Perfil dos orientadores de bolsistas de Iniciação Científica da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O objetivo desse estudo foi traçar o perfil dos orientadores de Iniciação científica da Faculdade de odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais durante uma década. Foi feita uma avaliação retrospectiva da formação, da carreira e da experiência de orientações na pós-graduação e na graduação dos professores da instituição que orientaram alunos como bolsistas do Programa de Iniciação científica de 2006 a 2016, com base em informações dos currículos cadastrados na plataforma Lattes do CNPq. A produção intelectual dos docentes foi analisada (quanti e qualitativamente, Qualis 2015). Para avaliar a correlação entre o número de orientações de Iniciação cientifica e as demais variáveis numéricas, foi usado o coeficiente de correlação de Spearman. Para verificar se existia diferença entre o número de orientações de Iniciação cientifíca entre as categorias das variáveis categóricas, foram usados os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Pouco mais de 38% (n=44) do total de professores da Instituição, com formações, tempo de titulação e níveis de carreira diversos, alocados nos 4 departamentos, orientaram bolsistas no período; dos quais 18 tinham orientações em andamento. Quase 90% destes apresentam vínculo com Programa de pós-graduação. As áreas responsáveis pelo maior número de bolsas vigentes são a Odontopediatria e Odontologia social e preventivas. O número de orientações de iniciação científica concluídas e em andamento por orientador apresentou correlação positiva e significante (rs, p<0,05) com a produção científica qualificada (≥ B3) e com o número de orientações de pós-graduação stricto sensu, mas não esteve correlacionada a outras produções e orientações. Embora o perfil de orientadores de iniciação científica entre o período de 2006-2016 tenha sido diversificado, é possível identificar algumas particularidades e, sobretudo, detectar que a participação no Programa é pequena diante do total de docentes com titulação e capacidade de orientação e do número de alunos da Instituição. 

 

Descritores: Academias e Institutos. Educação Superior. Pesquisa em Odontologia. Pesquisadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-28
Como Citar
Freitas, G. A., Zarzar, P. M. P. de A., Paiva, S. M., Pordeus, I. A., & Ferreira, F. M. (2020). Perfil dos orientadores de bolsistas de Iniciação Científica da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais. Arquivos Em Odontologia, 56. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/14864
Seção
Artigos