Caracteristicas dos riscos para quedas entre idosos de uma unidade de saúde da família

Autores

  • Maria José Sanches Marin Universidade Federal de São Paulo; São Paulo, Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Nadia Cecília Castilho São Paulo, Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Joice Mayumi Myazato São Paulo, Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Pamela Cristine Ribeiro São Paulo, Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Darlene Vieira Candido São Paulo, Faculdade de Medicina de Marília, Brasil

Palavras-chave:

Acidentes por Quedas, Saúde do Idoso, Fatores de Risco, Medicina de Família e Comunidade, Programa Saúde da Familia

Resumo

As quedas entre os idosos representam um importante problema de saúde pública, tendo em vista sua contribuição para a morbidade e a mortalidade dessa população. Considerando que elas são passíveis de prevenção e que, ao adotar medidas de intervenção, o reconhecimento da situação é um aspecto importante, neste estudo propõe-se caracterizar os riscos para quedas entre idosos que pertencem à área de abrangência de uma Unidade de Saúde da Família (USF). O estudo foi realizado com 65,3% da população de idosos da área n= 301, a coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas no próprio domicílio do idoso, utilizando um instrumento contendo questões referentes aos fatores de risco intrínsecos e extrínsecos para quedas, além do "Miniexame do estado mental" (MEEN) e do instrumento Performance Oriented Mobility Assessment (POMA). Os idosos queparticiparam do estudo assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido, aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos da Faculdade de Medicina de Marília. Os resultados apontam para o maior número de mulheres 186 (61,8%) expostas aos fatores de risco. Os idosos apresentam riscos intrínsecos, como a inatividade, múltiplas patologias, uso de vários medicamentos, insônia, equilíbrio e marcha prejudicados, e extrínsecos, com destaque para o piso escorregadio, a presença de escadas/degraus e calçados inadequados para a idade. Nesse contexto, considera-se a necessidade de ações individuais e coletivas envolvendo a atuação interdisciplinar e intersetorial, o que representa um desafio diante do atual modelo de atenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-12-2007

Como Citar

1.
Marin MJS, Castilho NC, Myazato JM, Ribeiro PC, Candido DV. Caracteristicas dos riscos para quedas entre idosos de uma unidade de saúde da família. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de dezembro de 2007 [citado 19º de julho de 2024];11(4). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/50658

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)