Desenvolvimento e avaliação sensorial de massa de pizza sem glúten, fonte de fibras e adicionada de psyllium

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15975

Palavras-chave:

Panificação, Fibra alimentar, Inhame, Colocasia esculenta, Gluten free

Resumo

A demanda dos consumidores brasileiros por produtos de panificação mais saudáveis, que apresentem no rótulo alegações nutricionais, tais como fonte de fibras, tem aumentando nos últimos anos, promovendo também uma maior agregação de valor a tais produtos. Os alimentos sem glúten surgem para atender a população portadora da doença celíaca e também pessoas que não possuem restrição alimentar, mas que optam por consumir esses alimentos por associarem os mesmos com uma alimentação mais saudável. Nessa pesquisa foi avaliada a viabilidade da produção de uma massa de pizza fonte de fibras e sem glúten, adicionada de psyllium, utilizando como base amilácea a farinha de arroz e pasta de inhame. As massas adicionadas de fibras foram comparadas com o controle e avaliadas quanto a aceitação sensorial por escala hedônica e intenção de compra. Para a caracterização dos produtos desenvolvidos também foram realizadas análises físico-químicas, cálculo da composição nutricional e textura instrumental. Verificou-se que, a adição de fibras de psyllium aumentou a extensibilidade da massa crua (p<0,05) e a firmeza dos discos pré-assados (p<0,05). A massa com maior concentração de psyllium apresentou os requisitos para ser comercializada no Brasil com a alegação “fonte de fibras”, sendo viável a sua produção em maior escala, tanto para públicos celíacos quanto para consumidores que optam por dietas isentas de glúten.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abimapi - Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados. Estatísticas da produção nacional. 2017. Disponível em: https://www.abimapi.com.br/.

Brasil. 2018. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Alegações de propriedade funcional aprovadas. Disponível em http://portal.anvisa.gov.br.

Brasil. 2012. Ministério da Saúde. RDC nº 54, de 12 de novembro de 2012. Regulamento Técnico sobre Informação Nutricional Complementar. Diário Oficial da União. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/%2033880/2568070/rdc0054_12_11_2012.pdf/c5ac23fd-974e-4f2c-9fbc-48f7e0a31864/.

Correa, A. C. 2014. Perfil sensorial e direcionadores de preferência em bebida de caju (Anacardium ocidentale L.) com finalidade dietética, adicionada de psyllium. Dissertação (Mestrado em Alimentos e Nutrição). Universidade Estadual de Campinas. 124 f. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/254242.

Dakhara, S. L.; Anajwala, C. C.; Selote, V. S. 2012. Fibrous drugs for curing various common health problems. Pharmacognosy Reviews, 6: 16-21. Doi: https://dx.doi.org/10.4103/0973-7847.95853.

Farias, A. D. S. 2010. Massas para pizza com restrição de glúten. 2009. Monografia (Especialização em Qualidade de Alimentos). Universidade de Brasília. 41 f.

Fradinho, P.; Nunes, M. C.; Raymundo, A. 2015. Developing consumer acceptable biscuits enriched with Psyllium fiber. Journal of food science and technology, 52: 4830-4840. Doi: https://dx.doi.org/10.1007/s13197-014-1549-6.

Gallagher, E. 2008. Formulation and nutritional aspects of gluten-free cereal products and infant foods. In: Gluten-free cereal products and beverages, 321-346. Academic Press.

Glicerina, V.; Balestra, F.; Capozzi, F.; Dalla Rosa, M.; Romani, S. 2018. Influence of the addition of soy product and wheat fiber on rheological, textural, and other quality characteristics of pizza. Journal of Texture Studies, 49: 415-423. Doi: https://dx.doi.org/10.1111/jtxs.12311.

Han, H. M.; Koh, B. K. 2011. Antioxidant activity of hard wheat flour, dough and bread prepared using various processes with the addition of different phenolic acids. Journal of the Science of Food and Agriculture, 91: 604-608. Doi: https://dx.doi.org/10.1002/jsfa.4188.

Instituto Adolfo Lutz. 2008. Métodos físico-químicos para análise de alimentos. Ribeirão Preto: Instituto Adolfo Lutz. São Paulo.

Jnawali, P.; Kumar, V.; Tanwar, B. 2016. Celiac disease: Overview and considerations for development of gluten-free foods. Food Science and Human Wellness, 5: 169-176. Doi: https://doi.org/10.1016/j.fshw.2016.09.003.

Kaushal, P.; Kumar, V.; Sharma, H. K. 2012. Comparative study of physicochemical, functional, antinutritional and pasting properties of taro (Colocasia esculenta), rice (Oryza sativa) flour, pigeonpea (Cajanus cajan) flour and their blends. LWT-Food Science and Technology, 48: 59-68. Doi: https://doi.org/10.1016/j.lwt.2012.02.028.

Lewu, M. N.; Adebola, P. O.; Afolayan, A. J. 2010. Effect of cooking on the mineral contents and anti-nutritional factors in seven accessions of Colocasia esculenta (L.) Schott growing in South Africa. Journal of Food Composition and Analysis, 23: 389-393. Doi: https://doi.org/10.1016/j.jfca.2010.02.006.

Mazzeo, T.; Cauzzi, S.; Brighenti, F.; Pellegrini, N. 2015. The development of a composition database of gluten-free products. Public Health Nnutrition, 18: 1353-1357. Doi: https://dx.doi.org/10.1017/S1368980014001682.

Monteiro, S. Z. 2013. Utilização de mesclas de farinhas de arroz, Inhame e quinoa na elaboração de disco de pizza pré assado sem glúten e sem lactose. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia de Alimentos).

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 82f. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/87552.

Moore, J.; Luther, M.; Cheng, Z.; Yu, L. 2009. Effects of baking conditions, dough fermentation, and bran particle size on antioxidant properties of whole-wheat pizza crusts. Journal of Agricultural and Food Chemistry, 57: 832-839. Doi: https://dx.doi.org/10.1021/jf802083x.

Munhoz, M. P.; Weber, F. H.; Chang, Y. K. 2004. Influência de hidrocolóides na textura de gel de amido de milho. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 24: 403-406. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-20612004000300018.

Nery, T. B. R.; Brandão, L. V.; Esperidião, M. C. A.; Druzian, J. I. 2008. Biossíntese de goma xantana a partir da fermentação de soro de leite: rendimento e viscosidade. Química Nova, 31: 1937-1941. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40422008000800004.

Qaisrani, T. B.; Butt, M. S., Hussain; S.; Ibrahim, M. 2014. Characterization and utilization of psyllium husk for the preparation of dietetic cookies. International Journal of Modern Agriculture, 3: 81-91.

Ventura, R. 2010. Mudanças no perfil do consumo no Brasil: principais tendências nos próximos 20 anos. Rio de Janeiro: Macroplan.

Veronese, N., Solmi, M., Caruso, M. G., Giannelli, G., Osella, A. R., Evangelou, E.; Tzoulaki, I. 2018. Dietary fiber and health outcomes: an umbrella review of systematic reviews and meta-analyses. The American journal of clinical nutrition, 107(3), 436-444. Doi: https://dx.doi.org/10.1093/ajcn/nqx082 .

Downloads

Publicado

2019-12-26

Como Citar

Silva, N. A. B. da ., Silva, J. C. ., Silva, S. L. dos R. ., Gonçalves, A. C. A. ., Silva , W. A. da ., Pires , C. V., & Trombete, F. M. (2019). Desenvolvimento e avaliação sensorial de massa de pizza sem glúten, fonte de fibras e adicionada de psyllium. Caderno De Ciências Agrárias, 11, 1–8. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15975

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)