Affonso Penna e o engrandecimento mineiro: repertórios sobre instrução profissional (1874-1906)

  • Bárbara Braga Penido Lima Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

A proposta deste artigo é tomar o político Affonso Penna como sujeito desse estudo, por meio da reconstituição de sua trajetória profissional e intelectual, entre 1874 e 1906. Busca discutir os repertórios de seus discursos, compreender o horizonte de expectativas referente às noções de progresso associadas a um projeto de modernidade, conforme as perspectivas de Affonso Penna sobre os programas educacionais que procurava instituir no Estado. Pretende analisar de que modo as instituições escolares, especialmente as de formação profissional, foram pensadas pelo eminente político como instrumento para atingir o progresso, por meio do desenvolvimento econômico e social. Para analisar os discursos de Affonso Penna, os Anais do Senado Mineiro foram analisados como fonte, de acordo com os conceitos de espaço de experiência e horizonte de expectativas, ambos cunhados por Reinhart Koselleck (2006), além do conceito de repertório, conforme apropriado e redefinido por Ângela Alonso (2002). A metodologia usada será a da análise do discurso, sobretudo a de Patrick Charaudeau (2013).

Biografia do Autor

Bárbara Braga Penido Lima, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui graduação em História, licenciatura, pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009-2013). Mestre em Educação Tecnológica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (2014-2016). Tem experiência na área de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural, destacando-se trabalhos relacionados ao desenvolvimento de pesquisas de dossiês de tombamentos, de registros de bens imateriais e desenvolvimento e acompanhamento de projetos de Educação Patrimonial. Compõe sociedade na empresa Temporis Consultoria (Temporis Consultoria Limitada - ME); CNPJ: 07.627.881/0001-14; Razão social: Temporis Consultoria Limitada - ME, que desenvolve trabalhos pautados na gestão e preservação do patrimônio histórico, cultural e natural. Pesquisa na área de História das Ideias Políticas, História da Educação, História Social, História Cultural, História do Brasil Primeira República e História da Cruz Vermelha Brasileira Filial Minas Gerais. Atualmente professora de ensino fundamental e médio na Escola Estadual Sagrada Família II. Aprovada no processo seletivo para doutorado na linha de Ciência e Cultura da História no Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas/UFMG, em 2018, com previsão de término do curso em 2023. Possui experiência em elaboração de relatórios técnicos. Possui publicações de crônicas em revistas literárias.

Publicado
2019-09-30