Política contra plágio e más-condutas em pesquisa

Tendo em vista aprimorar o sistema de avaliação e publicação passamos a adotar normas estabelecidas pelas instituições como COPE (Committee on Publication Ethics) e CNPq, sobretudo em relação às boas práticas de pesquisa.

Os editores avaliarão os manuscritos com um sistema anti-plágio logo após a submissão. Primeiramente será avaliado o conteúdo textual dos artigos científicos, procurando identificar plágio, submissões duplicadas, manuscritos já publicados e possíveis fraudes em pesquisa.

A repetição da maior parte do conteúdo é considerada autoplágio, o que resulta na rejeição da submissão. A comissão editorial é quem avalia esse aspecto, decidindo sobre o encaminhamento adequado.