A Fluorose Dentária e a Auto-percepção de Saúde Bucal entre Adolescentes Brasileiros

  • Ana Paula Alves Silva Centro Universitário Newton Paiva
  • Flávia Discacciati Pinto Centro Universitário Newton Paiva
  • Thaís de Lima Coutinho Centro Universitário Newton Paiva
  • Mauro Henrique Nogueira Guimarães de Abreu Centro Universitário Newton Paiva

Resumo

A avaliação do impacto das diversas condições da cavidade bucal e a qualidade de vida tem sido uma constante no meio científico nacional e internacional. Entretanto, poucos estudos brasileiros garantem a validade externa dos seus dados. Assim, este estudo objetivou analisar a relação entre fluorose dentária e auto-percepção de saúde bucal entre adolescentes brasileiros. O banco de dados do último levantamento epidemiológico em saúde bucal realizado pelo Ministério da Saúde foi analisado. As variáveis estudadas foram a fluorose dentária,
mensurada pelo Índice de Dean e a auto-percepção de mastigação, dor de dente, fala, relacionamento, aparência e saúde entre adolescentes de 15 a 19 anos. A análise estatística foi conduzida no programa SPSS versão 11.0
através do teste de qui-quadrado e teste exato de Fisher, considerando o nível de significância estatística de 5%. A única associação estatística identificada foi quando se avaliou a proporção de adolescentes satisfeitos com a aparência entre aqueles com e sem fluorose severa/moderada (p=0,04). Concluiu-se que o impacto da fluorose na auto-percepção de saúde é pequeno entre os adolescentes brasileiros, reforçando que essa condição não pode ser considerada como problema de saúde pública.
Descritores: Fluorose dentária. Educação e saúde bucal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Alves Silva, Centro Universitário Newton Paiva
Aluna do curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva
Flávia Discacciati Pinto, Centro Universitário Newton Paiva
Aluna do curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva
Thaís de Lima Coutinho, Centro Universitário Newton Paiva
Aluna do curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva
Mauro Henrique Nogueira Guimarães de Abreu, Centro Universitário Newton Paiva
Docente do curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva / Professor da UEMG.

