O OFÍCIO TÉCNICO COMO MEDIAÇÃO EDUCATIVA EM O CAPITAL DE MARX

O PAPEL DOS MEIOS DE TRABALHO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2020.24871

Palavras-chave:

Marx, Educação Tecnológica, Meios de Trabalho, Formação Omnilateral

Resumo

O presente artigo tem por objetivo discutir e explicitar o caráter educativo geral da educação tecnológica no pensamento marxiano. Deste modo, busca-se o exame categorial da significação ontológica dos meios de trabalho. Esta análise se volta às mediações objetivas da atividade produtiva, tanto em seu uso quanto, principalmente, em sua produção pelos indivíduos sociais vivos e ativos. Para tanto, a exposição crítica se volta detalhadamente à parte na qual este tema é desenvolvido, no capítulo 5 do livro I de O Capital (Processo de Trabalho e Processo de Valorização). Ademais, tem-se por finalidade, a partir da compreensão acima delineada, abordar as formulações marxianas acerca da educação. Objetiva-se, por conseguinte, demonstrar como as declarações de Marx, consubstanciadas em documentos que se voltam à temática no bojo das discussões sobre a atuação dos movimentos dos trabalhadores e de suas organizações políticas, de certa maneira, traduzem como diretivas políticas um conjunto de entendimentos teóricos formulados na crítica da economia política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabina Maura Silva, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)

Doutora em Educação (UFMG), Mestre em Filosofia (UFMG), Graduada em Filosofia (UFMG) e História (FAFIBH). Professora do CEFET-MG.

Antônio José Lopes Alves, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutor (UNICAMP), Mestre e Graduado (UFMG) em Filosofia. Professor da UFMG.

Referências

CHASIN, José. Marx: estatuto ontológico e resolução metodológica. São Paulo: Boitempo Editorial, 2009.

MARX, Karl. O capital – crítica da economia política, Livro I. São Paulo: Boitempo Editorial, 2013.

MARX, Karl. Sobre a questão Judaica. São Paulo: Boitempo Editorial, 2010.

MARX, Karl. Textos sobre educação e ensino – Karl Marx e Friedrich Engels. São Paulo: Centauro, 2004.

PRINGLE, Heather. A evolução da criatividade. Scientific American Brasil, ano 11, n.º 131, p. 64-71, 2013.

STOUT, Dietrich. Contos de um neurocientista da Idade da Pedra. Scientific American Brasil, n.º 168, p. 25-31, maio, 2016.

Downloads

Publicado

2020-09-04

Como Citar

SILVA, S. M. .; ALVES, A. J. L. O OFÍCIO TÉCNICO COMO MEDIAÇÃO EDUCATIVA EM O CAPITAL DE MARX: O PAPEL DOS MEIOS DE TRABALHO. Trabalho & Educação, [S. l.], v. 29, n. 2, p. 29–46, 2020. DOI: 10.35699/2238-037X.2020.24871. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/24871. Acesso em: 28 nov. 2020.

Edição

Seção

ARTIGOS