Escala de autoavaliação de competências digitais de professores. Procedimentos de construção e validação

Autores

  • Sara Dias-Trindade Faculdade de Letras (DHEEAA) & Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX Universidade de Coimbra
  • José António Moreira Departamento de Educação e Ensino a Distância da Universidade Aberta Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra
  • Catarina S. Nunes Departamento de Ciências e Tecnologia da Universidade Aberta

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.12.2.152-171

Palavras-chave:

escala de avaliação, competências digitais docentes, fluência digital.

Resumo

RESUMO: Este trabalho apresenta um estudo que descreve os procedimentos de construção de uma escala de autoavaliação de competências digitais de professores e as suas qualidades psicométricas. Depois de algumas considerações sobre o construto e a sua operacionalização, efetuou-se a análise dos procedimentos da sua construção, realizou-se a análise de consistência interna através do cálculo do coeficiente alfa de Cronbach e a análise da validade do construto (análise fatorial exploratória e confirmatória). Para além de bons indicadores de validade, globalmente, as medidas aplicadas caracterizam-se por uma fidelidade boa e estruturas fatoriais interpretáveis.

PALAVRAS-CHAVE: escala de autoavaliação; competências digitais docentes; fluência digital.

 

ABSTRACT: This paper presents a study that describes the procedures for the construction of a self-assessment scale of teachers' digital competences and their psychometric qualities. After some considerations about the construct and its operationalization, the procedures of its construction were analysed, the internal consistency analysis was carried out through the calculation of the Cronbach alpha coefficient and the analysis of the construct validity (exploratory and confirmatory factorial analysis). In addition to good indicators of validity, overall, the applied measures are characterized by a good fidelity and interpretable factorial structures.

KEYWORDS: self-evaluation scale; teachers' digital competences; digital fluency.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Dias-Trindade, Faculdade de Letras (DHEEAA) & Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX Universidade de Coimbra

Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra

Referências

ABDELMOULA, M., CHAKROUN, W.; AKROUT, F. The effect of sample size and the number of items on reliability coefficients: alpha and rhô: a meta-analysis. International Journal of Numerical Methods and Applications, vol. 13, n. 1, p. 1-20, março de 2015. https://doi.org/10.17654/IJNMAMar2015_001_020. Acesso em: 25 jul. 2019.

BRIGGS, C.; MAKICE, K. Digital Fluency: building success in the digital age. [S.l.]: SociaLens, 2011.

CRONBACH, L. J. Essentials of psychological testing. Nova Iorque: Harper & Row, 1984.

DIAS-TRINDADE, S.; MOREIRA, J. A. Avaliação das competências e fluência digitais de professores no ensino público médio e fundamental em Portugal. Revista Diálogo Educacional, vol. 18, n. 58, p. 624-644, jul./set. 2018a.

DIAS-TRINDADE, S.; MOREIRA, J. A. Ecologia de aprendizagem. In MILL, D. (org.) Dicionário crítico de educação e tecnologias e educação a distância. Campinas: Papirus, 2018b. p. 192-194.

HAIR, J. F. et al. Multivariate Data Analysis. 7th ed. London, UK: Pearson Education Limited, 2014. NATIONAL Research Council (NRC). Being fluent with information technology. Washington, DC: National Academy Press, 1999.

OZAN, O.; KESIM, M. Rethinking scaffolding in mobile connectivist learning environments. In BERGE, Z.; MUILENBURG, L. (eds.). Handbook of mobile education. New York: Routledge, 2013. p. 166-175.

PESTANA, M. H.; GAGEIRO, J. N. Análise de Dados para Ciências Sociais: a complementaridade do SPSS (6a Edição). Lisboa: Edições Sílabo, 2014.

REDECKER, C.; PUNIE, Y. European Framework for the Digital Competence of Educators (DigCompEdu). Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2017. Disponível em: https://publications.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/fcc33b68-d581-11e7-a5b9-01aa75ed71a1/language-en. Acesso em: 30 abr. 2018.

STEVENS, J. Applied multivariate statistics for the social sciences. Nova Iorque: Routledge, 2009.

TINSLEY, H. E.; TINSLEY, D. J. Uses of factor analysis in counseling psychology research. Journal of Counseling Psychology, vol. 34, n. 4, p. 414-424, out. 1987.

Downloads

Publicado

2019-05-28

Como Citar

DIAS-TRINDADE, S.; MOREIRA, J. A.; S. NUNES, C. Escala de autoavaliação de competências digitais de professores. Procedimentos de construção e validação . Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, Belo Horizonte-MG, v. 12, n. 2, p. 152–171, 2019. DOI: 10.17851/1983-3652.12.2.152-171. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/16848. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Educação e Tecnologia