Referências

1. Fejerskov O, Manji F, Baelum V. Fluorose dentária: manual para profissionais de saúde. São Paulo: Santos, 1994: 122.
2. Buischi YP. Promoção de saúde bucal na clínica odontológica. São Paulo: Artes Médicas, 2000: 359.
3. Benetti AR, Menezes MM, Araújo FBC, Rodrigues JR, Gonçalves SEP, Nicoló RD. Prevalência de fluorose dentária em escolares de
São José dos Campos-SP. Odontopediatr Odontol Bebê 2004; 7: 169-76.
4. Frazão P, Peverari AC, Forni TIB, Mota AG, Costa LR. Fluorose dentária: comparação de dois estudos de prevalência. Cad Saúde Pública 2004; 20: 1050-8.
5. Cangussu MCT, Fernandez RAC, Rivas CC, Ferreira Jr C, Santos LCS. Prevalência de fluorose dentária em escolares de 12 e 15 anos de idade
em Salvador, Bahia, Brasil, 2001. Cad Saúde Pública 2004; 20: 129-35.
6. Barros SFB, Matos DL. Prevalência de fluorose dentária em escolares de 12 anos de idade, Ouro Preto/MG -2003. Rev Bras Epidemiol 2005; 8:
425-31.
7. Moysés SJ, Moysés ST, Allegretti CV, Argenta M, Werneck R. Fluorose dental: ficção epidemiológica? Rev Panam Salud Pública 2002;
12: 339-46.
8. Martins CC, Pinheiro NR, Paiva SM. Ocorrência de fluorose dentária em Belo Horizonte: avaliação de cinco anos. Rev Pós-Grad USP 2003; 10:156-62.
9. Locker D. Health outcomes of oral disorders. Int J Epidemiol 1995; 24: S85-9.
10. Slade G. Derivation and validation of a short-form oral health impact profile. Community Dent Oral Epidemiol 1997; 25:284-90.
11. Jokovic A, Locker D, Stephens M, Kenny D, Tompson B, Guyatt G. Validity and reability of a questionnaire for measuring child oral-health-related quality of life. J Dent Res 2002; 81: 459-64.
12. Pires MBO. Fluorose dentária endêmica: revisão de literatura. Unimontes Científica 2001; 2. Disponível em unimontescientifica/?menu=3>. Acesso: 19 out. 2007.
13. Oliveira BH, Nadanovsky P. Psycometric properties of the brazilian version of the oral health impact profile-short-form. Community Dent Oral Epidemiol 2006; 33: 307-14.
14. Cangussu MCT, Fernandez RAC, Rivas CC, Ferreira Jr C, Santos LCS. A fluorose dentária no Brasil: uma revisão crítica. Cad Saúde Publica
2002; 18: 7-15.
15. Crosato EM, Biazevic MGH, Crosato E. Relationship between dental fluorosis and quality of life: a population based study. Braz Oral Res
2005; 19:150-5.
16. Galato G, Machado MF, Feuser L. A percepção dos portadores da fluorose dentária, no município de Cocal do Sul, 12 anos após o diagnóstico. Arq Odontol 2002; 38: 253-335.
17.Wondwossen F, Astrom AN, Bardsen A, Bjorvatn K. Perception of dental fluorosis amongst Ethiopian children and their mothers. Acta
Odontol Scand 2003; 61: 81-6.
18. Kozlowski FC, Kozlowski Jr VA. Fluorose dentária é um problema em saúde pública? Biolog Health Scien 2000; 6: 75-87.
19. Menezes LMB, Souza MLR, Rodrigues LKA, Cury JA. Auto-percepção da fluorose pela exposição a flúor pela água e dentifrício. Rev Saúde Pública 2002; 36: 752-4.
20. Meneghim MC, Kozlowski FC, Pereira AC, Assaf AV, Tagliaferro EPS. Perception of dental fluorosis and other oral health disorders by 12-
year-old Brazilian children. Int J Paediath Dent 2007; 17: 205-10.
21. Shulman JD, Maupomé G, Clark C, Levy SM. Perceptions of desirable tooth color among parents, dentists and children. J Am Dent Assoc
2004; 135: 595-604.
22. Astrom AN, Mashoto K. Determinants of selfrated oral health status among school children in northern Tanzanian. Int J Paediath Dent 2002;
12: 90-100.
23. Peres KG, Latorre MRDO, Peres MA, Traebert J, Panizzi M. Impacto da cárie e da fluorose dentária na satisfação com a aparência e com a
mastigação de crianças de 12 anos de idade. Cad Saúde Pública 2003; 19: 323-30.
24. Pereira MG. Epidemiologia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995: 583.
25. Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Levantamento epidemiológico em saúde bucal da população brasileira. Brasília: Ministério da Saúde, 2004. Disponível em: . Acesso: 18 out 2007.
26. SPSS 11.0. Statistc Package for the Social Science. Claritas Inc., 2001.
27. Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Condição de saúde bucal da população brasileira: resultados principais.
Brasília: Ministério da Saúde, 2004: 68.
28. Helderman Van Palestein WH, Mkasabuni E. Impact of dental fluorosis on the perception of well-being in an endemic fluorosis area in
Tanzania. Community Dent Oral Epidemiol 1993; 21:243–4.
29. Lalumandier JA, Rozier RG. Parent´s satisfaction with children’s tooth color: fluorosis as a contributing factor. J Am Dent Assoc 1998;
129: 1000-5.
Publicado
2016-03-02
Como Citar
Silva, A. P. A., Pinto, F. D., Coutinho, T. de L., & Abreu, M. H. N. G. de. (2016). A Fluorose Dentária e a Auto-percepção de Saúde Bucal entre Adolescentes Brasileiros. Arquivos Em Odontologia, 43(3). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3444
Seção
Artigos