XVIII), assim como os usos pelas elites políticas do Congo (a chamada muana Congo) do sacramento do casamento como ferramenta de manutenção de sua legitimidade. Através destes recortes, pretendemos demonstrar que havia a primazia da gerência dos interesses congueses sobreas práticas católicas europeias no período e compreender quais eram as especificidades desta relação, que acreditamos ser uma via privilegiada de acesso à especificidade dos processos históricos do Congo no período.

ABSTRACT: This article seeks to explore the historical agencyof the Congolese ritual specialists in the “Africanized” catholic practices on the post-restoration (18th century) Kingdom of Kongo. We intend also to explore the uses of the Christian marriage as a tool for the elites (Muana Kongo) to maintain their political legitimacy and power. From this point of view, we intend to argue for the primary Kongolese ritual agency when compared to the European missionaries´ view and control of the Christianity in Kongo. We believe that this particular relation with the Christian elements is a privileged object for understanding the specificity of Kongo´s historical process at the period.

KEYWORDS: Kingdom of Kongo, Catholicism, 18thCentury.

Publicado
2013-04-30