A qualidade do atendimento médico na determinação do acesso: visão de pós-graduandos em odontologia

  • Andréia Maria Duarte Vargas Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG
  • Efigênia Ferreira e Ferreira Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG
  • Lia Castilho Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG
  • Raquel Conceição Ferreira Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG
  • Thalita Thyrza de Almeida Santa- Rosa Universidade Estadual de Montes Claros- Unimontes
  • Tiago Araújo Coelho de Souza Universidade de Kentucky

Resumo

Este estudo teve por objetivo conhecer a percepção de pós-graduandos de Odontologia quanto à qualidade do atendimento médico na determinação do acesso aos serviços de saúde. A metodologia empregada seguiu um desenho qualitativo, onde a técnica de grupo focal foi empregada para a coleta de dados. O grupo focal foi constituído por oito pós-graduandos (seis mulheres e dois homens) da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais, sendo todos usuários de planos de saúde privados. A discussão inicial partiu da indagação quanto aos motivos que levam a optar-se por determinado profissional ou serviço médico. A qualidade na relação médico-paciente emergiu como um fator essencial na determinação do acesso aos serviços médicos para a população estudada. A mudança dessa relação vertical entre médico e paciente passa também pelo controle social e formação profissional. O endeusamento do médico e das suas ações dificulta o diálogo horizontal entre o médico e o paciente. Para os participantes da pesquisa, a boa relação médico-paciente é determinante na escolha pelo serviço médico, e os mesmos se sentem parte deste processo uma vez que são também facilitadores na formação de recursos humanos em saúde. Descritores: acesso, atendimento médico, pós-graduandos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Maria Duarte Vargas, Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG

Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Odontologia, Departamento de Saúde Coletiva.

Efigênia Ferreira e Ferreira, Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG

Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Odontologia, Departamento de Saúde Coletiva,

Lia Castilho, Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG

Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Odontologia, Departamento de Saúde Coletiva.

Raquel Conceição Ferreira, Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Odontologia, Departamento de Saúde Coletiva.
Thalita Thyrza de Almeida Santa- Rosa, Universidade Estadual de Montes Claros- Unimontes

Universidade Estadual de Montes Claros, Faculdade de Odontologia, Departamento de Saúde Coletiva.

Tiago Araújo Coelho de Souza, Universidade de Kentucky
Universidade de Kentucky, Department of Public Health.

Referências

1 Araújo, LUA, Avaliação da qualidade do cuidado sob a perspectiva do usuário: o projeto de vigilância à saúde bucal. (Dissertação). Natal, Rio Grande do Norte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2000. 123 p.
2 Ramos, DD, Lima, MADS. Acesso e acolhimento aos usuários em uma unidade de saúde de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos Saúde Pública. 2003; 19: 27-34.
3 Pereira, MG, Epidemiologia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002: 596.
4 Adami, NP, Acesso aos serviços de dermatologia de um centro de saúde-escola sob o modo de ver dos hansenianos. Rev. Paul. Enfermagem. 1993; 12: 82-86.
5 Franco, SC, Campos, GWS, Acesso a ambulatório específico de um hospital universitário. Rev. Saúde pública 1998; 32: 352-360.
6 Albuquerque, OM, Abegg, C, Rodrigues CS, Percepção de gestantes do Programa Saúde da Família em relação a barreiras no atendimento
odontológico em Pernambuco, Brasil. Cadernos De Saúde Pública. 2004; 20: 789-796.
7 Unglert, CVS, O enfoque da acessibilidade no planejamento da localização e dimensão de serviços de saúde. Rev. Saúde Pública. 1990; 24: 445-452.
8 Boltanski, L, As classes sociais e o corpo. 2 ed Rio de Janeiro: Graal, 1984: 191.
9 Minayo, MC, O desafio do conhecimento. 4d São Paulo: Hucitec, 1998: 198.
10 Hudelson, MP, Qualitative Reseach for Health programes. Division of Mental Health. Wordl Health Organization.Geneva: 1994, 100.
11 Carlini-Cotrin, B, Potencialidades da técnica qualitativa grupo focal em investigações sobre abuso de substâncias Rev. Saúde Pública. 1996; 30: 285-293
12 Travassos, C. Viacava, F, Fernandes, C, Almeida, CM, Desigualdades geográficas e sociais na utilização de serviços de saúde no Brasil. Ciência e Saúde Coletiva. 2000; 5: 133-149.
Publicado
2016-03-02
Como Citar
Vargas, A. M. D., Ferreira, E. F. e, Castilho, L., Ferreira, R. C., Rosa, T. T. de A. S.-, & Souza, T. A. C. de. (2016). A qualidade do atendimento médico na determinação do acesso: visão de pós-graduandos em odontologia. Arquivos Em Odontologia, 43(2). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3436
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)