“Mas existem equipes de futebol de várzea femininas?” o processo de mapeamento do futebol de mulheres em São Paulo

Conteúdo do artigo principal

Aira Bonfim
Alberto Luiz dos Santos
Enrico Spaggiari

Resumo

Este artigo sumariza dados de pesquisa do projeto de extensão “Mas existem equipes de futebol de várzea femininas?”: cartografia do futebol varzeano de mulheres em São Paulo (SP), realizado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) ao longo de 2022 e que buscou articular ensino, pesquisa e extensão. Objetivou-se mapear equipes de futebol de várzea de mulheres na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) e traçar um perfil social da composição dos times mapeados. Foram localizadas 95 equipes a partir de um trabalho multidisciplinar e engajado, que contou com oficinas regulares durante 6 meses. Espera-se que este trabalho possibilite a inferência e reflexão sobre demandas e questões (atuais e futuras) associadas às práticas populares, esportivas e culturais das mulheres futebolistas da RMSP, bem como estimule a elaboração de novos projetos participativos (coletivos e compartilhados) com as equipes varzeanas paulistanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
BONFIM, A.; SANTOS , A. L. dos; SPAGGIARI, E. “Mas existem equipes de futebol de várzea femininas?”: o processo de mapeamento do futebol de mulheres em São Paulo. FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 9, n. 1, p. 158–187, 2024. DOI: 10.35699/2526-4494.2024.45213. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/45213. Acesso em: 24 jul. 2024.
Seção
PARALELAS
Share |

Referências

ALMEIDA, Caroline Soares de. Do sonho ao possível: projeto e campo de possibilidades nas carreiras profissionais de futebolistas brasileiras. Tese (Doutorado em Antropologia Social), Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

BIERNACKI P; WALDORF D. “Snowball sampling: problems and techniques of chain referral sampling”. In: Sociological Methods and Research, 10, 141-163, 1981.

BONFIM, Aira. Football feminino entre festas esportivas, circos e campos suburbanos: uma história social do futebol praticado por mulheres da introdução à proibição (1915-1941). Mestrado (Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais), Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2019.

CAPUCIM E SILVA, Giovana. Narrativas sobre o futebol feminino na imprensa paulista: entre a proibição e a regulamentação (1965-1983). Mestrado (História Social), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

DAMO, Arlei. Futebóis – da horizontalidade epistemológica à diversidade política. FuLiA/UFMG, Faculdade de Letras da UFMG, Belo Horizonte, v. 3, n. 3, p. 37-66, 2018.

FRANZINI, Fábio. Futebol é “coisa para macho”? Pequeno esboço para uma história das mulheres no país do futebol. Revista Brasileira de História, v. 25, n. 50, p. 315-328, 2005.

GOELLNER, Silvana. Mulheres e futebol no Brasil: entre sombras e visibilidades. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 19, n. 2, p. 143-151, 2005.

GOELLNER, Silvana; CABRAL, Juliana. As pioneiras do futebol pedem passagem: conhecer para reconhecer. São Paulo: Editora Ludopédio, 2022.

GOELLNER, Silvana Vilodre; KESSLER, Claudia Samuel. A sub-representação do futebol praticado por mulheres no Brasil: ressaltar o protagonismo para visibilizar a modalidade. Revista USP, São Paulo, n. 117, p. 31-38, 2018.

KESSLER, Cláudia Samuel. Mais que Barbies e ogras: uma etnografia do futebol de mulheres no Brasil e nos Estados Unidos. Tese (Doutorado em Antropologia Social), Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

RIBEIRO, Raphael Rajão. A várzea e a metrópole: futebol amador, transformação urbana e política local em Belo Horizonte (1947-1989). Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais). Escola de Ciências Sociais. Centro de Pesquisa e Documentação Histórica. Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, 2021.

RIBEIRO, Raphael Rajão; SPAGGIARI, Enrico. Futebol popular. São Paulo: Editora Ludopédio (no prelo).

SANTOS, Alberto Luiz dos; BONFIM, Aira; SPAGGIARI, Enrico. Mapeamento do futebol de várzea de São Paulo (SP): Reflexões para processos de proteção ao patrimônio. Revista Desenvolvimento Social, v. 28, p. 122-152, 2022.

SPAGGIARI, Enrico. Família joga bola: jovens futebolistas na várzea paulistana. São Paulo: Intermeios/FAPESP, 2016.