Análise do Impacto das Publicações Científicas Qualificadas na Área de Ciências Agrárias I da Capes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15883

Palavras-chave:

Métricas, Correlação, Qualis, Indicadores

Resumo

No Brasil, alguns dos índices utilizados na avaliação da difusão da ciência são: o índice Qualis, os índices h, g e h normalizado além do fator de impacto e sua versão proprietária o JCR. Este artigo tem por objetivo avaliar o impacto e a qualidade dos periódicos da área de Ciências Agrárias I da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), no período de 2010 a 2016. Essa avaliação se deu a partir de diversos vieses, sendo que para alguns puderam ser analisadas todas as 3975 revistas (censo) e, para outros, uma amostra de 748 revistas. Foram avaliados o Qualis, citações por artigo, número de artigos publicados, número de autores por artigo, índice g, índice h, índice h individual normalizado (hinorm), número de citações, número de artigos, fator de impacto (FI) e JCR (Jornal Citation Reports). Os dados referentes ao Qualis foram obtidos da plataforma Sucupira da Capes, enquanto as demais variáveis foram coletadas a partir do software Harzing’s Publish or Perish. O tratamento estatístico e a tabulação dos dados foram feitas no software estatístico R e no software Excel, respectivamente. Os resultados apontam que existe uma correlação positiva entre todas as métricas de impacto supramencionadas e uma correlação baixa do Qualis com as outras métricas de avaliação da produção científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Barata, R. C. B. 2016. Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. Revista Brasileira de Pós-graduação, 13: 13-40. DOI: 10.21713/2358-2332.2016.v13.947.

Drapper, N. R; Smith, H. 1981. Applied Regression Analysis. 2. ed. New York. John Wiley & Sons.

Egghe, L. 2006. Theory and practise of the g-index. Scientometrics, 69: 131–152. Disponível em: https://bit.ly/2oJxlWo.

Federizzi, L. C; Vitorino, A. C. T; Lopes, S; Lopes, M. T. G; Chagas, E. A. 2016. Critérios de classificação Qualis: Ciências Agrárias I. Disponível em: https://goo.gl/C9s6S3.

Ferreira, A. G. C.. 2010. Bibliometria na avaliação de periódicos científicos. Revista em Ciência da Informação, 11. Disponível em: https://bit.ly/2lwx7Qq.

Harzing, A.W. Publish or Perish. 2007. Disponível em: http://www.harzing.com/pop.html.

Harzing, A.W; Alakangas, S.; Adams, D. 2014. HIa: An individual anual h-index to accommodate disciplinary and career length differences, Scientometrics, 99: 811-821. DOI: 1007/s11192-013-1208-0.

Hirsch, J. E. 2005. An index to quantify an individual’s scientific research output. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America (PNAS), 102:16569-16572. DOI: https://doi.org/10.1073/pnas.0507655102

Hayashi, M.C.P. 2012. Sociologia da ciência, bibliometria e cientometria: contribuições para a análise da produção científica. Anais do Seminário de Epistemologia e Teorias de Educação (EPISTED), Campinas, SP, Brasil, 4. Dísponível em: https://bit.ly/2lAiBqM.

Oliveira, A. B.; Rodrigues, R. S.; Blattmann, U.; Pinto, A. L. 2015. Comparação entre o qualis/capes e os índices h e g: o caso do portal de periódicos UFSC. Informação e Informação, 20: 70-91. DOI: https://bit.ly/2lzRdJO.

Packer, A. 2010. Os Periódicos Brasileiros e a Comunicação da Pesquisa Nacional. Revista USP, 20: 26-61. Disponível em: https://bit.ly/2lPZRDQ.

Pinto, A. C. ; Andrade, J. D. 1999. Fator de Impacto de Revistas Científicas: qual o Significado deste Parâmetro? Química Nova, 22: 448-453. DOI: https://bit.ly/2xqqXoT.

Siegel, S.; Castellan Junior, N. J. 2006. Estatística não paramétrica para as ciências do comportamento. p. 266-276 . In: Métodos de associação e seus testes de significância. Bookman, São Paulo. Artmed.

Downloads

Publicado

2019-10-27

Como Citar

Gonçalves Júnior, E. M., & Ferreira, E. B. (2019). Análise do Impacto das Publicações Científicas Qualificadas na Área de Ciências Agrárias I da Capes. Caderno De Ciências Agrárias, 11, 1–8. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2019.15883

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)