As tecnologias de informação e comunicação: novos suportes para o ensino de literatura

Autores

  • Marta Roque Branco Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.10.1.229-241

Palavras-chave:

práticas educacionais, recursos tecnológicos, formação de leitores.

Resumo

RESUMO: Este artigo tem por objetivo discutir a importância dos recursos tecnológicos no ambiente educacional como estratégia na formação de leitores de textos e do mundo. Para tanto, serão abordados a postura e o papel do professor diante desses novos recursos, os benefícios das tecnologias para o processo educacional e a importância das práticas de leitura do professor dentro desse processo. Aparecem também algumas possibilidades/sugestões de ambientes virtuais para o ensino de literatura envolvendo crianças. Nesse trajeto, autores como Ribeiro (2005), Leal (2006), Fernandes (2011) e Barreto (2001), dentre outros, auxiliam na discussão a que o trabalho se propõe e na conclusão de que a simples adoção das tecnologias não promove mudanças no processo de ensino-aprendizagem. Para resultados mais eficazes, torna-se necessário um questionamento das didáticas tradicionais e uma redefinição do papel do professor e de sua interação com os conteúdos, metodologias e com os alunos.

 

ABSTRACT: This article aims at discussing the importance of technological resources in the educational environment as a strategy in the training of readers of texts and the world. To that end, the teacher's posture and role will be approached in the face of these new resources, the benefits of the technologies for the educational process and the importance of the teacher's reading practices within this process. There are also some possibilities/suggestions of virtual environments for the teaching of literature involving children. In this path, authors such as Ribeiro (2015), Leal (2006), Fernandes (2011) and Barreto (2001), among others, will help in the discussion to which the work is proposed and in the conclusion that the simple adoption of technologies does not promote changes in the teaching-learning process. For more effective results, it is necessary to question the traditional didactics and a redefinition of the teacher's role and its interaction with the contents, methodologies and with the students.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Roque Branco, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho

Possui Graduação em Letras (Licenciatura - Português/Literatura) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS, 2005), Especialização em Ciências da Linguagem pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS, 2008), Graduação em Informáica (Licenciatura) pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS, 2012), Mestrado em Letras (Literatura e Práticas Culturais) pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD, 2014). É Professora de Literatura e Língua Portuguesa, nas Escolas Estaduais Reynaldo Massi e Senador Filinto Muller. É doutoranda em Letras na área de Teoria e Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista - Julio de Mesquita Filho (UNESP - 2015/2019).

Referências

ALMEIDA, M. E. B. O Computador na Escola: contextualizando a formação de professores. Praticar a teoria, refletir a prática. 2000. 265f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós Graduação em Educação: Supervisão e Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2000.

BARRETO, R. G. As novas tecnologias e implicações na formação do leitor-professor. In: MARINHO, M. (Org.) Ler e navegar. Espaços e percursos de leitura. Campinas: Mercado de Letras/Associação de leitura no Brasil, 2001, p. 199-214.

FERNANDES, C. R. D. Letramento literário no contexto escolar. In: GONÇALVES, A. V.; PINHEIRO, A. S. (Orgs.). Nas trilhas do letramento: entre teoria, prática e formação docente. Campinas, SP: Mercado de Letras, Dourados, MS: Editora da Universidade Federal da Grande Dourados, 2011, p. 321-348.

HISTORINHAS INFANTIS.ONLINE. Disponível em: http://www.historiasinfantis.com.br/. Acesso em: 21 mai. 2017.

LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO. Espaço de Leitura. Disponível em: http://espacodeleitura.labedu.org.br/. Acesso em: 21 mai. 2017.

LEAL, L. de F. V. Leitura e formação de professores. In: EVANGELISTA, A. A. M.; BRANDÃO, H. M. B.; MACHADO, M. Z. V. (Orgs.). Escolarização da leitura literária. 2ª Ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2006, p. 263-269.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 13. ed. Campinas, SP: Papirus, 2007, p.133-173.

PRENSKY, M. Nativos Digitais, Imigrantes Digitais. 2001. Disponível em: http://www.colegiongeracao.com.br/novageracao/2_intencoes/nativos.pdf. Acesso em: 24 jan. 2017.

RIBEIRO, A. E. Ler na tela – letramentos e novos suportes de leitura escrita. In: COSCARELLI, C.; RIBEIRO, A. E. (Orgs.). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: Ceale: Autêntica, 2005, p. 125-150.

VALENTE, J. A. O computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas, SP: UNICAMP/NIED, 1999.

Downloads

Publicado

2017-06-26

Como Citar

BRANCO, M. R. As tecnologias de informação e comunicação: novos suportes para o ensino de literatura. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 10, n. 1, p. 229–241, 2017. DOI: 10.17851/1983-3652.10.1.229-241. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16755. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia