O gênero e as cartografias do poder: representações jurídicas da masculinidade – Mallet-PR (1937-1944)

  • Gabriel José Pochapski Graduando em História - UNICENTRO (Paraná)
  • Hélio Sochodolak Doutor em História - UNICENTRO (Paraná)
Palavras-chave: Gênero, Michel Foucault, Processos Criminais.

Resumo

A intensa produção das estudiosas feministas e o impacto do pensamento foucaultiano na historiografia possibilitaram novas percepções sobre os discursos que em diferentes contextos constituíram a sexualidade, como também normatizaram a subjetividade através do gênero. Nestas perspectivas, buscamos apresentar as representações jurídicas da masculinidade entre os anos de 1937 a 1944 nos processos criminais de Mallet-PR. A partir das produções de Michel Foucault e seus comentadores, visamos analisar a construção histórica nas afirmações da virilidade e na prática da violência enquanto elementos ligados à masculinidade. Os processos criminais articulados ao cotidiano de Mallet, no sul do Estado do Paraná, possibilitam uma análise das percepções sobre as relações de gênero naquele contexto sociocultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-01-30