As práticas de CALL no meio virtual do século XXI

Autores

  • Helen de Oliveira Faria Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.3.1.2-11

Palavras-chave:

Este trabalho mostra como as práticas de CALL têm se modificado, culminando nas práticas atuais. Nesse contexto, são apresentados três projetos desenvolvidos com o auxílio da Internet, focalizando em especial a aprendizagem de línguas mediada pelo Orkut.

Resumo

Este trabalho mostra como as práticas de CALL têm se modificado, culminando nas práticas atuais. Nesse contexto, são apresentados três projetos desenvolvidos com o auxílio da Internet, focalizando em especial a aprendizagem de línguas mediada pelo Orkut. Discute-se aqui também sobre a normalização das tecnologias incorporadas ao CALL.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helen de Oliveira Faria, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em Letras habilitação em língua inglesa e suas literaturas pela Universidade Federal de São João Del-Rei e é mestre em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Minas Gerais, na linha de pesquisa Linguagem e Tecnologia, sob orientação da Profa. Dra. Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva e da Profa. Dra. Júnia de Carvalho Fidelis Braga. Tem trabalhos desenvolvidos na área de Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Inglesa, com ênfase no ensino vinculado às tecnologias digitais.

Referências

BAX, S. CALL: past, present and future. System, v. 31, p. 13-28, 2003.

______; CHAMBERS, A. Making. CALL work: towards normalization. System, v. 34, p. 465-479, 2006.

FARIA, H. O. Socializando e aprendendo: a incorporação da rede social Orkut ao ensino de língua inglesa. Dissertação (mestrado em Linguística Aplicada). Universidade Federal de Minas Gerais, 2010. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2010. 130 p.

MATTAR, J; VALENTE, C. Second Life e Web 2.0 na Educação: o potencial revolucionário das novas tecnologias. São Paulo: Novatec, 2007.

PAIVA, V. L. M. O; NASCIMENTO, M. Comunidades virtuais de aprendizagem e colaboração. In: TRAVAGLIA, L.C. (org.). Encontro na Linguagem: estudos linguísticos e literários. Uberlândia: UFU, 2006. p. 127-154. Disponível em: cursoyai.googlepages.com/comunidadesVirtuais.pdf. Acesso em: 09/11/11.

WARSCHAUER, M. Computer-assisted language learning: an introduction. In: FOTOS, S. (org.). Multimedia language teaching. Tokyo: Logos International, 1996. p. 3-20. Disponível em: http://www.ict4lt.org/en/warschauer.htm. Acesso em: 09/11/11.

WARSCHAUER, M.; KERN, R. Network-based language teaching: concepts and practice. New York: Cambridge University Press, 2000.

WEININGER, M. J. Do aquário em direção ao mar aberto: mudanças no papel do professor e do aluno. In: LEFFA, V. J (org.). O professor de línguas estrangeiras: construindo a profissão. Pelotas: Educat, 2001. p. 41-68.

WENGER, E. Communities of practice: learning, meaning and identity. New York: Cambridge University Press, 2005.

Downloads

Publicado

2011-08-27

Como Citar

FARIA, H. de O. As práticas de CALL no meio virtual do século XXI. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 3, n. 1, p. 2–11, 2011. DOI: 10.17851/1983-3652.3.1.2-11. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16571. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Linguística e Tecnologia