“Vem pra rua”: o político e a política em rede

Autores

  • Benedito Fernando Pereira Universidade do Vale do Sapucaí - Univás

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.7.2.61-75

Palavras-chave:

redes sociais e o político, discurso eletrônico, ciberdemocracia e capitalismo.

Resumo

RESUMO:Considerando o político como a divisão social dos sentidos, este artigo procura verificar como se dá o processo de significação em uma sociedade cada vez mais interpelada pelo discurso eletrônico e os modos como o político e a política se veem afetados por ele. Para tanto, fazemos a análise discursiva dos enunciados “vem pra rua” e “somos a rede social”, que estiveram presentes em faixas e cartazes nos protestos de rua no Brasil em 2013, os quais foram organizados e transmitidos, em grande parte, pelo meio virtual. Observou-se que tais enunciados passam por um processo de apropriação e de ressignificação, com deslocamentos de sentidos que partem da lógica de mercado, vão para o social e retornam ao mercado. Observou-se também como o meio urbano se vê afetado pelo discurso eletrônico que passa a constituir os modos como ele produz sentidos.

PALAVRAS-CHAVE: redes sociais e o político; discurso eletrônico; ciberdemocracia e capitalismo.

 

ABSTRACT:Considering the political and the social division of senses, this paper seeks to check how is the process of signification in a society increasingly challenged by electronic discourse and the ways in which political and policy find themselves affected by it. In order do that, we make the analysis of discursive statements “vem pra rua” and “somos a rede social” that were present in banners and posters in street protests in Brazil in 2013, which were organized and delivered, in large part, by virtual means. We observed that such utterances go through a process of appropriation and re-signification, with shifting meanings that run of market logic, go to the social politics and go back to the market logic. We had also observed how the urban environment is affected by the electronic discourse that now constitutes the ways it makes sense.

KEYWORDS: social websites and politcs; electronic discourse; cyberdemocracy and capitalism.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Benedito Fernando Pereira, Universidade do Vale do Sapucaí - Univás

Mestrando em Ciências da Linguagem e Licenciado em Letras pela Universidade do Vale do Sapucaí. Bacharel em Filosofia e Especialista em Ensino de Filosofia pela Faculdade Católica de Pouso Alegre.

Referências

ARISTÓTELES. Política. Tradução, introdução e notas de Mário da Gama Kury. 3. ed. Brasília, DF: Editora Universidade de Brasília, 1997.

CASTELLS, M. A Era da informação: economia, sociedade e cultura. Vol. 3. São Paulo: Paz e terra, 1999.

DIAS, C. e-Urbano: a forma material do eletrônico no urbano. In. DIAS, C. E-urbano: Sentidos do espaço urbano/digital [online]. 2011. Disponível em: http://www.labeurb.unicamp.br/livroEurbano/. Laboratório de Estudos Urbanos – LABEURB/Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade – NUDECRI, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Acesso em: 04 jun. 14.

DIAS, C. Movimento da cibernética, saberes linguísticos e constituição do sujeito. In: FERREIRA, Ana Cláudia Fernandes; MARTINS, R. (Orgs.). Linguagem e tecnologia. Campinas: Editora RG, 2012, p. 11-23.

GOMES, W. Ciberdemocracia: possibilidades e limites. Conferência Inaugural do II Congresso Ibérico de Comunicação, Covilhã, Portugal (Inédito), 2004.

HENRY, P. A ferramenta imperfeita: língua, sujeito e discurso. Campinas: Editora da Unicamp, 1992. HOLANDA, A. B. de. Miniaurélio: o dicionário da língua portuguesa. 6. ed. Curitiba: Positivo, 2006.

HOUAISS ELETRÔNICO. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Versão monousuário 3.0. Editora Objetiva, 2009.

LEMOS, A.; LÉVY, P. O Futuro da Internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010.

LÉVY, P. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 5. ed. São Paulo: Loyola, 2007.

LÉVY, P. Ciberdemocracia. Lisboa: Instituto Piaget, 2003.

ORLANDI, E. Discurso e argumentação: um observatório do político. In: Fórum Linguístico, Fpolis, n. 1, p. 73-81, jul-dez, 1998.

ORLANDI, E. Língua, comunidade e relações sociais no espaço digital. In. DIAS, C. Eurbano: Sentidos do espaço urbano/digital [online]. 2011a. Disponível em: http://www.labeurb.unicamp.br/livroEurbano/. Laboratório de Estudos Urbanos – LABEURB/Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade – NUDECRI, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Acesso em: 04 jun. 14.

ORLANDI, E. O que é linguística? 2. ed. São Paulo: Brasiliense, 2009.

ORLANDI, E. Os sentidos de uma Estátua: Fernão Dias, individuação e identidade Pousoalegrense. In: ORLANDI, E. P. (Org.). Discurso, espaço, memória: caminhos da identidade no Sul de Minas. Campinas. Editora RG, 2011b, p. 13-34.

RAMALHO, R. A.; SILVA, L. C. da. #vemprarua: a midiatização de uma manifestação popular nos sites de redes sociais e a ebulição de uma nova estética audiovisual. II Colóquio Semiótica Das Mídias. ISSN 2317-9147. Centro Internacional de Semiótica e Comunicação – CISECO. Japaratinga/AL, 2013. Disponível em: http://ciseco.org.br/anaisdocoloquio/index.php/edicao-atual/91-vemprarua-a-midiatizacao-de-uma-manifestacao-popular-nos-sites-de-redes-sociais-e-a-ebulicao-de-uma-nova-estetica-audiovisual. Acesso em: 20 jun. 14.

SCHELLER, F. ‘Vem Pra Rua’ agora é dos brasileiros, diz Fiat. O Estado de São Paulo. 18/6/2013. Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,vem-pra-rua-agora-e-dos-brasileiros-diz-fiat,156875e. Acesso em: 01 jul. 14.

TAVARES, V. B. A. O Papel das Redes Sociais na Primavera Árabe de 2011: implicações para a ordem internacional. Mundorama Divulgação Científica em Relações Internacionais – ISSN 2175-2052. 06/11/2012. Disponível em: http://mundorama.net/2012/11/06/o-papel-das-redes-sociais-na-primavera-arabe-de-2011-implicacoes-para-a-ordem-internacional-por-viviane-brunelly-araujo-tavares/. Acesso em: 29 jun. 14.

WIKIPÉDIA. “Vem pra rua”. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vem_Pra_Rua. Acesso em: 20 mai. 14.

Downloads

Publicado

2014-11-16

Como Citar

PEREIRA, B. F. “Vem pra rua”: o político e a política em rede. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 7, n. 2, p. 61–75, 2014. DOI: 10.17851/1983-3652.7.2.61-75. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16674. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Linguística e Tecnologia