DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS GERAIS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

RETROCESSOS À VISTA

Autores

  • Isalete Bezerra Alencar Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) https://orcid.org/0000-0002-2300-2282
  • Elza Ferreira Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2023.38521

Palavras-chave:

Diretrizes Curriculares, Educação Profissional e Tecnológica, Ensino Médio Integrado

Resumo

Neste artigo se analisam as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Profissional enquanto documento integrante da contrarreforma do Ensino Médio como política educacional vigente que visa fragmentar a etapa final da educação básica, neste caso, o Ensino Médio Integrado (EMI). Tem seu percurso metodológico na pesquisa documental e bibliográfica, alcançando dispositivos legais e obras de estudiosos da área de Educação e Trabalho. Como proposta apresentada há a urgência da sociedade civil organizada lutar pela educação profissional e tecnológica, especialmente pelo EMI, cuja concepção está nas bases da politecnia, da formação omnilateral, da escola unitária e do trabalho como princípio educativo. Desta maneira, criar resistência contra a dualidade histórica e estruturante da educação brasileira e defender Diretrizes que promovam uma educação emancipadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isalete Bezerra Alencar, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS)

Mestranda do ProfEPT, pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS). Especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica, pelo Instituto Superior de Educação de Floresta (ISEF) em 2010, Licenciada em Pedagogia, pelo ISEF em 2008. Pedagoga-Área do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). Membro do grupo de pesquisa Educação Profissional e Tecnológica (CNPq/IFS).

Elza Ferreira Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) em 2013, Mestra em Ciências da Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa (ULHT) em 2006, Licenciada em Letras pela UFS em 1993. Professora Titular do Instituto Federal de Sergipe (IFS), Docente do quadro permanente do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (PROFEPT/IFS). Líder do grupo de pesquisa Educação Profissional e Tecnológica (CNPq/IFS)

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Ministério da Educação,1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em 04 ago. 2021.

BRASIL. Decreto nº 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2 º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d2208.htm. Acesso em: 03 ago. 2021.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 04 ago. 2021.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 1, de 5 de janeiro de 2021. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Profissional e Tecnológica. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-1-de-5-de-janeiro-de-2021-297767578. Acesso em: 03 ago. 2021.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 6, de 20 de setembro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=11663-rceb006-12-pdf&category_slug=setembro-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 03 ago. 2021.

CIAVATTA, M.; RAMOS, M. N. A Era das Diretrizes: a disputa pelo projeto de educação. Dos mais pobres. Revista Brasileira de Educação v. 17 n. 49 jan.-abr. 2012. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbedu/a/nDS3v6XBFdjG3jQGLRk687m/?lang=pt&format=pdf. Acesso em 03 ago. 2021.

CIAVATTA, M.; FRIGOTTO, G.; RAMOS, M. N. A gênese do Decreto nº. 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. IN: ____. (Orgs.) Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Editora Cortez, 2005.

CIAVATTA, Maria. O ensino integrado, a politecnia e a educação omnilateral. Por que lutamos?. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9303/6679. Acesso em: 04 ago. 2021.

FERREIRA, Eliza Bartolozzi. A contrarreforma do ensino médio no contexto da nova ordem e progresso. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/cLyHwCQFR8r97gxFCJtcGHM/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 04 de ago. 2021.

GOMES. Jarbas Maurício. Cultura Geral E Escola Unitária Em Gramsci. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640198/7757. Acesso em: 03 ago. 2021.

GRABOWSKI, Gabriel e KUENZER, Acácia Zeneida. Educação Profissional: desafios para a construção de um projeto para os que vivem do trabalho. Disponível em: file:///C:/Users/Isalete/Downloads/10762-Texto%20do%20Artigo-32514-1-10-20090609.pdf. Acesso em: 03 ago. 2021.

MOURA. Dante Henrique. Educação Básica E Educação Profissional E Tecnológica: Dualidade Histórica E Perspectivas De Integração. Disponível em http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/viewFile/11/110. Acesso em: 03 ago. 2021.

MOURA, Dante Henrique. Trabalho e formação docente na educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná,2014. Coleção formação pedagógica; v.3.

MOURA, Dante Henrique; FILHO, Domingos Leite Lima e SILVA, Mônica Ribeiro Politecnia e formação integrada: confrontos conceituais, projetos políticos e contradições históricas da educação brasileira. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/XBLGNCtcD9CvkMMxfq8NyQy/?lang=pt&format=pdf. Acesso em 05 de ago. de 2021.

RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014. Coleção formação pedagógica; v.5.

RAMOS, Marise Nogueira. Ensino Médio Integrado: Lutas Históricas e Resistências em tempos de Regressão. 2018. Disponível em: https://ojs.ifes.edu.br/index.php/ept/article/view/356/317 Acesso em 04 nov. 2021.

SAVIANI, Dermeval. A nova lei da educação: trajetória, limites e perspectiva. 11ª ed. Campinas, SP: Autores Associado, 2008. (Coleção educação contemporânea)

SAVIANI, Dermeval. Sobre a concepção de politecnia. Rio de Janeiro: EPSJV/ Fiocruz.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

ALENCAR, I. B.; SANTOS, E. F. DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS GERAIS PARA A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: RETROCESSOS À VISTA. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 32, n. 2, p. 74–85, 2023. DOI: 10.35699/2238-037X.2023.38521. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/38521. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.