Conhecimentos profissionais mobilizados por professores engenheiros para gerir dilemas da prática pedagógica

Autores

  • Jefferson da Silva Moreira Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-5918-7928
  • Marinalva Lopes Ribeiro Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2017.2252

Palavras-chave:

Docência universitária, Dilemas profissionais, Formação de professores, Casos de ensino

Resumo

O texto apresenta resultados de pesquisa qualitativa que objetivou investigar quais são os conhecimentos profissionais mobilizados por professores universitários de cursos de Engenharia de uma universidade pública, para gerir dilemas da sala de aula. Contribuições de Bardin, Juarrero, Legendre, Nono, Mizukami e Shulman, dentre outros, deram sustentação teórica à análise dos dados coletados por meio de um questionário que continha um caso de ensino seguido de questões, que foram analisadas por quatro docentes de Engenharia da Computação, Engenharia de Alimentos e Engenharia Civil. Os resultados evidenciam, como dilema dos professores, o fato de nem sempre se prepararem adequadamente para as aulas e de terem de lidar com as questões éticas da profissão e com o plágio em sala de aula. No que tange aos conhecimentos profissionais, os professores enfatizaram os conhecimentos do conteúdo específico, os pedagógicos do conteúdo e os didáticos, além daqueles relacionados à dimensão afetiva. Como fontes de conhecimentos, destacaram o estágio em docência e a aprendizagem com os pares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson da Silva Moreira, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA, Brasil.

Licenciado em Pedagogia pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Professor da educação básica. Atuou como bolsista de iniciação científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Pedagogia Universitária (NEPPU). 

Marinalva Lopes Ribeiro, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), Feira de Santana, BA, Brasil.

Doutora em Educação pela Université de Sherbrooke (2004), com Mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Possui graduação em licenciatura em Letras pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1974) e em Pedagogia pela Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (1976). Professora do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Pedagogia Universitária (NEPPU).

Referências

ABREU, M. C.; MASETTO, M. T. O professor universitário em aula. 8. ed. São Paulo: Autores Associados, 1990.

ALMEIDA, L. R. M. Avaliação da aprendizagem: reflexões sobre os desafios atuais. In: RIBEIRO, M.; MARTINS, E.; CRUZ, A. (Orgs.). Docência no ensino superior: desafios da prática educativa. Salvador: EDUFBA, 2011.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à práƟ ca educaƟ va. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREITAS, E. N. O estágio docência na formação de professores da educação superior: representações de estudantes do mestrado em Saúde Coletiva. 2016. 138 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2016.

FREITAS, E. N.; RIBEIRO, M. L. O estágio docência e a formação de professores da educação superior. In: Anais do XXII Encontro de Pesquisa Educacional do Norte e Nordeste, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.

JUARRERO, J. M. Petite histoire de la méthode des cas. Paris: CCMP Chambre de Commerce et d’industrie de Paris, out. 2008.

LEGENDRE, Marie-Françoise. Pratique reflexive et études de cas: quelques enjeux à l’utilisation de la méthode des cas en formation des maîtres. Revue des sciences de l’éducation, v. XXIV, n. 2, 1998.

MARCELO GARCÍA, C. Formação de professores: para uma mudança educaƟ va. Porto, Portugal: Porto Editora, 1999.

MIZUKAMI, M. G. Aprendizagem da docência: algumas contribuições teóricas de Lee Shulman. Revista Centro de Educação UFSM, v. 29, n. 2, 2004.

MIZUKAMI, M. G. et. al. Escola e aprendizagem da docência: processos de investigação e formação. São Carlos: EDUFSCar, 2010.

MUSSI, A. Docência no ensino superior: conhecimentos profissionais e processos de desenvolvimento profissional. 2007. 294 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.

NONO, M. A. Casos de ensino e professoras iniciantes. 2005. 238 f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.

NONO, M. A. Professores iniciantes: o papel da escola em sua formação. Porto Alegre: Mediação, 2011.

NONO, M. A.; MIZUKAMI, M. G. Casos de ensino e processos de aprendizagem profi ssional docente. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, v. 83, n. 203/204/205, p. 72-84, jan./dez. 2002.

RIOS, Terezinha Azerêdo. Ética e competência. São Paulo: Cortez, 2006.

SANZ DE ACEDO LIZÁRRAGA, Maria Luisa. Competencias cogniƟ vas en educación superior. Madrid: Narcea Ediciones, 2010.

SHULMAN, L. S. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. Cadernos Cenpec. São Paulo, v. 4, n. 2, p. 196-229, dez. 2014.

SHULMAN, L. S. Just in case: reflections on learning from experience. In: COLBERT, J.; TRIMBLE, K.; DESBERG, P. (Eds.). The case for education. Contemporary approaches for using case methods. Needham Height: Allyn Bacon, 1996, p. 197-217.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, 1986, p. 4-14.

SOARES, S. R.; CUNHA, M. I. Formação do professor: a docência universitária em busca de legitimidade. Salvador: EDUFBA, 2010.

TORRES, S. R. A formação de docentes da engenharia e processos de mudanças:contribuições para a formação de professores. 2002. 225 f. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2002.

VAILLANT, D.; MARCELO GARCÍA, Carlos. Ensinando a ensinar. As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: UTFPR, 2012.

VAN STAPPEN, Y. La méthode des cas. Revue Pédagogie collégiale, v. 3, n. 2, 1989, p. 16-18.

ZABALZA, M. Diários de aula: contributo para o estudo dos dilemas práticos dos professores. Portugal: Porto Editora, LDA, 2004.

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

MOREIRA, J. da S.; RIBEIRO, M. L. Conhecimentos profissionais mobilizados por professores engenheiros para gerir dilemas da prática pedagógica. Revista Docência do Ensino Superior, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 124-141, 2017. DOI: 10.35699/2237-5864.2017.2252. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/2252. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos