O ciclo madeireiro e a devastação da Mata Atlântica da Bacia do Rio Doce na primeira metade do século XX

  • André Simplício Carvalho
  • Ralfo Matos

Resumo

A devastação da Mata Atlântica pode ser considerado o primeiro grande desastre ambiental que se abateu sobre o território brasileiro, tendo sido iniciado com os primeiros colonizadores portugueses, mas até os dias de hoje alguns aspectos desse processo foram pouco explicados e cartografados. Uma grande lacuna explicativa se dá temporalmente a partir do início do século XX e espacialmente sobre as bacias dos rios Doce, Mucuri e São Matheus, que contam somente com informações pontuais e incompletas da exploração/devastação da floresta. O presente trabalho focaliza a Mata Atlântica na Bacia do Rio Doce durante a primeira metade do século XX, quando a devastação da floresta teve um fim principalmente comercial, desencadeando um ciclo econômico que possibilitou o crescimento de importantes núcleos urbanos regionais. Esse ciclo custou a devastação de cerca de 95 mil km² da Mata Atlântica original.
Publicado
2016-08-08
Seção
Artigos