PROGRAMAS DE INTERCÂMBIO:

BRAFITEC E 3I (INDÚSTRIA, INOVAÇÃO E INTERCULTURALIDADE)

Autores

Palavras-chave:

Brafitec; Engenheiro 3i; Internacionalização.

Resumo

O objetivo da presente pesquisa é comparar os Programas Engenheiro 3i com o Brésil France Ingénieur Technologie (Brafitec), quanto aos países envolvidos, as instituições participantes, aos cursos envolvidos, ao financiamento ofertado, as exigências do idioma, o trabalho em equipe, a presença de empresa parceira, o conteúdo e a certificação. Trata-se de um estudo documental de natureza qualitativa. Os resultados mostram que ambos os programas atuam no Brasil e na França com exclusividade para os cursos de engenharia. O Programa Engenheiro 3i nasceu em 2017, entre duas universidades, tem financiamento apenas do lado francês, o aluno é trilíngue, trabalha em equipe com colegas selecionados do país origem e do estrangeiro e tem uma empresa parceria e atuando nos dois países. O Programa Brafitec nasceu em 2002, várias universidades do Brasil e da França estão envolvidas, os participantes têm financiamento, o aluno é bilíngue, o trabalho em equipe entre os membros selecionados não é exigência do Programa e não há a presença de empresa fazendo parte do programa. Conclui-se que entre os programas há mais diferenças que similaridades, isso significa que um programa complementa o outro. O Programa Brafitec tem maturidade, várias edições, investimento e é um programa do governo brasileiro, tem um papel relevante na consolidação de novos programas como o Engenheiro 3i, que é jovem, ainda precisa se aperfeiçoar, tem poucos recursos e é um programa interinstitucional, mas que busca a inovação na formação do engenheiro do futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Professora, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Professora Titular da  Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) campus Guarapuava. Doutora em Ensino de Ciências e Tecnologia (UTFPR). Mestre em Educação (UFSM). Graduada em Pedagogia (UNICENTRO) e Letras Português-Inglês (FIC).

Professor, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Professor Titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestre em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Está vinculado aos Programas de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) e Ensino de Ciência e Tecnologia (PPGECT) no Câmpus Ponta Grossa. Bolsista de Produtividade em Pesquisa - CNPq.

Professor, Université de Technologie de Compiègne (UTC)

Professor e Pesquisador da Université de Technologie de Compiègne (UTC). Exerceu o cargo de Diretor do Centro de Inovação da UTC, do departamento de Engenharia de Sistemas Urbanos e de Engenharia de Sistemas Mecânicos. Doutor em Engenharia Mecânica.

Professor, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Professor Titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Pós-doutor em Política Científica e Tecnológica (Unicamp). Doutor e Mestre em Ciências do Homem e Tecnologia (Université de Techonologie de Compiègne – UTC). Graduado em Engenharia de Operação, Modalidade Eletrotécnica (UTFPR). Está vinculado aos Programas de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) e Planejamento e Governança Publica (PGP).

Downloads

Publicado

2021-12-10

Edição

Seção

Artigos