Gincana como ferramenta de ensino de solos no ensino superior

relato de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.37012

Palavras-chave:

ensino de solos, didática no ensino superior, metodologias ativas de aprendizagem

Resumo

O processo educacional, ao longo dos anos, submeteu-se a várias alterações em sua estrutura, adaptando-se ao desenvolvimento humano e à sociedade moderna. O aprendizado por meio do lúdico proporciona ao discente maior envolvimento e prazer ao realizar as atividades em sala de aula. Identifica-se a importância do lúdico no desenvolvimento da criança, do adolescente, do adulto e do idoso, sem haver restrições de idade ou etnia. O presente trabalho teve como objetivo relatar as atividades e os resultados obtidos com a realização de gincanas de solos na Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). As gincanas educativas foram realizadas com discentes do componente curricular de Solos, dos cursos de Engenharia Florestal e Gestão Ambiental, da UNIPAMPA. As gincanas tiveram como temas os conteúdos desenvolvidos na disciplina, com o intuito de oportunizar maior entendimento e interesse acerca desses conteúdos, integridade social e prazer nos estudos. As tarefas realizadas nas gincanas foram jogo da memória, mímica com desenho, cruzadinha, qual é o solo e torta na cara. O uso do lúdico no componente curricular Solos apresentou um elevado grau de satisfação, cooperação e recepção entre os discentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Laura Martins Silva, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), São Gabriel, RS, Brasil.

Graduanda em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Gabriel. É bolsista voluntária de iniciação científica no Laboratório de Solos e Ecologia Florestal do campus São Gabriel.

Mirla Andrade Weber, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), São Gabriel, RS, Brasil.

Graduada em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), doutora em Ciência do Solo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professora associada da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Gabriel.

Frederico Costa Beber Vieira, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), São Gabriel, RS, Brasil.

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), doutor em Ciência do Solo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Gabriel.

Rosângela Silva Gonçalves Nunes, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), São Gabriel, RS, Brasil.

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) e doutora em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Atualmente é técnica de laboratório na área de Biologia da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Gabriel.

Maria Carolina dos Santos Figueiredo, Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), São Gabriel, RS, Brasil.

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e doutoranda em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Atualmente é técnica de laboratório na área de Biologia da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Gabriel.

Referências

ADAM, Bruna Coradini Nader; BENITES, Mauren Corrêa dos Santos; FLORIANO, Mikaela Daiane Prestes; ADÃO, Sebastião Ailton da Rosa Cerqueira. Os desafios da carreira docente no ensino superior: um estudo com professores da Universidade Federal do Pampa. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DE GESTÃO UNIVERSITÁRIA, Universidade e Desenvolvimento Sustentável: desempenho acadêmico e os desafios da sociedade contemporânea, 19., 2019, Florianópolis. Anais eletrônicos [...]. Florianópolis: UFSC, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/201902. Acesso em: 22 abr. 2021.

ALVES, Eva Maria Siqueira. A ludicidade e o ensino de matemática: uma prática possível. 4. ed. Campinas: Papirus, 2006.

CABRERA, Waldirléia Baragatti. A ludicidade para o ensino médio na disciplina de Biologia: contribuições ao processo de aprendizagem em conformidade com os pressupostos teóricos da aprendizagem significativa. 2007. 166 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2007.

CARDOSO, Ana Paula Pereira. Práticas diferenciadas em sala de aula. 2010. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

COSTA, Luciano Gonsalves; BARROS, Marcelo Alves. O ensino de Física no Brasil: problemas e desafios. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, Formação de Professores, Complexidade e Trabalho Docente, 12., 2015, Curitiba. Anais [...] Curitiba: PUCPR, 2015. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2015/21042_8347.pdf. Acesso em: 23 out. 2021.

COVOS, Jacqueline Sardela; COVOS, José Fernando; RODRIGUES, Fernanda Ribeiro; OUCHI, Janaina Daniel. O novo perfil de alunos no ensino superior, e a utilização de jogos lúdicos para a facilitação do ensino aprendizagem. Revista Saúde em Foco, Amparo, p. 62-74, 2018. Disponível em: https://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2018/06/007_O_NOVO_PERFIL_DE_ALUNOS_NO_ENSINO_SUPERIOR.pdf. Acesso em: 11 jul. 2020.

CUNHA, Antônio Eugênio. Afeto e aprendizagem: relação de amorosidade e saber na prática pedagógica. Rio de Janeiro: Wak, 2008.

