O Segredo da Caverna

Autores

  • Heitor Capuzzo Escola de Belas Artes da UFMG

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.37099

Palavras-chave:

Narrativa, Imagens em movimento, Análise imagética, Montagem

Resumo

Um dos efeitos colaterais do excessivo uso da fragmentação narrativa é diluir a capacidade humana em compreender o mundo e representá-lo numa visão de conjunto. O excesso de detalhes articulados potencializa uma visão de mundo cada vez mais atomizada. O investimento na construção coletiva de uma abrangente visão de mundo pode ser uma importante estratégia para que possamos reencontrar uma identidade de ser que, talvez, tenhamos perdido em todo esse processo que chamamos de civilização.

 

Biografia do Autor

Heitor Capuzzo, Escola de Belas Artes da UFMG

Professor aposentado do Departamento de Fotografia e Cinema da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG - Brasil). Ex-professor da Escola de Arte, Design e Mídia (ADM), Universidade Tecnológica de Nanyang - Cingapura. Também foi professor no Departamento de Estudos de Mídia (DMS) na State University of New York – University at Buffalo. Possui mestrado em Belas Artes e doutorado em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP - Brasil). É autor dos livros "Cinema: A Aventura do Sonho", "The Twilight Zone: Cinema Além da Imaginação", "Alfred Hitchcock: o cinema em Construção" e "Lágrimas de Luz; o drama romântico no Cinema" e organizador de "Cinema Segundo a Crítica Paulista". É coorganizador do livro "Reflexões sobre Montagem Cinematográfica", de Eduardo Leone (midia@rte/Editora UFMG). Dirigiu os curtas "Estranho Sorriso", com José Armando Pereira da Silva (prêmios de Melhor Filme e Melhor Diretor nos festivais de Gramado e Brasília), "Boa Noite" e "Pula Violeta". Foi também crítico de cinema do jornal Diário do Grande ABC por 10 anos. Foi Diretor Associado do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares (IEAT) da UFMG, de 2000 a 2003. Entre 2002 e 2004, fez seu estágio de pós-doutorado e foi Visiting Scholar na Division of Animation and Digital Arts da USC School of Cinematic Arts da University of Southern California, em Los Angeles. Em 2005, foi Visiting Scholar na Arizona State University (ASU). É diretor fundador do midia@rte - Laboratório Multimídia da Escola de Belas Artes da UFMG e foi membro do Conselho Superior de Cinema, Conselho Consultivo de Mídia e Cinema da Presidência da República. Sua experiência é focada em História do Cinema, Animação e Efeitos Visuais.

Referências

AZÉMA, Marc & RIVÈRE, Florent. “Animation in Palaeolithic Art: a pre-echo of cinema”. In: Cambridge University Press, 02 January, 2015. Disponível em: <https://www.cambridge.org/core/journals/antiquity/article/animation-in-palaeolithic-art-a-preecho-of-cinema/50BB05A3FDED8AC8CB5F5126249090F9>

CARNEIRO, Alfredo. “José Saramago – o Mito da Caverna nos dias de hoje”. In: Netmundi.org –Filosofia na Rede. Disponível em: <https://www.netmundi.org/home/2017/saramago-mito-da-caverna-platao/>

JANELA da Alma (Brasil, 2001), de João Jardim e Walter Carvalho (Filme documentário).

Downloads

Publicado

2022-04-28

Como Citar

CAPUZZO, H. O Segredo da Caverna. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 12, n. 24, p. 31–55, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.37099. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/37099. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Seção temática