Visão de discentes sobre atendimento a pacientes HIV/AIDS

  • Simone de Melo Costa Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
  • Orlene Veloso Dias Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
  • João dos Reis Canela Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
  • José Geraldo de Freitas Drumond Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
  • Thalita Thyrza de Almeida Santa- Rosa Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes

Resumo

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) acentuou os problemas éticos e morais relativos à saúde da população. Frente a isso se torna imprescindível inserir a discussão bioética na abordagem da doença. Esse estudo objetivou conhecer as visões de discentes dos cursos de Educação Física (EF), Medicina
(Md) e Odontologia (Od) da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), com relação aos conflitos bioéticos envolvidos com a infecção HIV/AIDS e profissionais de saúde. Aplicou-se questionário pré-testado
no primeiro dia de aula da disciplina Bioética. Os dados foram submetidos à análise estatística descritiva e ao teste c2 considerando o nível de significância de 0,5% (p£0,05). Participaram do estudo, 68 acadêmicos: 38% do curso de EF, 28% de Md e 34% de Od, sendo 58,8% do sexo masculino. Dos entrevistados, 98,5% não deixariam de atender paciente HIV/AIDS e 56% não consideram obrigatória a realização de teste HIV para pacientes nas Instituições de Saúde. Sobre a recusa de paciente HIV informar ao parceiro sua sorologia,
79,4% relataram ser favoráveis à quebra do sigilo profissional. A maioria dos discentes afirma que o profissional de saúde HIV positivo (53%) tem o dever de informar sua condição sorológica ao paciente. Não houve diferenças estatísticas significativas entre os cursos e gêneros. A partir dos dados coletados, concluiu-se que os posicionamentos éticos e morais dos entrevistados acerca do atendimento a pacientes HIV/AIDS não são influenciados pelo gênero e curso de graduação. Também, tais resultados subsidiam o norteamento do ensino
da Bioética relacionada à infecção HIV/AIDS nas instituições de ensino superior.
Descritores: Bioética. Estudantes. HIV.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone de Melo Costa, Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
Departamento de Odontologia, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil
Orlene Veloso Dias, Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
Departamento de Enfermagem, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil
João dos Reis Canela, Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
Departamento Medicina, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil
José Geraldo de Freitas Drumond, Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
Departamento Medicina, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil
Thalita Thyrza de Almeida Santa- Rosa, Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes
Departamento de Odontologia, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, MG, Brasil

Referências

1. Silva M. Compêndio de Odontologia Legal. Rio de Janeiro: Ed. Médica e Científica; 1997.
2. Alves EG, Ramos DL. Reflexões bioéticas e psicológicas sobre profissionais de saúde portadores de HIV/Aids. Bioética. 2004;12:75-
86.
3. Araújo NS. A AIDS e o preconceito. [Dissertação]. São Paulo: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,1992.
4. Amaral LA. Conhecendo a deficiência (em companhia de hércules). São Paulo: Robe; 1995.
5. Ramos DL, Maruyama NT. Aspectos Éticos do Atendimento Odontológico de Paciente HIV positivos. In: Silva M. Compêndio de Odontologia Legal. Rio de Janeiro: Médica e Científica; 1997. p.59-72.
6. Levi GC, Oselka GW. AIDS e ética médica: processo consulta CFM n.º 0098/92. Brasília: Conselho Federal de Medicina;1992.
7. Maruyama NT. Implicações éticas da AIDS na prática odontológica. [Dissertação]. São Paulo: Faculdade de Odontologia da Universidade de
São Paulo,1999.
8. Brasil. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, coordenação Nacional de DST e AIDS. Controle de Infecções e a prática
odontológica em tempos de AIDS: manual de condutas. Brasília: Ministério da Saúde;2000.
9. Pedrotti IJ. Da AIDS e do direito. Bioética. 1993;1:75-83.
10. Brasil. Ministérios da Educação e da Saúde. Portaria Interministerial n.º 796, de 29 de maio de 1992. Proíbe a exigência de realização de teste compulsório para HIV em aluno previamente à matrícula ou para a sua manutenção desta, em escola pública ou privada. Diário Oficial da União, Brasília (DF);1992. Jun 03.
11. Radicchi R. Responsabilidade civil e criminal do atendimento odontológico ao paciente HIV soropositivo. [Dissertação]. São Paulo:
Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba,2001.
12. Brasil. Ministérios da Saúde e do Trabalho e Administração. Portaria Interministerial nº 869, de 11de agosto de 1992. Proibição de teste para o HIV em exames pré-admissionais e periódicos de saúde no âmbito do Serviço Público Federal. Diário Oficial da União, Brasília (DF); 1992. Ago 12.
13. Cunha CA. Bioética em AIDS. In: Urban CA; Coordenadores. Bioética clínica. Rio de Janeiro: Revinter;2003. p.422-4.
14. Clotet J. Por que Bioética? Bioética. 1993;1:13-9.
15. Levi GC; Barros AO. Ética clínica: a AIDS como paradigma. In: Costas S IF, Garrafa V, Oselka G; Organizadores. Iniciação à bioética. Brasília:Ed. CFM, 1998. p.285-94.
16. D’Ávila RL. Comentário de caso clínico. Bioética. Brasília. 1998;6:103-4.
17. Sadala ML, Marques SA. Vinte anos de assistência a pessoas vivendo com HIV/AIDS no Brasil: a perspectiva de profissionais da
saúde. Cad Saúde Pública. 2006;22: 2369-78.
18. Lima IC. O atendimento odontológico e o vírus HIV. Jornal APCD. 2001;jul:14.
19. Scheffer M. Comentário de caso clínico. Bioética. 1998;6:97-9.
Publicado
2016-04-04
Como Citar
Costa, S. de M., Dias, O. V., Canela, J. dos R., Drumond, J. G. de F., & Rosa, T. T. de A. S.-. (2016). Visão de discentes sobre atendimento a pacientes HIV/AIDS. Arquivos Em Odontologia, 45(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3489
Seção
Artigos