A formação continuada em tutoria a partir da interação no ambiente virtual

Palavras-chave: Educação a distância, Tutoria, Formação continuada, Sala de tutores, Docência do ensino superior

Resumo

Este artigo relata a formação continuada da Tutoria na experiência de educação a distância (EaD) implementada na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) por meio do GIZ/Prograd. No contexto do Reuni, o GIZ implementou o Curso Formação em Docência do Ensino Superior. Ofertado a mestrandos e doutorandos da UFMG, o curso dispõe de uma equipe composta, em sua maioria, por pós-graduandos em Educação, além de funcionários do GIZ. A formação acontece em um espaço de interação virtual – Sala dos Tutores – no qual as estratégias didático-pedagógicas são discutidas antes de serem implementadas. Os desafios em estabelecer uma dinâmica pedagógica eficiente, com base nos aspectos teóricos, metodológicos e tecnológicos da formação, foco desta análise, foram sistematicamente discutidos e desenvolvidos nesse espaço, ao mesmo tempo que ocorria a formação teórico-prática dos sujeitos. Os resultados remetem à reflexão sobre as potencialidades pedagógicas da formação a distância dos sujeitos que atuarão com a Tutoria em EaD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Adolfo Assaf Mendes, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação em Ciências Sociais (2008), mestrado em Sociologia (2012) e doutorado em Educação com ênfase em Sociologia da Educação, todas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 

Jacqueline de Castro Laranjo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Ciências Biológicas, especialização em Processo Ensino-Aprendizagem e Mestrado em Educação.

Francys Silva Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil.

Possui graduação/licenciatura em Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007).

Referências

ABREU-E-LIMA, D. M.; ALVES, M. N. O feedback e sua importância no processo de tutoria a distância. Pro-Posições, Campinas, v. 22, n. 2 (65), p. 189-205, maio-ago. 2011.

BEZERRA, M. A.; CARVALHO, A. B. G. Tutoria: concepções e práticas na educação a distância. In: SOUSA, R. P.; MIOTA, F. M. C. S. C.; CARVALHO, A. B. G. (Org.). Tecnologias digitais na educação [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. Disponível em: <http://books.scielo.org>. Acesso em: 15 ago. 2014.

BRASIL. Decreto 6.096 de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Brasília: MEC, 2007a.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de Qualidade para a Educação Superior a Distância. Brasília: MEC, 2007b.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. REUNI, Reestruturação e Expansão das Universidades Federais: Diretrizes gerais. 2007c. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/diretrizesreuni.pdf>. Acesso em 26 de jul. 2014.

DUARTE, E. C. V. G.; POLAK, Y. N. S. O tutor de sala como eixo articulador da aprendizagem. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA, 13., 2007, Curitiba. Anais... Curitiba: Abed, 2007.

FILATRO, A. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008.

FILATRO, A.; PICONEZ, S. C. B. Design instrucional contextualizado. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 11., 2004, Salvador. Anais ...Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm /049-TC-B2.htm>. Acesso em: 1 ago. 2014.

GARCÍA ARETIO, L. Educación a distancia hoy. Madrid: UNED, 1994.

IAHN, L.F. Concepções políticas em educação a distância. In: POLAK, Y. N. S. A construção do percurso em educação a distância: formação de tutores. Curitiba: Editora Própria, 2002.

MILL, D. Educação a distância e trabalho docente virtual: sobre tecnologia, espaços, tempos, gênero e coletividade na Idade Mídia. 2006. 248p. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

MIZUKAMI, M. G. N. Ensino-aprendizagem: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1985.

MOORE, M. G; KEARSKEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. Trad. Roberto Galman. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

OLIVEIRA, M. R. G. O. ; MILL, D. ; RIBEIRO, L. R. C. A Gestão da sala de aula virtual e os novos saberes para a docência na modalidade de educação a distância. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO UNIVERSITÁRIA DA AMÉRICA DO SUL, 9., 2009, Florianópolis. Anais... Florianópolis: Abed, 2009. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2007/> Acesso em: 7 jun. 2014.

PRETI, O. O estado da arte sobre “Tutoria”: modelos e teoria em construção. Capítulo 1 do Relatório de Pesquisa O sistema de Orientação Acadêmica no curso de Pedagogia a distância da Universidade Federal de Mato Grosso, 2003. Disponível em: <http://www.uab.ufmt.br/uab/images/artigos_site_uab/tutoria . Acesso em: 18 jun. 2014.

PRIMO, A. F. T. Ferramentas de interação em ambientes educacionais mediados por computador. Educação, v. XXIV, n. 44, p. 127-149, 2001.

SOUZA, M. G. A arte da sedução pedagógica na tutoria em educação a distância. Brasília: MEC-SEED-Proinfo, 2004.

Publicado
2014-10-15
Como Citar
MENDES, I. A. A.; LARANJO, J. DE C.; ARAÚJO, F. S. A formação continuada em tutoria a partir da interação no ambiente virtual. Revista Docência do Ensino Superior, v. 4, p. 73-100, 15 out. 2014.
Edição
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)