Aquisição de habilidades para obtenção de dados subjetivos e manejo de emoções do paciente

Autores

  • Vanessa Santos Ribeiro Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo – USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto – EERP. Ribeirão Preto, SP – Brasil http://orcid.org/0000-0002-0686-4307
  • Sheila Coelho Ramalho Vasconcelos Morais Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Recife PE , Brazil, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Centro de Ciências da Saúde. Recife, PE – Brasil http://orcid.org/0000-0001-9831-0338
  • Cristina Mara Zamarioli Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo – USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto – EERP. Ribeirão Preto, SP – Brasil http://orcid.org/0000-0002-4757-7611
  • Caroline Guilherme Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Enfermagem, Macaé RJ , Brazil, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Faculdade de Enfermagem. Macaé, RJ – Brasil http://orcid.org/0000-0002-9965-9950
  • Luciana Kusumota Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo – USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto – EERP. Ribeirão Preto, SP – Brasil http://orcid.org/0000-0001-9290-3722
  • Emilia Campos Carvalho Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo – USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto – EERP. Ribeirão Preto, SP – Brasil http://orcid.org/0000-0003-0738-0539

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2019.49779

Palavras-chave:

Metodologia, Ensino, Educação em Enfermagem, Comunicação, Simulação

Resumo

OBJETIVO: analisar a contribuição da metodologia da problematização na aprendizagem de habilidades comunicativas de estudantes de enfermagem para obtenção de dados subjetivos e manejo de emoções do paciente. MÉTODOS: estudo descritivo, com o desenvolvimento da metodologia da problematização usando o arco de Maguerez. Um vídeo foi usado como disparador da problematização, posteriormente foram identificados os pontos-chave e, após a teorização, na hipótese de solução, os alunos responderam às questões formuladas inicialmente. A aplicação à realidade deu-se por simulação em grupos com cinco participantes; aos estudantes foram atribuídos papéis de enfermeiro, paciente, acompanhante e observador. Os estudantes que representaram enfermeiros avaliaram as queixas e intervieram no manejo de emoções dos que representaram os pacientes. Os observadores identificaram as técnicas comunicativas presentes na interação. Todos participaram do debriefing. RESULTADOS: participaram do estudo 88 estudantes de graduação em Enfermagem de uma instituição pública. Na identificação dos pontos-chave, os estudantes destacaram 54 questões referentes aos aspectos da comunicação enfermeiro-paciente. Ao longo do desenvolvimento do arco foi possível identificar, nas falas dos participantes, os elementos condução da entrevista, obtenção de dados das queixas por meio da técnica OPQRST; manejo de emoções usando as técnicas comunicacionais NURSE, Ask-Tell-Ask, Tell Me More e comunicação terapêutica; além de outros tópicos identificados pelos estudantes. CONCLUSÃO: os dados revelaram que nas condições deste estudo o arco de Maguerez foi um método eficaz para o ensino do conteúdo proposto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Defenbaugh N, Chikotas NE. The outcome of interprofessional education: integrating communication studies into a standardized patient experience for advanced practice nursing students. Nurse Educ Pract. 2016[citado em 2018 set. 17];16(1):76-81. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26122938

Maguerez C. La promotion technique du travailleur analphabete. Paris: Eyrolles; Editions d'Organisation; 1966.

Loice L, Meakim CH, Fey MK, Chmil JV, Mariani B, Alinier G. Standards of best practice: simulation standard IX: simulation design. Clin Simul Nurs. 2015[citado em 2018 set. 17];11:309-15. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.ecns.2015.03.005

Berbel NAN. A metodologia da problematização em três versões no contexto da didática. Rev Diálogo Educ. 2012[citado em 2018 set. 17];12(35):103-20. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/5014/0

Melo MCM, Queluci GC, Gouvea MV. Problematizing the multidisciplinar residency in oncology: a practical teaching protocol from the perspective of nurse residents. Rev Esc Enferm USP. 2014[citado em 2018 set. 17];48(4):706-14. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420140000400019

Carvalho AA, Bomfim RR, Saraiva NN, Pereira RMC. O uso de vídeos como elemento disparador de aprendizagem, no lugar de textos-problemas, em sessoes tutoriais de um curso estruturado em metodologias ativas de ensino. Espac Saude (Online). 2014[citado em 2018 set. 17];15(1): 681-8. Disponível em: http://www.escoladesaude.pr.gov.br/arquivos/File/17_2_edição_completa.pdf

Teixeira CRS, Pereira MCA, Kusumota L, Gaioso VP, Melo CL, Carvalho EC. Avaliação dos estudantes de enfermagem sobre a aprendizagem com a simulação clínica. Rev Bras Enferm. 2015[citado em 2018 set. 17];68(2):311-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2015680218i

Garbuio DC, Oliveira ARS, Kameo SY, Melo ES, Dalri MCB, Carvalho EC. Simulação clínica em enfermagem: relato de experiência sobre a construção de um cenário. Rev Enferm UFPE Online. 2016;10(8):3149-55. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5205/reuol.9373-82134-1-RV1008201645

Fleming SE, Reynolds J, Wallace B. Lights camera action! A guide for creating a DVD/vídeo. Nurse Educ Today. 2009[citado 2018 set. 17];34(3):118-21. Disponível em: https://insights.ovid.com/crossref?an=00006223-200905000-00014

Gibbs G. Learning by doing: a guide to teaching and learning methods. London: Fell; 1988.

Mariani B, Cantrell MA, Meakim C, Prieto P, Dreifuerst KT. Structured debriefing and students' clinical judgment abilities in simulation. Clin Simul Nurs. 2013[citado 2018 set. 17];9(5):e147-e55. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1876139911002660?via%3Dihub

Bickley LS, Szilagyi PG. Bates: Propedeutica médica. 11a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2015.

Smith RC. Patient-centered interviewing: an evidence-based method. 3a ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins; 2002.

Stone D, Patton B, Heen S. Difficult conversations: how to discuss what matters most. 2a ed. New York: Viking; 2000.

Back AL, Arnold RM, Baile WF, Tulsky JA, Fryer-Edwards K. Approaching difficult communication tasks in oncology. CA Cancer J Clin. 2005[citado 2018 set. 17];55(3):164-77, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.3322/canjclin.55.3.164

Stefanelli MC. Conceitos teóricos sobre comunicação. In: Stefanelli MC, Carvalho, EC, orgs. A comunicação nos diferentes contextos da Enfermagem. Barueri: Manole; 2012. p.83-4.

Alves JL, Almeida PMV. A importância do ensino aprendizagem para prestação de primeiros socorros as vitimas de choque elétrico: metodologia da problematização. Rev Uninga. 2017[citado em 2018 set. 17];54(1):160-6. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/16

Ferreira RDS, Santos JHV. O uso do vídeo em sala de aula. Scientia Plena. 2014[citado em 2018 set. 17];10(4):1-8. Disponível em: https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/1942

Fortes S, Menezes A, Athie K, Chazan LF, Rocha H, Thiesen J. Psiquiatria no seculo XXI: transformações a partir da integração com a atenção primária pelo matriciamento. Physis [online]. 2014[citado em 2018 set. 17];24(4):1079-102. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312014000400006

Freire P. Pedagogia do oprimido. 63a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2017.

Walton-Moss B, O'Neill S, Holland W, Hull R, Marineau L. Advanced practice nursing students: pilot test of a simulation scenario. Collegian. 2012[citado em 2018 set. 17];24(4):171-6. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.colegn.2012.06.002

Richardson L, Resick L, Leonardo M, Pearsall C. Undergraduate students as standardized patients to assess advanced practice nursing student competencies. Nurse Educ. 2009[citado em 2018 set. 17];34(1):12-9. Disponível em: https://insights.ovid.com/crossref?an=00006223-200901000-00008

Sousa SIV, Almeida PCA, Barbosa E, Chevitarese L. A visao dos acadêmicos de enfermagem aplicando a entrevista psiquiatrica na simulação realistica. Rede Cuid Saude. 2016[citado em 2018 set. 17];10(3):2-9. Disponível em: http://publicações.unigranrio.edu.br/index.php/rcs/article/view/2955

Ferreira RV, Souza KR, Santos MBM. Educação e transformação: significações no pensamento de Paulo Freire. e-Curriculum. 2014[citado em 2018 set. 17];2(12):1418-39. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/13856

Publicado

07-10-2019

Como Citar

1.
Ribeiro VS, Morais SCRV, Zamarioli CM, Guilherme C, Kusumota L, Carvalho EC. Aquisição de habilidades para obtenção de dados subjetivos e manejo de emoções do paciente. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 7º de outubro de 2019 [citado 23º de maio de 2024];23(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49779

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.