O uso do blog no processo de formação pedagógica: desafios e possibilidades

Autores

  • Renilze de B. A. dos Santos Ferreira FAFIRE
  • Obionor Nobrega UFRPE
  • Celso Roberto Perez UFPE

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.6.1.28-42

Palavras-chave:

Blog. Processo de ensino. Aprendizagem. Avaliação

Resumo

O trabalho apresenta o resultado de uma pesquisa realizada no curso de mídias na educação, em nível de especialização, a qual buscou inserir estudantes da área de ensino nas potencialidades tecnológicas disponibilizadas na Internet, especificamente a ferramenta blog, para que os mesmos pudessem ampliar a visão quanto ao uso de novos recursos para o contexto do ensino. A pesquisa foi realizada numa faculdade do Recife, em 2012, com estudantes de graduação em pedagogia nas disciplinas: Didática (4º período) e Relações Humanas (7º período) durante um semestre letivo (4 meses – 32h/a); e numa turma de Especialização em Microbiologia, disciplina Didática do Ensino Superior, em 1 mês (32h/a). A pesquisa objetivou descrever as concepções pedagógicas de futuros educadores, na vivência do uso do “blog”, como instrumento didático ao contexto educacional na perspectiva do ensino, para aprendizagem e ao processo avaliativo. Os instrumentos de análise foram: depoimentos orais dos alunos, em classe; análise dos blogs dos referidos alunos pela docente; questionário aplicado aos alunos após a atividade. Os resultados direcionaram para um olhar analítico, de valor significativo quanto o uso do “blog” como instrumento pedagógico, identificando pontos negativos e exitosos, ressaltou-se a ação do aluno considerando sua inserção social atualizada com novas tecnologias, numa postura autônoma. Portanto, o blog torna-se instrumento útil, ampliando as possibilidades pedagógicas do ensino, aprendizagem e avaliação, todavia desafiante pela volatilidade das tecnologias, diante de novas ferramentas que surgem, requerendo do educador flexibilidade em suas ações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renilze de B. A. dos Santos Ferreira, FAFIRE

Pedagoga pela UFPE; Mestra em Educação pela UFPE; Especialista em Mídias da Educação pela UFRPE; Técnica em Estatística pelo CIASD-PE; Licenciada em Educação Religiosa pelo STEM-PE.

Professora do Departamento de Pedagogia da Fafire; Área - Didática e Relações Humanas em Educação.

Referências

ALMEIDA, M. Prática e Formação de Professores na Integração de Mídias. Série “Pedagogia de Projetos e Integração de Mídias”. Programa Salto para o Futuro, TV Escola/SEED/MEC, set. 2003, p. 38-45. Disponível em: http://tvescola.mec.gov.br/images/stories/publicacoes/salto_para_o_futuro/livro_salto_tecnologias.pdf. Acesso em: 16 jul. 2013.

BICUDO, Maria Aparecida; SILVA JUNIOR, Celestino Alves (Org.). Formação do educador: dever do Estado, tarefa da Universidade. São Paulo: Unesp, 1996.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari K. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto, 2003.

COSCARELLI, Carla Viana. Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

DEMO, Pedro. Novas Tecnologias, pressões e oportunidades. São Paulo: Atlas, 2009.

FREIRE, Paulo. Educação e Atualidade Brasileira. Recife: Universidade Federal de Pernambuco, 1959.

FREIRE, Paulo. Terceiro mundo e tecnologia. Carta a um jovem Teólogo. In: TORRES, Carlos Alberto. Consciência e História: A Práxis Educativa de Paulo Freire (Antologia). São Paulo: Loyola, 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 31. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

GOMES, Maria João. Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica. SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INFORMÁTICA EDUCATIIVA – SIIE05, 8., Leiria, Portugal, 16-18 nov. 2005, Anais... Leiria, Portugal, 2005. p. 313. Disponível em: http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/4499/1/Blogs-final.pdf. Acesso em: 18 abr. 2013.

GONÇALVES, Hortência de Abreu. Manual de Artigos Científicos. São Paulo: Avercamp, 2004.

JORNAL ONLINE “globo.com”. América Latina precisa avançar no uso de tecnologia em sala de aula. Disponível em: http://www.blogeducacao.org.br/america-latina-precisa-avancar-no-uso-detecnologia-em-sala-de-aula. Acesso em: 19 abr. 2013.

KENSKI, Vani M. Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância. Campinas, SP: Papirus, 2008.

LEITE, L. S. (Coord.). Tecnologia Educacional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

MACHADO, Arlindo. Alcance e Limites da Cultura da Interatividade. Salvador: Ed. UFBA, 1997.

MARCUSCHI, L. A. Gêneros virtuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: MARCUSCHI; L. A.; XAVIER, Antônio Carlos dos Santos (Org.). Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção do sentido. Rio de Janeiro: Lucerna. p. 110-119, 2004.

MARCUSCHI; L. A.; XAVIER, Antônio Carlos dos Santos (Org.). Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção do sentido. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004.

MASETTO, M. T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 15. ed. Campinas, SP: Papirus, 2009.

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. Papirus, 2007, p. 167-169. Disponível em: http://www.slideshare.net/guest43fd29/a-educao-quedesejamos. Acesso em: 15 jul. 2013.

MORAN, José Manuel; MASSETO, José Manuel; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 15. ed, Campinas, SP: Papirus, 2009.

NISKIER, Arnaldo. Tecnologia Educacional: uma visão política. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

OLIVEIRA, Edna Castro de. Prefácio. In: FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. 31. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005. p. 09-12.

PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens - entre duas lógicas. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

RICHARDSON, Robert Jarry et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SAVIANI, Demerval. Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria Aparecida; SILVA JUNIOR, Celestino Alves (Org.). Formação do educador: dever do Estado, tarefa da Universidade. São Paulo: Unesp, 1996. p. 145 a 155 (Seminários e Debates).

SIGNORELLI, Vinicius. Grupo Educacional Signorelli. Revista Científica Internacional em EaD, v. 13, p. 168, 1995. Disponível em: http://www.faculdadesignorelli.com.br/docs/RevistaSignorelli-vol3.pdf. Acesso em: 14 abr. 2013.

SILVA, Marco. O que é Interatividade? SENAC – BR. 2006. Disponível em: http://www.senac.br/BTS/242/boltec242d.htm. Acesso em: 24 mar. 2013.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, set./dez. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n3/a09v31n3.pdf. Acesso em: 07 abr. 2013.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução de Daniel Grassi. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2013-06-11

Como Citar

FERREIRA, R. de B. A. dos S.; NOBREGA, O.; PEREZ, C. R. O uso do blog no processo de formação pedagógica: desafios e possibilidades. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 6, n. 1, p. 28–42, 2013. DOI: 10.17851/1983-3652.6.1.28-42. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16628. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia