Meandros da fidelização econômico-torcedora perfis dos consumidores e motivadores do ingresso nos programas sócio-torcedor de clubes cariocas

Conteúdo do artigo principal

Jimmy Medeiros
Philippe Guedon

Resumo

O presente artigo busca contribuir com o debate em torno das “disputas simbólicas e motivadoras” relacionadas aos Programas Sócio-torcedores, modalidade de relacionamento entre associações esportivas e os seus fãs. Iniciativa marcante do futebol moderno, representa a  fidelização e aproximação entre clubes e torcedores por meio de uma vinculação contratual com retribuição financeira em direção ao clube. A análise do artigo busca contribuir com o olhar dos torcedores que optam pela adesão aos programas, identificando os fatores que influenciam a tomada de decisão e de que maneira funciona essa relação contratada. Para isso, o presente artigo apresenta os dados produzidos por um survey on-line sobre a experiência recente dos programas de quatro grandes clubes da capital carioca. Como resultado, o trabalho organiza um perfil do sócio-torcedor em perspectiva comparada, além de dimensionar os motivadores da adesão são multidimensionais, tendo variações entre fatores exclusivamente racionais e outros de ordem social/emocional. No polo racional, as vantagens na compra de ingresso ou a sua exclusividade para sócios-torcedores são um fator de peso na tomada de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
MEDEIROS, J.; GUEDON, P. Meandros da fidelização econômico-torcedora: perfis dos consumidores e motivadores do ingresso nos programas sócio-torcedor de clubes cariocas. FuLiA/UFMG , Belo Horizonte/MG, Brasil, v. 9, n. 1, p. 188–217, 2024. DOI: 10.35699/2526-4494.2024.46525. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fulia/article/view/46525. Acesso em: 13 jul. 2024.
Seção
PARALELAS
Share |

Referências

BABBIE, Earl. Métodos de pesquisa survey. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

BARROS, Bruno. O Marketing esportivo no futebol brasileiro e a transformação do torcedor em consumidor. Monografia (Graduação em Jornalismo. Escola de Comunicação da UFRJ, Rio de Janeiro, 2009.

CAMPOS, Bruno Peralva Escóssia; MELLO, José André Villas Boas. Programas sócio-torcedores de clubes do futebol brasileiro. Podium Sport, Leisure and Tourism Review, v. 9, n. 3, 2020.

CARDOSO, Marcos Vinícius; SILVEIRA, Marcelo Paciello da. A Importância da Adoção do Sócio Torcedor como Estratégia de Inovação para Aumentar as Receitas dos Clubes de Futebol no Brasil. Anais do III SINGEP e II S2IS – São Paulo/SP, 2014.

CARVALHO JUNIOR, José Roberto; TEIXEIRA, Lusvanio Carlos; XAVIER, Wescley Silva. Programa Sócio Torcedor e a segregação social dos espaços nos estádios de futebol. Revista Entre-Lugar, v. 11, n. 22, p. 197-229, 2020.

CORRÊA, Floriano Peixoto. Grandezas e misérias do nosso futebol. Rio de Janeiro: Editora Livros de Futebol, 2022.

COSTA, Leda Maria. O que é uma torcedora? Notas sobre a reprsentação e auto-repprsentação do público feminino de futebol. Esporte e Sociedade, n. 4, p. 1-31, 2021.

DAMO, Arlei Sander. Dom, amor e dinheiro no futebol de espetáculo. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 23, n. 66, 2008, p. 139-150, 2008.

DIAS, Pâmela Souza; MONTEIRO, Plínio Rafael Reis. Marketing esportivo e valor percebido: uma aplicação da análise conjunta nos Programas Sócio Torcedor de clubes de futebol. Brazilian Business Review, 17, 3, 253-274, 2020.

DOWNWARD, Paul; DAWSON, Alistair. The economics of professional team sports. United Kingdom: Routledge, 2000.

FRANÇA, Gilson. Relação entre escolaridade e renda no Brasil na Década de 1990. São Paulo: Editora Dialética, 2021.

HOLLANDA, Bernardo Buarque de; MEDEIROS, Jimmy. Violência, juventude e idolatria clubística: uma pesquisa quantitativa com torcidas organizadas de futebol no Rio de Janeiro e em São Paulo. Revista Hydra, v. 1, p. 97-124, 2016.

HOLLANDA, Bernardo Buarque de; MEDEIROS, Jimmy. Do “Colosso do Derby” a Arena do Maracanã?: a cidade, o estádio e as percepções dos torcedores de futebol sobre a Copa do Mundo 2014. Interseções, UERJ, v. 16, p. 328-353, 2014.

