Impacto do traumatismo dentário na qualidade de vida de crianças, adolescentes e suas famílias: revisão crítica da literatura

  • Clarisse da Silva Marinho Universidade Federal de Minas Gerais
  • Letícia Pereira Martins Universidade Federal de Minas Gerais
  • Jéssica Madeira Bittencourt Universidade Federal de Minas Gerais
  • Saul Martins Paiva Universidade Federal de Minas Gerais
  • Cristiane Baccin Bendo Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Introdução: O traumatismo dentário é considerado um problema de saúde pública e pode causar impacto negativo na qualidade de vida relacionada à saúde bucal (QVRSB) dos indivíduos afetados e de seus familiares. Além disso, pode exercer influência na percepção da QVRSB dos indivíduos devido ao desconforto físico, causado principalmente pela dor e aos problemas psicológicos.

Objetivo: Verificar a associação entre o traumatismo em dentes permanentes e o impacto na QVRSB de crianças, adolescentes e suas famílias, através de uma revisão crítica da literatura. Materiais e Métodos: Foi realizada uma busca bibliográfica na base de dados PubMed, com uma combinação de palavras-chave, sem restrições quanto ao ano de publicação ou idioma. Artigos duplicados foram excluídos e a seleção dos estudos foi realizada em duas etapas: leitura do título e resumo, e os artigos que se encaixavam no tema foram selecionados para leitura completa. Logo após, foi realizada extração de dados dos artigos selecionados utilizando uma tabela padronizada.

Resultados: Dos 397 artigos encontrados, apenas 14 apresentavam todas as informações exigidas pelos critérios metodológicos. Dentre estes estudos, dois utilizaram o desenho de estudo longitudinal, sete utilizaram o desenho transversal e cinco utilizaram o desenho caso-controle. Onze estudos foram realizados no Brasil, um no Canadá, um no Reino Unido e um na Albânia. Os indivíduos abrangidos pela pesquisa possuíam entre 8 e 19 anos de idade. Foram encontradas associações significativas entre traumatismo dentário e impacto na QVRSB em 13 estudos. Traumatismo dentários mais complexos como de dentina e/ou polpa estiveram associados a dificuldade de mastigar e higienizar a boca, problemas emocionais e de socialização, sentimento de culpa nos pais e estresse familiar.

Conclusão: A maioria dos estudos demonstrou que crianças/adolescentes com traumatismo dentário mais grave apresentaram impacto negativo na sua QVRSB e de seus familiares.

Descritores: Traumatismos Dentários. Qualidade de Vida. Criança. Adolescente.

Publicado
2019-07-18
Como Citar
da Silva Marinho, C., Pereira Martins, L., Madeira Bittencourt, J., Martins Paiva, S., & Baccin Bendo, C. (2019). Impacto do traumatismo dentário na qualidade de vida de crianças, adolescentes e suas famílias: revisão crítica da literatura. Arquivos Em Odontologia, 55. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3775
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##