A questão das identidades e a historiografia: uma interpretação crítica de Rubro Veio

  • Walderez Simões Costa Ramalho
Palavras-chave: Historiografia, Identidade, Hermenêutica

Resumo

Este artigo é um exercício de crítica historiográfica. Analisa-se a obra do historiador Evaldo Cabral de Mello, Rubro veio: o imaginário da restauração pernambucana, com o objetivo de discutir questões relacionadas ao tema das identidades culturais no âmbito dos estudos em historiografia. Após demonstrar como o autor pernambucano compreende o conceito de identidade com relação ao conhecimento histórico, será feito um contraponto à sua posição, afirmando a centralidade desse tema no desenvolvimento da narrativa em debate. O eixo teórico deste exercício está fundado na hermenêutica histórica desenvolvida por Paul Ricoeur, quefornece elementos importantes para essa discussão. Como conclusão, discute-se alguns pontos que reforçam a importância de Rubro veio para pensarmos o Brasil e seus desafios para o século XXI.

ABSTRACT: This article is an exercise in critical historiography. It analyzes the work of the historian Evaldo Cabral de Mello, Rubro veio: o imaginário da restauração pernambucana, in order to discuss some aspects related to the problem of cultural identity in the context of the studies in historiography. After demonstrating how the author understands the concept of identity in relation with historical knowledge will be a counterpoint of his view, claming the centrality of this issue in his own narrative here in discussion. The theoretical bases of this text is grounded on the historical hermeneutics developed by Paul Ricoeur, which provides importants elements for this discussion. In conclusion, we discuss some points that reforces the importance of Rubro veio for we think about Brazil and its challenges foi the XXI century.

KEYWORDS: Historiography, Identity, Hermeneutics.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-01-30