FURTADO, Ana Maria Ribeiro; BORGES, Marizinha Coqueiro. Módulo: dificuldades de aprendizagem. Vila Velha: ESAB, 2007.

GUSMÃO, Bianca Baraúna de. Dificuldade de aprendizagem: um olhar crítico sobre os alunos de 5° série. 2001. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Centro de Ciências Humanas e Educação, Universidade da Amazônia, Belém, 2001.

HOPPE, Luciana; KROEFF, Adriane Maria Santos. Educação lúdica no cenário do ensino superior. Revista Veras, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 164-181, jul./dez. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.14212/veras.vol4.n2.ano2014.art175. Disponível em: http://site.veracruz.edu.br:8087/instituto/revistaveras/index.php/revistaveras/article/viewFile/175/132. Acesso em: 23 out. 2021.

ITKIN, Danny. On the Importance of Soil Judging Contests. IUSS Bulletin 133, 2018. Ben-Gurion University of the Negev, Berseba, p. 17-18, dez. 2018. Disponível em: https://www.academia.edu/38168719/On_the_Importance_of_Soil_Judging_Contests. Acesso em: 26 ago. 2022.

KLISYS, Adriana. Ciência, arte e jogo: projetos e atividades lúdicas na educação infantil. São Paulo: Peirópolis, 2010.

LASMAR FILHA, Elizabeth dos Santos; SANTOS, Érika Lins de Amorim dos; MOURÃO JÚNIOR, Francisco de Assis; FIGUEIREDO, Suelânia Cristina Gonzaga. Os jogos como ferramenta pedagógica universitária: um estudo de caso da utilização de Lego. Revista EDUCAmazônia: Educação, Sociedade e Meio Ambiente, Amazonas, v. 18, n. 2, p. 230-253, jul./dez. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/educamazonia/article/view/4594/3722. Acesso em: 06 dez. 2020.

LOPES, Glauco dos Santos. Ambientes virtuais de ensino: aspectos estruturais e tecnológicos. 2001. 157 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/81575. Acesso em: 06 dez. 2020.

MARRIEL, Nadja Biondine; LADEIRA, Luiz Carlos Maia; ARAÚJO, Renan dos Santos; SILVA, Janaína da; MARTINS, Ana Luiza Pereira;

TAVARES, Mara Garcia. O lúdico no ensino de biologia celular: possibilidades no ensino superior. Revista Elo: Diálogos em extensão, v. 10, p.1-11, 2021. DOI: https://doi.org/10.21284/elo.v10i.12290. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/elo/article/view/12290. Acesso em: 15 fev. 2022.

MASOLA, Wilson de Jesus; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Dificuldades de aprendizagem matemática de alunos ingressantes na educação superior. Revista Brasileira de Ensino Superior, v. 2, n. 1, p. 64-74, jan./mar. 2016. DOI: https://doi.org/10.18256/2447-3944/rebes.v2n1p64-74. Disponível em: https://seer.imed.edu.br/index.php/REBES/article/view/1267/854. Acesso em: 23 nov. 2020.

MELO, Nathalia; OLIVEIRA, Paolla; ARAÚJO, Rosangela. Relato de experiência: a construção de jogos didáticos nas aulas de bioquímica no ensino superior. Revista Interinstitucional Artes de Educar, v. 7, n. 3, p. 1453-1464, 2021. DOI: https://doi.org/10.12957/riae.2021.54800. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/riae/article/view/54800. Acesso em: 15 fev. 2022.

MENIN, Rosângela. Os benefícios dos jogos e brincadeiras para educandos da educação de jovens e adultos. In: PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Os desafios da escola pública paranaense na perspectiva do professor PDE, 2016. Curitiba: SEED/PR, 2018. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2016/2016_artigo_edfis_ufpr_rosangelamenin.pdf. Acesso em: 15 nov. 2020.

MUGGLER, Cristine Carole; PINTO SOBRINHO, Fábio de Araújo; MACHADO, Vinícius Azevedo. Educação em solos: princípios, teoria e métodos. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 30, n. 4, p. 733-740, ago. 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-06832006000400014. Disponível em: https://www.rbcsjournal.org/pt-br/article/educacao-em-solos-principios-teoria-e-metodos/. Acesso em: 02 out. 2020.

