Charlottesville e o neonazismo em marcha nos Estados Unidos

  • Pedro Carvalho Oliveira Universidade Estadual de Maringá

Resumo

O presente artigo examina a presença do neonazismo nos Estados Unidos tendo como ponto de partida o comício da Unite the Right, na cidade de Charlottesville, Virgínia, ocorrido em agosto de 2017, onde dezenas de neonazistas defenderam abertamente discursos de ódio contra seus inimigos determinados, entre eles os negros e os imigrantes. Veremos como este evento tem raízes mais profundas na sociedade estadunidense, examinando-o sob a perspectiva de uma história do tempo presente. Esse exame será executado usando os registros feitos por bandas estdunidenses ligadas ao chamado rock neofascista em suas músicas. Tendo em vista tais registros documentais, buscaremos compreender algumas particularidades do neonazismo estadunidense e onde se encontram suas raízes nacionais por meio de músicas das bandas Angry Aryans, Bound for Glory, Bully Boys, End Apathy, Heathen Hammer e The Voice. Assim, perceberemos como o episódio em Charlottesville vai além de suas causas imediatas.

Publicado
2019-09-30