Política, futebol e mito em miniatura: Fealdade de Fabiano Gorila, de Marcello Quintanilha

Autores

  • Marcel Vejmelka Universidade de Mainz

DOI:

https://doi.org/10.17851/2526-4494.4.3.135-153

Palavras-chave:

Marcello Quintanilha; Narrativa gráfica; Romance gráfico; Times de fábrica; Mitos modernos.

Resumo

Na representação artística e na reflexão crítica, o futebol entra no domínio do “mito” cultural, onde simbolismos e significados passam a funcionar de maneira indireta e indeterminada, como explica Klaus Theweleit (2004). Em Fealdade de Fabiano Gorila, uma espécie de “conto gráfico” publicado em 1999, Marcello Quintanilha combina a trajetória individual de um jogador de futebol com a evolução histórica do jogo em meados dos anos 1950 e com o destino político do Brasil. Combinando a arte visual em geral com as técnicas específicas das histórias em quadrinhos e com a dimensão narrativa tradicional, Quintanilha cria uma miniatura dentro da qual é possível identificar alguns momentos de mudança dentro do jogo que permitem analisar a evolução político-social do Brasil, e vice-versa, momentos de transformação política que vão repercutir no futebol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcel Vejmelka, Universidade de Mainz

É Coordenador de Relações Internacionais e professor do Departamento de Espanhol e Português na Faculdade 06 "Tradução, Linguística e Estudos Culturais" (FTSK), da Universidade de Mainz em Germersheim, Alemanha. É ex-bolsista (pós-doutorado) do International Graduate Centre for the Study of Culture (GCSC), Universidade Justus-Liebig de Giessen (2007/8); possui Doutorado em Estudos Latino-americanos/Brasileiros - Freie Universität Berlin (2004); graduação em Tradução Português/Espanhol - Humboldt-Universität zu Berlin (2000). Tem experiência na área de Literatura, Cultura e Tradução, com ênfase em Literatura brasileira e hispano-americana, atuando principalmente nos seguintes temas: tradução literária, literatura brasileira, literatura comparada e teoria literária.

Referências

ANTUNES, Fátima Martin Rodrigues Ferreira. O futebol nas fábricas. Revista USP, no. 22, p. 102-109, 1994.
BARTHES, Roland: Mitologias. 4a ed., trad. Rita Buongermino, Pedro de Souza e Rejane Janowitzer. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.
BARTHES, Roland. Mythologies. Paris: Seuil, 2005.
BERNECKER, Walther L. / PIETSCHMANN, Horst / ZOLLER, Rüdiger. Eine kleine Geschichte Brasiliens. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 2000.
CALDAS, Waldemyr. Aspectos sociopolíticos do futebol brasileiro. Revista USP, no. 22, p. 41-49, 1994.
DAMO, Arlei S. / OLIVEN, Rubén G. Fútbol made in Brasil: blanco en las reglas, negro en el estilo. In: LLOPIS GOIG, Ramón (org.). Fútbol postnacional. Transformaciones sociales y culturales del "deporte global" en Europa y en América Latina. Barcelona: Anthropos, 2009, pp. 107-128.
FOUCAULT, Michel. Surveillir et punir. Naissance de la prison. Paris: Gallimard, 1975.
FREITAS JÚNIOR, Miguel Archanjo de. No meio do caminho: tensões presentes nas representações sobre o futebol e o ideal de modernidade brasileira na década de 1950. Tese (Doutorado em História). Departamento de História, Universidade Federal do Paraná, Curitiba., 2009. Disponível em: http://ri.uepg.br:8080/riuepg//handle/123456789/429.
HAVEMANN, Nils. Samstags um halb 4. Die Geschichte der Fußballbundesliga. München: Siedler, 2013.
KAZ, Leonel; Costa e Silva, Paulo. Dando tratos à bola: futebol e Brasil. Revista USP, no. 99, p. 67-78, 2013.
PAIXÃO JÚNIOR, Márcio Mário da; FRANCO, Edgar Silveira. HISTORICIZAR SEMPRE! ANACRONIZAR SEMPRE! Duas abordagens de Fealdade de Fabiano Gorila. Esferas, no. 9: Comunicação e quadrinhos, p. 101-110, 2016.
QUINTANILHA, Marcello. Fealdade de Fabiano Gorila. Seguido de Granadilha e de Três minutos de linhas. Lisboa: Polvo, 2016.
QUINTANILHA, Marcello. Hinário nacional. Lisbon: Polvo, 2016.
QUINTANILHA, Marcello. Luzes de Niterói. Lisboa: Polvo, 2018.
PRUTSCH, Ursula / RODRIGUES-MOURA, Enrique. Brasilien. Eine Kulturgeschichte. Bielefeldt: Transcript Verlag, 2013.
SPACA, Rafael (2017): “Não separo desenho e palavra”. Na série com grandes quadrinistas brasileiros, Spaca entrevista Marcello Quintanilha. Bravo!, 25/05/2017. Disponível em: https://medium.com/revista-bravo/n%C3%A3o-separo-desenho-e-palavra-8345b99dd33d.
THELEWEIT, Klaus. Tor zur Welt. Fußball als Realitätsmodell. Köln: Kiepenheuer & Witsch, 2004.
VARGAS, Getúlio. Discurso pronunciado, na capital do Pará, em 27 de setembro de 1933, Brasília: Biblioteca da Presidência da República, s.a.
VITRAL, Ramon (2019): Dia de caos do pai futebolista inspira HQ do premiado Marcello Quintanilha. Páginas coloridas de ‘Luzes de Niterói’ tratam das origens fabris do futebol brasileiro. Folha de São Paulo, 08/03/2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/03/dia-de-caos-do-pai-futebolista-inspira-hq-do-premiado-marcello-quintanilha.shtml.

Downloads

Publicado

2020-06-23

Como Citar

Vejmelka, M. (2020). Política, futebol e mito em miniatura: Fealdade de Fabiano Gorila, de Marcello Quintanilha. FuLiA / UFMG, 4(3), 135–153. https://doi.org/10.17851/2526-4494.4.3.135-153