As culturas do grupo Texto Livre: um estudo de viés etnográfico sob a ótica da complexidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17851/1983-3652.13.1.175-177

Palavras-chave:

cultura livre; pesquisa etnográfica; compartilhamento; grupo Texto Livre.

Resumo

A proposta da presente resenha se deu durante uma disciplina do Mestrado Profissional Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal dos Vales Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), como resultado da pesquisa realizada durante o semestre. Desta forma, visa resenhar a obra “As culturas do grupo Texto Livre: um estudo de viés etnográfico sob a ótica da complexidade”, escrita pelo professor Carlos Henrique Silva de Castro, a partir de uma leitura crítica. Busca-se expor o conteúdo e analisar a pesquisa etnográfica aplicada pelo autor. Um dos pontos relevantes que merece destaque é o conceito de cultura livre aplicada ao grupo Texto Livre, que destaca a importância do compartilhamento e da colaboratividade. Em suma, pretende-se abordar a maneira na qual a pesquisa etnográfica contribuiu para os resultados do autor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Satiko Takahashi, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Bacharela em Humanidades pela UFVJM e em Direito pela UEMG. Mestranda do Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM.

Referências

CASTRO, Carlos Henrique Silva de. As culturas do grupo Texto Livre: um estudo de viés etnográfico sob a ótica da complexidade. São Carlos: Pedro & João Editores, 2019. 378 p.

Downloads

Publicado

2020-07-11

Como Citar

SATIKO TAKAHASHI, S. As culturas do grupo Texto Livre: um estudo de viés etnográfico sob a ótica da complexidade. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 13, n. 1, p. 175–177, 2020. DOI: 10.17851/1983-3652.13.1.175-177. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/24079. Acesso em: 8 ago. 2022.