Capital futebolístico e memória o futebol amador na trajetória social do jogador 'Russo' em Ponta Grossa/PR

Conteúdo do artigo principal

Miguel Archanjo de Freitas Junior
Edilson de Oliveira

Resumo

O objetivo do estudo foi analisar como a dimensão relacional existente entre o campo futebolístico amador ponta-grossense e a sociedade, possibilitaram a conversão do capital futebolístico do jogador conhecido como Russo, em outros tipos de capitais. Para efetivar tal ação, recorreu-se a história oral, que busca aprofundar os conhecimentos sobre acontecimentos e conjunturas do passado através das experiências e versões particulares. No decorrer de sua trajetória Russo vivenciou o futebol em diferentes interfases, entretanto foi no campo futebolístico amador que ele acumulou o capital simbólico necessário para ocupar uma posição de destaque, a de veterano. Em longo prazo, o futebol contribuiu para que ele convertesse esse capital futebolístico em capitais de outros campos sociais. A obtenção deste capital específico, proporcionou homenagens como a que abre o estudo, denominada honra ao mérito futebolístico amador, que pode ser visto como um indicador de reconhecimento da trajetória vitoriosa deste atleta neste campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
FREITAS JUNIOR, M. A.; OLIVEIRA, E. de. Capital futebolístico e memória: o futebol amador na trajetória social do jogador ’Russo’ em Ponta Grossa/PR. FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 7, n. 3, p. 147–167, 2023. DOI: 10.35699/2526-4494.2022.37069. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/37069. Acesso em: 21 maio. 2024.
Seção
PARALELAS
Biografia do Autor

Miguel Archanjo de Freitas Junior, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Miguel Archanjo de Freitas Junior possui doutorado em História pela Universidade Federal do Paraná. Professor Associado do Departamento de Educação Física e docente permanente do Programa Stricto Sensu em Ciências Sociais Aplicadas (UEPG); Líder do Grupo de Pesquisa Esporte, Lazer e Sociedade; membro do grupo de Pesquisa Futebol e Sociedade. Diretor da Agência de Inovação e Propriedade Intelectual da UEPG. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6636-8084.

Edilson de Oliveira, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas e possui mestrado em Ciências Sociais Aplicadas na UEPG. Professor Colaborador do Departamento de Educação Física da UEPG; Integrante do Núcleo de Estudos, Esporte, Lazer e Sociedade. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2658-8263.

Share |

Referências

ALBERTI, V. História oral: a experiência do CPDOC. Rio de Janeiro: Contemporânea do Brasil, 1990. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-71671991000100018

ALBERTI, V. Manual de história oral. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2018.

BOURDIEU, P. A economia das trocas linguísticas: o que falar quem dizer. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1998.

BOURDIEU, P. A ordem das coisas. In: ______. A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1999, p. 81-101.

BOURDIEU, P. Meditações pascalianas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

BOURDIEU, P. O desencantamento do mundo: estruturas econômicas e estruturas sociais. São Paulo: Perspectiva, 2021.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

BOURDIEU, P. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 2008.

CANDAU, J. Memória e identidade. São Paulo: Contexto, 2011.

CAVALCANTI, E. A. “Nem tudo que reluz é ouro”: histórias de jogadores de futebol. Tese (Doutorado em Educação Física). UFPR, Curitiba, 2017.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL. Raio-X do mercado 2019: números gerais de registro. Rio de Janeiro: CBF, 2022.

CORREIA, J. M. Os vínculos clubísticos e as lógicas do jogo: um estudo sobre a emergência e o processo de (des)elitização do futebol na cidade de Rio Grande/RS (1900-1916). Dissertação (Mestrado em Educação Física). UFPel, Pelotas, 2014.

DAMO, A. S. Do dom à profissão: a formação de futebolistas no Brasil e na França. Tese (Doutorado em Antropologia Social). UFRGS, Porto Alegre, 2005.

DAMO, A. S. Monopólio estético e diversidade configuracional no futebol brasileiro. Porto Alegre: Movimento, v. 9, n. 2, p. 129-56, 2003. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2807

DAOLIO, J. Cultura: educação física e futebol. Campinas: Editora da Unicamp, Campinas, 2006.

DO RICO AO POBRE. Por dentro da história: Relembre todos os campeões da Liga de Ponta Grossa. Ponta Grossa: DRAP, 2020.

FREITAS JR, M. A. Operário Ferroviário Esporte Clube: um estudo das causas do fracasso de uma equipe de futebol profissional do interior do Estado do Paraná. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas). UEPG, Ponta Grossa, 2000.

FREITAS JUNIOR, M. A.; OLIVEIRA, E.; LINHARES, W. L. Mirante Esporte Clube: um estudo etnográfico do processo de aprendizagem e reprodução do gosto pela prática futebolística amadora na cidade de Ponta Grossa/Paraná (2013-2017). Mosaico, Rio de Janeiro, v. 9, n. 14, p. 302-20, 2018. DOI: https://doi.org/10.12660/rm.v9n14.2018.74105

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Práticas de esporte e atividade física: 2015. Rio de Janeiro: IBGE, 2017.

LIMA, F. G. Singularidades do futebol da cidade de Rio Grande/RS na década de 1930. Dissertação (Mestrado). Educação Física, UFPel, Pelotas, 2014.

MYSKIW, M; STIGGER, M. P. O futebol “de várzea” é “uma várzea”!? Etnografia da organização no circuito municipal de Porto Alegre. Movimento, Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 445-69, 2014. DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.42060

OLIVEIRA, E. Redescobrindo o sentido do jogo: um estudo etnográfico do processo de aprendizagem da cultura futebolística no Mirante Esporte Clube em Ponta Grossa-Paraná (2013-2017). 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais Aplicadas). UEPG, Ponta Grossa, 2018.

OLIVEIRA, E; FREITAS JUNIOR, M. A. Redescobrindo o sentido do jogo: uma etnografia da cultura futebolística no mirante esporte clube. Brasília: Trampolim, 2020.

RIAL, C. Rodar: a circulação dos jogadores de futebol brasileiros no exterior. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 14, n. 30, p. 21-65, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-71832008000200002

THOMPSON, P. A voz do passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998.