PEREIRA, Leticia Rodrigues; ANJOS, Daniela Dias dos. O professor do ensino superior: perfil, desafios e trajetórias de formação. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO SUPERIOR, Formação e Conhecimento, 2014. Sorocaba. Anais eletrônicos [...]. Sorocaba: UNISO, 2014. Disponível em: https://unisos.uniso.br/publicacoes/anais_eletronicos/2014/1_es_formacao_de_professores/31.pdf. Acesso em: 10 abr. 2021.

PEREIRA, Willian Alves; SOUZA, Natalia Ribeiro de; SILVA, Beatriz dos Anjos Fonseca Sampaio da; OKUDA, Laion Victor Oliveira; GOLDBACH, Tânia. Jogos didáticos voltados para o ensino de biologia: ênfase em genética e temas correlatos. In: ENCONTRO REGIONAL DE ENSINO DE BIOLOGIA RJ/ES, 6., 2012. Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: CEFET/RJ, 2012. Disponível em: http://nedic-ifrj.weebly.com/uploads/2/4/5/1/24517576/pq85.pdf. Acesso em: 16 out. 2020.

PERRENOUD, Philippe; THURLER, Monica Gather; MACEDO, Lino de; MACHADO, Nilson José; ALLESSANDRINI, Cristina Dias. As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da avaliação. Porto Alegre: Artmed, 2002.

RIBEIRO, Sarah Cristina Dias; BONINI, Luci Mendes de Melo; MELO, Tatiana Ribeiro de Campo. O lúdico e o ensino universitário combinam?. Pesquisa em Foco, São Luís, v. 25, n. 2, p. 21-37, jul./dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.18817/pef.v25i2.2474. Disponível em: https://ppg.revistas.uema.br/index.php/PESQUISA_EM_FOCO/article/view/2474. Acesso em: 15 fev. 2022.

RIGONATO, Valney Dias; PASSINI, Elza Yasuko. Prática de ensino de Geografia e estágio supervisionado. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 29, n. 2, p. 215-216, jul./dez. 2009. DOI: https://doi.org/10.5216/bgg.v29i2.9030. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/bgg/article/view/9030. Acesso em: 23 jun. 2020.

ROCHA, Joselayne Silva; VASCONCELOS, Tatiana Cristina. Dificuldades de aprendizagem no ensino de química: algumas reflexões. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA, 18., 2016, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: UFSC, 2016. Disponível em: https://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R0145-2.pdf. Acesso em: 24 out. 2021.

ROLOFF, Eleana Margarete. A importância do lúdico em sala de aula. In: SEMANA DE LETRAS, 10., 2010, Porto Alegre, Anais [...]. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2010. Disponível em: http://editora.pucrs.br/anais/Xsemanadeletras/comunicacoes/Eleana-Margarete-Roloff.pdf. Acesso em: 13 out. 2020.

SANTOS, Santa Marli Pires dos. A ludicidade como ciência. Petrópolis: Vozes, 2001. p. 23-44.

SILVA, João da Mata Alves da. O lúdico como metodologia para o ensino de crianças com deficiência intelectual. 2012. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Educação: Métodos e Técnicas de Ensino) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2012. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/20710/3/MD_EDUMTE_II_2012_33.pdf.

YAMAZAKI, Sérgio Choiti; YAMAZAKI, Regiani Magalhães de Oliveira. Sobre o uso de metodologias alternativas para ensino-aprendizagem de ciências. In: JORNADA DE EDUCAÇÃO DA REGIÃO DA GRANDE DOURADOS, Educação e Diversidade na Sociedade Contemporânea, 3., 2006, Dourados. Anais [...]. Dourados: UEMS, 2006. Disponível em: https://www.academia.edu/2107545/SOBRE_O_USO_DE_METODOLOGIAS_ALTERNATIVAS_PARA_ENSINO_APRENDIZAGEM_DE_CI%C3%8ANCIAS_1. Acesso em: 13 jun. 2020.

Downloads

Publicado

14-09-2022

Como Citar

SILVA, M. L. M. .; WEBER, M. A.; VIEIRA, . F. C. B. .; NUNES, R. S. G. .; FIGUEIREDO, . M. C. dos S. . Gincana como ferramenta de ensino de solos no ensino superior: relato de caso. Revista Docência do Ensino Superior, Belo Horizonte, v. 12, p. 1–16, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.37012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/article/view/37012. Acesso em: 10 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos