Adesão dos portadores do HIV/AIDS ao tratamento: fatores intervenientes

Autores

  • Eliana Lins de Almeida
  • Gilmara Barboza da Silva Araújo Campina GrandePB, Faculdade de Ciências Médicas, Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento
  • Verbena Araújo Santos UFPB, Grupo de Estudo e Pesquisas Saúde, Mulher e Gênero
  • Leila Alcina Correia Vaz Bustorff UFPB, Grupo de Estudo e Pesquisas Saúde, Mulher e Gênero
  • Alexandra Valéria de Lima Pereira
  • Maria Djair Dias UFPB, Grupo de Estudo e Pesquisas Saúde, Mulher e Gênero

Palavras-chave:

Aids, Adesão ao Tratamento, Terapia Antirretroviral

Resumo

A síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) é uma doença infecto-contagiosa cuja principal via de contágio é a sexual. Ao longo dos a nos, os indivíduos portadores da doença passaram a ter uma expectativa devida bem maior, como também melhor qualidade de vida. No entanto, para uma resposta adequada ao tratamento, é essencial a adesão tanto às medidas medicamentosas como às medidas não medicamentosas. Com este estudo objetivou-se investigar a adesão dos portadores do HIV/aids ao tratamento e os fatores que interferem na adesão. Trata-se de estudo é exploratório-descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em um hospital público no município de Campina Grande-PB. Os dados foram coletados durante o mês de abril de 2009 e 40 portadores do vírus HIV e da SIDA participaram do estudo. Os resultados evidenciaram que a maioria dos participantes do estudo (65%) é do sexo masculino, com faixa etária entre 30 e 40 anos (45%), solteiros (72,5%), com baixo nível de escolaridade e baixa renda. Grande parte desses indivíduos (47%) teve diagnóstico confirmado há cerca de seis a dez anos. Os resultados também evidenciaram que a maioria (60%) faz uso regular dos antírretrovirais, mesmo apresentando efeitos colaterais. No que se refere às medidas não medicamentosas, a maioria (87,5%) afirma que não realiza atividades físicas. Acredita-se que maior adesão poderá ser alcançada, e para isso é essencial o envolvimento de todos neste processo, devendo o enfermeiro atuar ativamente no desenvolvimento de ações direcionadas à assistência a esses indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-06-2011

Como Citar

1.
Almeida EL de, Araújo GB da S, Santos VA, Bustorff LACV, Pereira AV de L, Dias MD. Adesão dos portadores do HIV/AIDS ao tratamento: fatores intervenientes. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de junho de 2011 [citado 29º de maio de 2024];15(2). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/50388

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.