Trajetórias da pobreza e da desigualdade

a arte como instrumento de resistência

Autores

  • Hemetério Araújo Instituto Federal do Ceará/IFCE
  • Sr. Solonildo Instituto Federal do Ceará - IFCE

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-2046.2024.48205

Palavras-chave:

Arte, ensino, pobreza, Desigualdade Social, arte e resistência

Resumo

Este trabalho é uma importante reflexão acerca de processos que transcendem a arte e da educação, trazendo a pobreza e a desigualdade social como linhas de frente e a arte como instrumento de transformação social. Como objeto, um projeto de intervenção artística realizado pelo autor de 2015 a 2017 em uma Escola da Rede Pública Estadual do Ceará, desenvolvido anualmente com alunos do Ensino Médio, tendo a cidade como palco de uma arte pública e colaborativa. Sua justificativa se dá tanto pela surdez social diante da pobreza, quanto pela necessidade crescente de darmos vazão a saídas para o colapso social brasileiro. Eis aqui um instrumento de formação pessoal, social e critica de adolescentes, apoiado pela subjetividade do ensino da arte.

Biografia do Autor

Sr. Solonildo, Instituto Federal do Ceará - IFCE

Possui graduação em Sistemas e Mídias Digitais - SMD pela Universidade Federal do Ceará (2013), graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (2009), graduação em Teatro pela Universidade Federal do Ceará (2020), graduação em Geografia / Licenciatura Plena pela Universidade Estadual do Ceará (1999), especialização em Metodologias do Ensino de Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (2002), especialização em Formação de Formadores pela Universidade Estadual do Ceará (2003), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual do Ceará (2005), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2011), pós-doutorado pela Universidade Federal do Ceará (2016) e curso-tecnico-profissionalizante em Assistente Básico em Administração pela Escola de Ensino Médio Adauto Bezerra (1994). Atualmente é Pesquisador do IMO da Universidade Estadual do Ceará, Professor Professor EBTT do Instituto Federal do Ceará, Membro de corpo editorial da Conexões: Ciência e Tecnologia, Professor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Revisor e Membro do corpo editorial da RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT e Professor Permanente de Doutorado Acadêmico da Universidade Federal de Sergipe. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Planejamento e Avaliação Educacional. Atuando principalmente nos seguintes temas: UAB.

Referências

ARTAUD, Antonin. O Teatro e seu Duplo. São Paulo-SP: Editora Martins Fontes, 2006.

BERNAYS, Edward. A Farsa sobre o flúor. 1991. disponível em: <https://www.youtube.com/ watch?v=3LJ_K3RZdG8>. acessado em: 04 mar 2017.

CASTRO, Josué de. Fome: um tema proibido. Anna Maria de Castro (Org.). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

COSTA, Antônio Carlos Gomes da. Programa CUIDAR. HS fotolito e editora Ltda., 2002.

FIGUEIRA, Divalte Garcia. História. São Paulo, SP: Ática, 2002.

FREIRE, Paulo. Conscientização: Teoria e prática da libertação - Uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 3ª edição, São Paulo: Centauro, 2006.

FREIRE, P.; HORTON, Myles. O caminho se faz caminhando: Conversas sobre educação e mudança social. 4ª edição, Petrópolis-RJ: Vozes, 2003.

HART, Herbert L. A.. O conceito de direito. 3ª ed. Tradução: A. Ribeiro Mendes. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

JANSON, H. W.; ANTHONY F.. Iniciação a história da Arte. São Paulo, SP: Livraria Martins Fontes Editora Ltda, 2000.

LEMINSKI, Paulo; Toda poesia; 1ª edição; São Paulo: Companhia das Letras, 2013;

LINHARES, Ângela Maria Bessa. O tortuoso e doce caminho da sensibilidade - Um estudo sobre arte e educação. 2ª edição, Ijuí: Editora Unijuí, 2003.

MARÇAL, Mônica Braga. Técnicas corporais; Apostila (Especialização em Arte e Educação). Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará, Fortaleza, 2005.

OLIVEIRA, Sandra Regina Ramalho. Fenomenologia da experiência estética: Uma alternativa na preparação de educadores. UFRGS, 1986.

REGO, Walquiria D. Leão. Aspectos Teóricos das Políticas de Cidadania: Uma Aproximação ao Bolsa Família. Lua Nova, 2008.

SACHS, Jeffrey. O fim da pobreza: Como acabar com a miséria mundial nos próximos 20 anos. Tradução: Pedro Maia Soares. São Paulo: Cia. das Letras, 2005.

SCHRAM, Sandra Cristina; CARVALHO, Marco Antonio Batista. O pensar educação em Paulo Freire: Para uma Pedagogia de mudanças. disponível em <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/852-2.pdf>. acessado em: 20 nov 2016.

SILVA, Tomaz Tadeu (org.). Alienígenas na sala de aula. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

Downloads

Publicado

2024-04-01 — Atualizado em 2024-05-13

Versões

Como Citar

ARAÚJO, H.; SILVA, S. A. da. Trajetórias da pobreza e da desigualdade: a arte como instrumento de resistência. PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 30, p. 338–378, 2024. DOI: 10.35699/2238-2046.2024.48205. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/48205. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Seção aberta