ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE GERENCIAMENTO DE RISCO NO TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE EM UM CAPS | Analysis of management strategies of risk at work of health professionals in a CAPS

Autores

  • Synara Xavier Ruas Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI campus Itabira
  • Davidson Passos Mendes UNIFEI

Palavras-chave:

Riscos ocupacionais, Ergonomia, Profissionais da saúde, Occupational risks, Ergonomics, Health professionals,

Resumo

Studies show that the constraints faced by health workers has led to a significant increase in the disease of these professionals. Besides the presence of visible risks in the workplace, professionals also deal with unforeseen situations. In this context, the invisibility is configured as an arduous process, but necessary to manage the risks and promote health and safety in the work environment. The purpose of the study, the exploratory, is to survey the working conditions for professionals in a Psychosocial Care Center (CAPS), in order to understand the activity of these and identify the strategies used by these professionals to manage physical violence and psychic gifts in this context. The methodological approach of this study was based on Ergonomic Work Analysis (EWA), with the participation of 16 health professionals, including effective and contractors. The results showed that the disagreement between the proposed new model implemented in the sector, proposed by the Psychiatric Reform, and the deconstruction of the former, has contributed to generate impacts on the health of workers, since the strategies - individual and collective - to manage risks run through by the complexity of the psychiatric patient care service. 

___

Estudos apontam que os constrangimentos enfrentados em situação de trabalho, pelos trabalhadores da saúde, têm levado a um expressivo aumento no adoecimento desses profissionais. Além da presença dos riscos visíveis no ambiente de trabalho, os profissionais ainda lidam com situações não previstas. Nesse contexto, a invisibilidade configura-se como um processo árduo, mas necessário para gerir os riscos e promover saúde e segurança no ambiente laboral. O objetivo do estudo, do tipo exploratório, é fazer um levantamento das condições de trabalho dos profissionais de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), de modo a compreender a atividade dos mesmos e identificar as estratégias utilizadas por esses profissionais para gerir a violência física e psíquica presentes nesse cenário. A abordagem metodológica deste estudo foi baseada na Análise Ergonômica do Trabalho (AET), como propedêutica, e na Análise Ergológica, no aprofundamento epistemológico, com a participação de 16 profissionais da saúde, entre efetivos e contratados. Os resultados revelaram que o desacordo entre a proposta do novo modelo implantado no setor, proposto pela Reforma Psiquiátrica, e a desconstrução do antigo tem contribuído para gerar impactos na saúde dos trabalhadores, uma vez que as estratégias - individuais e coletivas - para gerenciar os riscos perpassam pela complexidade do serviço de assistência ao paciente psiquiátrico. 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Synara Xavier Ruas, Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI campus Itabira

Engenharia de Saúde e Segurança, Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI, Campus Avançado Itabira.

Davidson Passos Mendes, UNIFEI

Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001), mestrado em Engenharia de Produção (Ergonomia e Organização do Trabalho/Saúde do Trabalhador) pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006) e doutorado em Educação (2014) - linha de pesquisa: Política, Trabalho e Formação Humana - pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Itajubá - campus Itabira, área Saúde do Trabalhador. Tem coordenado pesquisas nas áreas de Ergonomia e Saúde do Trabalhador com ênfase na configuração de risco dos diversos contextos sócio-técnicos e na gestão da saúde individual e coletiva no trabalho. Tem atuado em diversos contextos como hospitais, siderurgias, metalurgias, mineração e, participado, de cursos e palestras sobre Saúde do Trabalhador em diversas instituições de Minas Gerais e Brasil. Experiência nas Engenharias e em cursos da área da saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: ergonomia e saúde do trabalhador, saúde pública, análise ergonômica, adoecimento relacionado ao trabalho, LER/DORT, reabilitação ortopédica e previdência social.

Downloads

Publicado

2017-12-04

Como Citar

RUAS, S. X.; MENDES, D. P. ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE GERENCIAMENTO DE RISCO NO TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE EM UM CAPS | Analysis of management strategies of risk at work of health professionals in a CAPS. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 26, n. 2, p. 131–147, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9547. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)