IBGE, 2010. Censo Demográfico brasileiro de 2010.

LEI 10.671, 15 maio 2003. Estatuto de Defesa do torcedor.

LEI 14.193, 6 ago. 2021. Institui a Sociedade Anônima do Futebol.

LOPES, Felipe Tavares Paes; HOLLANDA, Bernardo Borges Buarque de. “Ódio eterno ao futebol moderno”: poder, dominação e resistência nas arquibancadas dos estádios da cidade de São Paulo. Tempo, v. 24, n. 2, p. 206-232, 2018.

MALAIA, João Manuel. O processo de profissionalização do futebol no Rio de Janeiro: dos subúrbios à Zona Sul. A inserção de negros, mestiços e brancos pobres na economia da Capital Federal (1914-1923). Leituras de Economia Política, Campinas, 13, 125-155, 2008.

MARTINS, Fabiano Fernandes; CASAS, Alexandre Luzzi Las. O Programa Sócio-Torcedor e o Marketing de Relacionamento no Futebol: o caso do Corinthians. Revista Ângulo, v. 15, n. 15, 2017.

MASCARENHAS, Gilmar. Cidade mercadoria, cidade-vitrine, cidade turística: a espetacularização do urbano nos megaeventos esportivos. Caderno Virtual de Turismo, v. 14, n. 1, p. 52-65, 2014.

MEDEIROS, Jimmy; GUEDON, Philippe Chaves. Fidelização econômico-torcedora e laços de vinculação com o clube: uma análise dos programas sócio-torcedor cariocas. FuLiA/UFMG, v. 4, n. 2, p. 25-42, 2020.

MEDEIROS, Jimmy; HOLLANDA, Bernardo Buarque de. Sócios-torcedores versus torcidas organizadas? Disputas simbólicas e representações coletivas do torcer no futebol do Rio de Janeiro. Esporte e Sociedade, v. 36, p. 1-32, 2022.

MONTEIRO, Plínio Rafael Reis; DIAS, Pâmela de Souza; CARVALHO, Luiz Carlos. Amor à marca no marketing esportivo: proposição de um modelo relacional dos vínculos emocionais e afetivos nos programas sócio torcedor. Revista Brasileira de Marketing, São Paulo, v. 18, n. 2, 2019.

NETO, Ebio Viana Meneses; MARTINS, Andréia de Fátima Hoelzle. Marketing de relacionamento na gestão do futebol: identificação e comparação das ações em quatro clubes brasileiros. Podium Sport, Leisure and Tourism Review, v. 9, n. 1, 2020.

PEREIRA, Leandro França; PESSÔA, Luis Antônio; FERREIRA, Jorge. Brantes; GIOVANNINI, Cristiane Junqueira. Torcedor-consumidor: fatores que afetam a adoção do programa sócio torcedor. Revista Adm. FACES Journal, Belo Horizonte, v. 16, n. 3, p. 47-66, 2017.

RODRIGUES, Francisco Xavier. O Programa “Sócio-Torcedor” do Sport Club Internacional. Revista Aurora, v. 9, 2010.

SALVATO, Marcio Antonio; FERREIRA, Pedro Cavalcanti Gomes; DUARTE, Angelo José Mont’Alverne. O Impacto da Escolaridade Sobre a Distribuição de Renda. Estudos econômicos, São Paulo, v. 40, n. 4, p. 753-791, 2010.

SANTANA, Tiago José; SILVA, Silvio Ricardo. O processo de mercantilização do torcer em Belo Horizonte: reflexões a partir de um programa de sócio torcedor. Revista Brasileira de Estudos do Lazer, v. 5, n. 2, p.124-142, 2018.

SANTOS, Irlan Simões da Cruz; HELAL, Ronaldo. Do espectador ao militante: a torcida de futebol e a luta pelo direito ao estádio e ao clube. Tríade: Revista de Comunicação, Cultura e Mídia, v. 3, n. 7, p. 54-69, 2016.

SANTOS, Genildo Pinheiro; MELO, Gislane Ferreira. Programa de sócio torcedor: a paixão que reflete no coração e no bolso. In: DORNELLAS, Liege C. G.; NEVES, Clara M.; REZENDE, Fernanda F. (Orgs.). Educação Física e Suas Interfaces: lazer, aventura e meio ambiente. Editora Científica Digital, 2022.

SILVA, Edson Coutinho; CASAS, Alexandre Luzzi Las. Torcedores enquanto clientes: esportes enquanto experiências. Revista Brasileira de Administração Científica, v. 11 n. 4, 2020.