Resenha de Formação docente em língua inglesa

diferentes perspectivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1983-3652.2023.42097

Palavras-chave:

Formação continuada de professores, Língua Inglesa, Letramentos

Resumo

A obra Formação docente em língua inglesa: diferentes perspectivas reúne capítulos que versam sobre experiências de formação docente a partir de contextos diversos. Seus organizadores, Ana Karina de Oliveira Nascimento e Vanderlei José Zacchi, são doutores em Letras (Estudos Linguísticos e Literários em Inglês) pela Universidade de São Paulo (USP) e professores na Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde atuam na graduação e na pós-graduação em Letras. Os capítulos da coletânea são de autoria de professores participantes do projeto Formação Continuada de Professores de Inglês como Língua Adicional. O projeto consistia em uma iniciativa de formação continuada de professores, que não se concretizou, do Ministério da Educação (MEC), com vistas a instrumentalizar criticamente professores de Língua Inglesa (LI) da educação básica para que formassem estudantes proficientes e atuantes no cenário da Copa do Mundo de Futebol (2014) e das Olimpíadas (2016) no Brasil. Assim sendo, ao se observar a impossibilidade de sua implementação, adaptou-se localmente a proposta em parceria com pesquisadores de universidades brasileiras. O projeto fez parte das atividades do Grupo de Pesquisa Letramentos em Inglês: língua, literatura e cultura da UFS, que, por sua vez, agrega-se ao Projeto Nacional de Letramentos: Linguagem, Cultura, Educação e Tecnologia, coordenado pelos professores Walkyria Monte Mór e Lynn Mario Trindade Menezes de Souza, ambos da USP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lauro Sérgio Machado Pereira, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Janaúba, MG, Brasil

Lauro Sérgio Machado Pereira é estudante de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade de Brasília (UnB), Brasil. Possui mestrado em Linguística Aplicada pela mesma universidade. No Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG) - Campus Avançado Janaúba, Brasil, leciona inglês em Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio e desenvolve atividades de pesquisa e extensão. É certificado em Ensino de Inglês para Falantes de Outras Línguas (TESOL) pela Northern Virginia Community College (NOVA) em Alexandria, EUA, como resultado de sua participação na 1ª edição do Programa SETEC-CAPES/NOVA de Formação Continuada de Professores Brasileiros de Inglês da Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica. Seus interesses de pesquisa incluem ensino e aprendizagem da língua inglesa, formação de professores de línguas, pesquisa-ação colaborativo-crítica, internacionalização da educação, interculturalidade, políticas linguísticas e Linguística Aplicada Crítica.

 

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Tradução: Lahud De Michel e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 1997.

BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

DUBOC, Ana Paula; FERRAZ, Daniel Mello. Letramentos críticos e formação de professores de inglês: currículos e perspectivas em expansão. pt. Revista X, v. 1, n. 1.2011, nov. 2011. ISSN 1980-0614. DOI: 10.5380/rvx.v1i1.2011.23056. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/revistax/article/view/23056. Acesso em: 10 jan. 2023.

KRESS, Gunther. Multimodality. In: COPE, Bill; KALANTZIS, Mary (Ed.). Multiliteracies: literacy learning and the design of social futures. London ; New York: Routledge, 2003. (Literacies). p. 149–157.

NASCIMENTO, Ana Karina de Oliveira; ZACCHI, Vanderlei J. (Ed.). Formação docente em língua inglesa: diferentes perspectivas. Campinas: Editora Mercado de Letras, jun. 2019. ISBN 9788575915660.

PESSOA, R. R. Ousadia na pesquisa e na vida. In: ANDRADE, M. E. S. F. (Ed.). Formação continuada crítica de professoras de inglês como língua estrangeira/adicional: problematização de discursos e constituição ética dos sujeitos. Campinas: Pontes Editores, 2018. p. 11–14.

ZACCHI, V. J. Neoliberalismo, ensino de língua inglesa e o livro didático. In: JORDÃO, C. M. (Ed.). A linguística aplicada no Brasil: rumos e passagens. Campinas: Pontes, 2016. p. 417–443.

Downloads

Publicado

10-01-2023

Como Citar

PEREIRA, L. S. M. Resenha de Formação docente em língua inglesa: diferentes perspectivas. Texto Livre, Belo Horizonte-MG, v. 16, p. e42097, 2023. DOI: 10.1590/1983-3652.2023.42097. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/textolivre/article/view/42097. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Resenhas críticas